MENSAGENS




A Palavra que nos rejuvenesce

Data: 26/06/2016 Tempo: 01:02:52





 

 

A PALAVRA QUE NOS REJUVENESCE

 

William Soto Santiago

Domingo, 26 de Junho de 2016

Paraguai

 

Bom dia, amados irmãos e amigos aqui presentes, e aos Ministros e Congregações que estão em diferentes nações; a Miguel Bermúdez Marín lá onde se encontre, e aos demais Ministros; ao Rev. José Benjamim Pérez e a Igreja lá em Porto Rico. Todos recebam as minhas saudações e que Deus os abençoe grandemente nesta ocasião.

 

Para esta ocasião teremos um vídeo sobre os avanços da construção da Grande Tenda Catedral, o qual nós estaremos vendo de maneira detalhada em todo o processo que se realiza, para colocar os panos da lona na estrutura da construção. Portanto, adiante com o vídeo.

 

[Apresentação do vídeo]

 

Já vimos os avanços que tem na construção da Grande Tenda Catedral. Tudo está adiantado e esperamos que brevemente a Grande Tenda Catedral esteja completamente em pé.

 

Para esta ocasião leremos na Escritura, em São João, capítulo 5, versículos 24 em diante e vamos ler desde o versículo 19 em diante, para termos o quadro claro:

 

“Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente.

20  Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz; e ele lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis.

21  Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos, e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer.

22  E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo;

23  Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou.

24  Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

25  Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.

26  Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo;

27  E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem.

28  Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.

29  E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação”.

 

A PALAVRA QUE NOS REJUVENESCE”.

 

O Senhor Jesus Cristo nos falou da ressurreição dos crentes mortos Nele, os quais ressuscitarão se tiverem partido desta Terra em tempos passados, e a promessa para os crentes em Cristo que fiquemos vivos na Terra no Corpo Místico de Cristo, é de que seremos transformados.

 

Disto é que o Apóstolo São Paulo falou e o próprio Jesus. Por exemplo, em São João no capítulo 6, versículos 39 e 40, nos diz:

 

“E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.

40  Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia”.

 

Há uma promessa para os crentes em Cristo, uma promessa de ressurreição para ser cumprida no Último Dia.

 

Cristo também nos falou na ocasião em que foi ressuscitar a Lázaro, no capítulo 11 de São João, do versículo 21 em diante, e diz:

 

Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

22  Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus te concederá.

23  Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

24  Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia.”

 

Ou seja, que Marta, a irmã de Lázaro, naquele tempo já sabia que a ressurreição dos crentes em Cristo é para o Último Dia e o Último Dia é o sétimo milênio desde Adão até hoje, pois: “Um dia diante do Senhor é como mil anos e mil anos como um dia”. [Segunda de Pedro 3:8]

 

Segue a conversa no versículo 25 em diante:

 

“25  Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

Não importa se o crente morra fisicamente, ele tem vida eterna, viverá eternamente e na ressurreição do Último Dia se levantará num corpo glorificado, jovem e eterno.

26  E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Ou seja, a morte física não deixará o crente no sepulcro, mas o ressuscitará num novo corpo, corpo glorificado, semelhante ao corpo glorificado que Cristo o nosso Salvador tem.

Crês tu isto?

27  Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo”.

 

Nós podemos ver a bênção tão grande que há para os crentes em Cristo, os quais recebem a Palavra de Cristo e, por conseguinte, têm a promessa de que no Último Dia na Vinda de Cristo, se morreram eles serão ressuscitados em corpos glorificados, e os que permaneçam vivos serão transformados. Disso se trata também as palavras de São Paulo na Carta aos Filipenses no capítulo 3, versículos 20 e 21, quando disse:

 

“Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”.

 

A nossa cidadania como membros da Igreja do Senhor Jesus Cristo, como membros desta nova raça que Ele está levantando desde dia o de Pentecostes em diante, por isso, disse: “Se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas passaram e eis que todas são feitas novas”. [Segunda aos Coríntios 5:17]

 

Quando nascemos na Terra, nascemos no reino das trevas, e por isso, o nosso corpo físico fica sujeito à morte física, porém, quando se nasce no Reino de Deus, se nasce primeiro no campo espiritual, e se obtém o corpo angelical teofânico, o Espírito de Cristo e, depois, na ressurreição se receberá o corpo físico glorificado, para viver eternamente nesta Terra, reinar com Cristo por mil anos e, em seguida, por toda a eternidade. Disse:

 

“21  Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas”.

 

A promessa é que transformará os nossos corpos, de corpos mortais a corpos imortais. E quando será isso? Cristo disse a Marta: “No Último Dia”. Marta disse a Cristo: “Eu sei que ressuscitará no Último Dia”. Pois Cristo já tinha lhe ensinado no capítulo 6, que Ele ressuscitará aos crentes Nele no Último Dia. Ela tinha aprendido bem a lição que Cristo tinha dado aos crentes Nele.

 

E na Primeira Carta aos Coríntios no capítulo 15, do versículo 48 em diante, diz:

 

“Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

49  E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

50  E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.

51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos”.

 

Ou seja, nem todos nós vamos morrer, pois, a morte para o crente em Cristo se chama “dormir”, porque Cristo os despertará, como disse aos discípulos: “Lázaro o nosso amigo dorme e vou despertá-Lo”. [São João 11:11]

 

“51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;

52  Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”.

 

A Trombeta Final é a Voz de Cristo com a Sua Mensagem Final, para realizar o chamado e a ressurreição dos mortos crentes Nele, ressuscitá-los em corpos eternos e transformar aos crentes vivos, quando nós virmos aos crentes que ressuscitaram. Diz que será ante a Trombeta Final.

 

“... Porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados,

53  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

54 E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

 

Ou seja, que virá um momento de vitória para todos os crentes em Cristo: a vitória sobre o sepulcro, a vitória sobre a morte, a vitória total, para estarmos com corpos eternos, glorificados, imortais, como o corpo glorificado de Cristo o  nosso Salvador.

 

Esse é o plano original de Deus, para o qual viemos a esta Terra: para fazermos contato com a vida eterna, que é Cristo, o qual é a Árvore da Vida, para comermos da Árvore da Vida, da Sua Palavra, comermos a Sua Palavra: “Porque não só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus”.

 

E essa é a Palavra, a Grande Voz de Trombeta, a Palavra de Cristo, a Voz de Cristo, trazendo primeiro uma ressurreição espiritual, para o ser humano, produzindo o novo nascimento e os filhos e filhas de Deus nascendo no Reino de Deus conforme Cristo falou com Nicodemos:

 

“De certo te digo que quem não nasça de novo, não pode ver o Reino de Deus”. Porque Nicodemos lhe perguntou: “Como pode se fazer isto? Pode acaso o homem já sendo velho entrar no ventre de sua mãe e nascer?” Cristo lhe disse: “De certo, de certo te digo que quem não nasça da Água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus”.

 

Nascer da Água é nascer da Palavra, e nascer do Espírito é nascer do Espírito Santo, portanto, se requer o novo nascimento, nascer no Reino de Deus, que é o Reino de e com vida eterna para todos os que nascem nele.

 

Nascer neste reino terreno não se tem a vida eterna, portanto, não se nasce com a vida eterna, se nasce numa vida temporária, porém, no Reino de Cristo se nasce com a vida eterna: primeiro se recebe o Espírito de Cristo e, depois, se receberá o corpo novo eterno e glorificado (como o que Ele tem), para se viver com Cristo no Seu Reino por toda a eternidade e viver como Reis, Sacerdotes e Juízes. “Porque os Santos julgarão ao mundo”, como São Paulo nos disse no capítulo 6 da Primeira Carta aos Coríntios, falando dessa Ordem Judicial do Reino de Deus. E os crentes em Cristo pertencem a essa Ordem Judiciária do Reino de Deus, de Melquisedeque.

 

Por isso, Cristo é Juiz dos vivos e dos mortos conforme à Ordem de Melquisedeque e Ele também é o Sumo Sacerdote segundo à Ordem do Melquisedeque, bem como Ele também é Rei, o Rei de reis e Senhor de senhores: Rei Deus, Rei teofania, Rei em carne.

 

Portanto, para os crentes em Cristo está a Palavra que nos rejuvenesce, nos rejuvenesce espiritualmente e nos rejuvenesce fisicamente. E quando formos transformados estaremos rejuvenescidos, aparentando a idade de dezoito a vinte e um anos.

 

Deste modo que nenhum dos escolhidos se perderá, nós estávamos eternamente em Cristo, somos os pensamentos de Deus, nós estávamos na mente de Deus desde antes da fundação do mundo. Por isso, se diz que os crentes em Cristo são escolhidos, predestinados, eleitos desde antes da fundação do mundo, escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu. Portanto, eles são os que recebem a Palavra que nos rejuvenesce, e que nos levará para vivermos eternamente com Cristo em corpos físicos e jovens, em corpos glorificados.

 

Para este tempo final, a Trombeta Final ou a Grande Voz de Trombeta é a Voz de Cristo, a Palavra de Cristo, que estará falando a todo Seu povo, a toda Sua Igreja, a todos aqueles que formam a Sua Igreja, ao Seu Corpo Místico de crentes, que é também a Casa de Deus, o Templo humano de Deus, composto por seres humanos, que como indivíduos, são Templo de Deus também.

 

A Igreja como Corpo Místico de crentes chegou a parte da formação do Lugar Santíssimo com Pedras Vivas, crentes em Cristo, que corresponde a Era de Ouro, a Era de Pedra Angular, a Era para a Vinda do Senhor ao Seu Templo Espiritual, à Sua Igreja no Último Dia, onde encherá de glória a Sua Igreja, a Sua Casa, ao Seu Templo Espiritual, e a cada crente em Cristo como Templo também.

 

Aí virá a transformação dos crentes que estiverem vivos junto com a ressurreição dos crentes mortos, que serão ressuscitados em corpos glorificados. Por isso, é importante escutar a Grande Voz de Trombeta ou a Trombeta Final no Último Dia, que estará dando o som certo para todos os crentes em Cristo.

 

Na Primeira Carta aos Tessalonicenses nos falou também deste magno evento, que ocorrerá no Programa Divino no meio do Cristianismo, o qual será conforme ao Programa de Criação Divina, porque Deus está criando a Sua Igreja, a Sua Família, a Sua descendência e Sua descendência são os filhos e filhas de Deus do segundo Adão, que é Cristo o nosso Salvador.

 

Na Primeira aos Tessalonicenses no capítulo 4, do versículo 13 em diante, nos diz:

 

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.

14  Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.

Quando os trará? Na Sua Segunda Vinda, na Sua Vinda à Sua Igreja, ao povo do Novo Pacto.

15  Dizemos-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

16  Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

17  Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

 

Para todos os crentes em Cristo são palavras de consolo: as promessas da Segunda Vinda de Cristo e o que Ele fará no Último Dia, ressuscitando aos mortos crentes Nele, transformando aos vivos que estarão recebendo a Palavra, a Mensagem da Grande Voz de Trombeta ou a Trombeta Final, que corresponde a este tempo final, na Era de Pedra Angular, em torno da qual, ocorrerá a transformação dos vivos e a ressurreição dos mortos.

 

Essa Grande Voz de Trombeta ou a Trombeta Final é a Voz de Cristo falando à Sua Igreja no Último Dia, na Era da Pedra Angular, é a Palavra que nos rejuvenescerá neste tempo final, porque em torno dessa Palavra é que virá a nossa transformação.

 

É a Palavra criadora para realizar a criação milagrosa da ressurreição dos mortos em Cristo e a transformação dos nossos corpos, para logo depois, irmos com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro, que será na Casa do Nosso Pai Celestial, na sétima dimensão ou na dimensão de Deus. E lá os crentes em Cristo serão revestidos como Igreja-noiva de Cristo, a rainha com Cristo, o Rei de reis e Senhor de senhores, para após a grande tribulação, voltarmos a Terra para governarmos e reinarmos com Cristo por mil anos e,   depois disso, o Juízo Final.

 

Portanto, a Igreja, os crentes em Cristo que serão transformados e os crentes que morreram ressuscitados, não passarão pela grande tribulação, eles não têm motivo para passar, porque o Sangue de Cristo os limpou de todo pecado.

 

E diz que seremos arrebatados ao Céu, usualmente chamado “o rapto” ou “arrebatamento” dos crentes em Cristo, da Igreja do Senhor Jesus Cristo. Será como Enoque, que Deus levou sem ver a morte, também será como o Profeta Elias, que foi arrebatado ao Céu num Carro de Fogo e será também como Jesus Cristo lá em Jerusalém, quando subiu com os que ressuscitaram com Ele. O rapto ou arrebatamento dos crentes em Cristo será num Carro de Fogo. O rapto dos crentes em Cristo será assim como Elias que foi num Carro de Fogo chamado “OVNI” ou “Disco  Voador. Tão singelo assim.

 

Na Mensagem “Cristo é revelado em Sua própria Palavra” de 1965 (nas páginas 17 e 18), o Rev. William Branham nos falou que o rapto será em Discos Voadores, em Carros de Fogo: os Anjos virão e levarão os crentes em Cristo neste tempo final, como levaram ao Profeta Elias.

 

Os mesmos Anjos que visitaram a Abraão no dia anterior a destruição de Sodoma e Gomorra, Gabriel, Miguel e Elohim (Deus), estarão trabalhando nesse Programa Divino, e com Suas hostes levarão aos crentes em Cristo, os transformará e os levará a dimensão de Deus à Ceia das Bodas do Cordeiro antes da grande tribulação.

 

Portanto, estejamos preparados. As nações vêm esses OVNIS (chamados também “Discos Voadores”) e não sabem o que é, porém, são Anjos de Deus que são enviados e que também cuidam dos crentes em Cristo. “O Anjo do Senhor acampa em redor dos que O temem e os defende”. [Salmo 34:7] E o Anjo de Deus estará com os Arcanjos Gabriel e Miguel, encarregado da preparação para nossa transformação e arrebatamento ao Céu.

 

A Grande Voz de Trombeta ou a Trombeta Final, a Mensagem Final estará no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo neste tempo final, nos falando e nos dando a fé, a revelação, para sermos transformados e levados com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Portanto, estejamos preparados, porque de um momento a outro se completará a Igreja do Senhor Jesus Cristo e se fechará a porta, e ocorrerá a ressurreição dos crentes mortos em Cristo e a transformação dos que vivemos.

 

Assim, se falta alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo como Salvador, para receber a Palavra que nos rejuvenesce (e nos rejuvenesce nos transformando), pode receber Cristo como Salvador e estaremos orando por você. Para o qual você pode chegar até aqui na frente, e estaremos orando por você, para que Cristo o receba no Seu reino.

 

E os que estão em outras nações também podem vir aos Pés de Cristo o nosso Salvador. A Porta ainda está aberta e, por conseguinte, há oportunidade para se entrar no Reino de Deus e formar parte do Corpo Místico de Cristo, que é a Sua Igreja.

 

Vamos dar alguns minutos enquanto vêm aos Pés de Cristo.

 

Deus tem muitas pessoas aqui na República do Paraguai, e  está chamando-as neste tempo final; Deus tem muitas pessoas em toda a América Latina e está chamando-as neste tempo final; tem muitas pessoas em todo o Continente Americano, e está chamando-as; e tem muitas pessoas, muitos filhos em todos os países, e está chamando-os neste tempo final.

 

Porque nós estamos no Último Dia, no tempo final, esperando a ressurreição dos mortos em Cristo e a transformação dos que estamos vivos. Para o qual, Cristo virá com os Seus Anjos e com a Grande Voz de Trombeta chamando e juntando aos escolhidos da Sua Igreja primeiro e, depois, tratará com o povo hebreu. Portanto, a Porta ainda está aberta, há oportunidade para receber Cristo como único e suficiente Salvador.

 

Em outros países também podem continuar vindo aos Pés de Cristo o nosso Salvador. As crianças de dez anos em diante também podem vir aos Pés de Cristo o nosso Salvador.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que estão chegando aos Pés de Cristo, para recebê-Lo como único e suficiente Salvador.

 

Com nossos olhos fechados e rostos inclinados:

 

Pai Nosso que estás nos Céus, santificado seja o Teu Nome. Venha o Teu reino. Seja feita a Tua vontade aqui na Terra como no Céu.

 

Pai Celestial, eu venho a Ti com todas estas pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Eu Te rogo que as recebas no Teu reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E agora repitam comigo esta oração que estarei fazendo pelos que estão chegando aos Pés de Cristo nesta ocasião.

 

Senhor Jesus Cristo, escutei a pregação do Teu Evangelho e a Tua fé nasceu no meu coração. Creio em Ti com toda a minha alma e creio na Tua Primeira Vinda. Creio no Teu nome como o único nome debaixo do Céu no qual podemos ser salvos e creio na Tua morte na Cruz do Calvário como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados.

 

Reconheço que sou pecador e necessito um Salvador, um Redentor. Dou testemunho público da minha fé em Ti, da Tua fé em mim e Te recebo como meu único e suficiente Salvador.

 

Rogo-Te que perdoes meus pecados, que me limpes de todo pecado com o Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo logo após eu ser batizado na água  no Teu nome, e que produzas o novo nascimento em mim.

 

Eu quero nascer no Teu reino, quero viver eternamente Contigo no Teu reino. Torne uma realidade em minha vida a salvação que ganhaste para mim na Cruz do Calvário. Eu Te rogo no Teu nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

E agora, os que vieram aos Pés de Cristo perguntarão: “Quando podem me batizar?” Porquanto vocês creram de todo coração, podem ser batizados e que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

O batismo na água não tira os pecados, o Sangue de Cristo é o que nos limpa de todo pecado, porém, o batismo na água é um mandamento de Cristo, o qual disse:

 

“Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado, será salvo; mas o que não crer, será condenado”. (São Marcos, capítulo 16 versículos 15 e 16).

 

Portanto, o batismo na água, sendo um mandamento do Senhor Jesus Cristo, é necessário para todo ser humano, porque no batismo na água nos identificamos com Cristo em Sua morte, sepultamento e ressurreição.

 

Estávamos Nele eternamente. Quando Ele foi batizado, estávamos Nele como genes do pensamento divino e, por conseguinte, nos identificamos com Ele, quando somos batizados na água no Seu nome. É um mandamento do Senhor Jesus Cristo e, portanto, todos podem ser batizados.

 

Encontramos que o batismo na água no Nome do Senhor Jesus Cristo esteve sendo realizado desde o tempo dos Apóstolos, naquelas pessoas que receberam Cristo como único e suficiente Salvador. E ainda estão sendo batizadas aquelas que recebem Cristo como único e suficiente Salvador, porque é um mandamento do Senhor Jesus Cristo, que foi dado a aproximadamente dois mil anos atrás. “Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado”. Quem não crê, pois não será batizado.

 

Portanto, todos podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, que produza o novo nascimento em vocês e continuaremos nos vendo eternamente no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Para mim foi um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, no estudo bíblico de hoje, domingo de escola bíblica, falando sobre o tema: “A PALAVRA QUE NOS REJUVENESCE”. Esse foi o tema da escola bíblica de hoje.

 

Que Deus lhes abençoe e guarde, que todos continuem desfrutando um dia feliz, repleto das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

Deixo com vocês aqui ao Ministro Porfirio Tilleria para continuar, e deixo em cada país ao Ministro correspondente para que indique aos que receberam Cristo como Salvador nesta ocasião, como fazer para se batizarem na água.

 

Que Deus lhes abençoe, lhes guarde e continuaremos nos vendo por toda a eternidade, no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Deus lhes abençoe.

 

A PALAVRA QUE NOS REJUVENESCE”.