MENSAGENS





Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 54

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 121

Um Profeta como Moisés

Data: 26/03/2017 Tempo: 01:05:08





 

UM PROFETA COMO MOISÉS

 

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 26 de Março de 2017

Panamá  - Panamá

Bom dia, amáveis amigos e irmãos aqui presentes, aos Ministros e congregações em diferentes países; ao Missionário Doutor Miguel Bermúdez Marín lá em Maracaibo, na congregação de Jairo Ordonez, a todas as congregações reunidas lá com ele; aos Ministros, a todas as congregações e aos Ministros nos diferentes lugares lá na Venezuela. Todos recebam minhas saudações, e que Deus abençoe e guarde a todos os que estão conectados hoje, domingo, com esta transmissão de escola bíblica dominical. Que nos abra as Escrituras e o entendimento para compreendê-las, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Quero reiterar nossas condolências para Gil Alberto Rivera (Gilito), Gabriel Rivera, Obede Rivera, Sarallis, Lisdellis Hernández e aos filhos deles: Elizabeth Rivera, Sharon Rivera, Sharelly Rivera, Jennifer Rosário, Jessica Hernández, Jalissa Guerra, Arão Guerra, Kiana Rivera, Gabriel Rivera e Julián Rivera.

 

Quero também estender minhas condolências junto com a Igreja aqui de Cayey, Porto Rico, pela partida de Gilberto Rivera Rodríguez, pai do Gilito, Gil Rivera, que partiu nestes dias. Seus familiares, filhos, netos e netas recebam nossas condolências pela partida de Gilberto Rivera Rodríguez.

 

Nós sabemos que a vida aqui na Terra é temporária, passamos por esta Terra para fazermos contato com a vida eterna e depois que termine a quantidade de tempo que Deus deu para a pessoa com esse propósito, ela é chamada a outra dimensão. Termina a sua vida no corpo físico e passa a outra dimensão.

 

Os crentes em Cristo passam para a dimensão dos crentes na espera da ressurreição no Último Dia. E os que ajudaram aos crentes também passam a descansar até o Dia do Juízo, quando eles sairão bem porque ajudaram de alguma maneira aos crentes em Cristo. Porque Cristo disse: “Quem dê um copo de água fresca a um destes pequeninos não perderá a sua recompensa”. [São Mateus 10:42]

 

Portanto, sabemos que os crentes em Cristo também reclamam os seus familiares para salvação e vida eterna e, depois, os verá com eles na vida eterna, porque eles estarão lá também em família. Assim, digo aos familiares de Gilberto Rivera Rodríguez que vocês voltarão a vê-lo e o terão com vocês na eternidade.

 

Essa é a esperança de todos os crentes fundamentada na Palavra de Deus prometida. Por isso, São Paulo dizia para nos alentarmos e nos consolarmos nestas palavras de São Paulo na Primeira Carta aos Tessalonicenses no capítulo 4, versículos 12 em diante. Assim, quando um de seus familiares parte, há motivo de consolo para os crentes, se é um crente ou se foi reclamado pelos crentes. Assim, todos os familiares de Gilberto Rivera Rodríguez sejam consolados nestas palavras.

 

Agora, passemos ao nosso estudo bíblico de hoje, domingo, de escola bíblica dominical: “UM PROFETA COMO MOISÉS”. É o nosso estudo bíblico para hoje, para o qual leiamos no capítulo 18 de Deuteronômio, nos  versículos 15-19:

 

O SENHOR teu Deus te levantará um Profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis;

16  Conforme a tudo o que pediste ao SENHOR teu Deus em Horebe, no dia da assembleia, dizendo: Não ouvirei mais a voz do SENHOR teu Deus, nem mais verei este grande fogo, para que não morra.

17  Então o SENHOR me disse: Falaram bem naquilo que disseram.

18  Eis lhes suscitarei um Profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.

19  E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele”.

 

Que Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la.

 

UM PROFETA COMO MOISÉS”.

 

É importante sabermos que Moisés é um Profeta Dispensacional. Há Profetas menores e Profetas maiores e, no campo bíblico, quanto as Eras e Dispensações, os Profetas maiores são os Profetas Dispensacionais e são maiores do que os Profetas das Eras.

 

Uma Dispensação tem sete Eras e depois da sétima Era aparece um Profeta Dispensacional com o qual fica coroada essa Era que passou e começa outra Dispensação. Portanto, a aparição de um Profeta Dispensacional corresponde a uma oitava Era eterna, uma Era de Pedra Angular, por isso, o Profeta Dispensacional fecha uma e começa uma nova Dispensação. Esse Profeta Dispensacional é a Pedra de Fundamento para a nova Dispensação.

 

Eu disse que há sete Profetas Dispensacionais e em cada Dispensação, como por exemplo, a Dispensação de Moisés como Profeta Dispensacional é a quinta Dispensação, a Dispensação da Lei; a sexta Dispensação é a Dispensação da Graça, com Jesus Cristo o Mensageiro da Dispensação da Graça. Depois vem a sétima Dispensação, a Dispensação do Reino, para a qual vem um Profeta Dispensacional para abrir essa nova Dispensação, a Dispensação do Reino, para o estabelecimento do Reino de Deus, o Reino Milenar na Terra. Tão simples assim.

 

E assim como transcorreram as seis Dispensações, a sexta é a Dispensação da Graça, que esteve chegando ao seu final, aonde são chamados e ajuntados os escolhidos da sétima Era da Igreja e, depois, se entra na Era de Pedra Angular, na Era eterna, para a introdução do Reino de Deus na Terra, para a introdução da Mensagem do Evangelho do Reino na Terra.

 

Para o qual, também tem de aparecer um Profeta Dispensacional, um Profeta como Moisés, um Profeta como Jesus também, um Profeta como Yeshua ou o Messias que cumpriu a Primeira Vinda, porque a Vinda do Senhor tem duas partes: a Primeira Vinda, que aparece no capítulo 61 de Isaías, nos versículos 1-3, onde diz:

 

O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;

2  A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;

3  A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado”.

 

Aqui, na passagem que lemos nos fala do ano da boa vontade do Senhor e nos fala do dia de vingança do nosso Deus.

 

No tempo de Jesus ou de Yeshua, Ele leu essa passagem de Isaías no capítulo 4 de São Lucas, nos versículos 16 em diante, e diz:

 

E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.

17  E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:

18  O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração,

19  A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.

20  E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.

21  Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos”.

 

Vemos aqui nesta passagem, que quando Ele leu aqui no versículo 19: “A anunciar o ano aceitável do Senhor”, Ele não continuou lendo e fechou o livro, Ele não leu o que dizia a seguir: “… E o dia de vingança do nosso Deus”.

 

E porque Ele não leu: “E o dia de vingança do nosso Deus”? Porque essa parte corresponderá à Vinda do Senhor no Último Dia, neste tempo no qual nós estamos vivendo.

 

Para o Cristianismo isso será a Segunda Vinda do Senhor e para os judeus, porquanto eles não entenderam que a primeira parte da Vinda do Senhor já se cumpriu em Yeshua ou em Jesus, para eles essa será como fosse a Primeira Vinda, porém, será a segunda parte da Vinda do Senhor.

 

Porque a Vinda do Senhor tem duas partes: a primeira que já se cumpriu, proclamando o ano da boa vontade do Senhor e a segunda se cumprirá proclamando o dia de vingança do nosso Deus, anunciando o dia de vingança do nosso Deus, ou seja, anunciando o tempo da grande tribulação que virá sobre a raça humana, dando a conhecer, revelando o juízo divino que virá sobre a raça humana neste tempo final.

 

Essa é a forma em que serão conhecidas as coisas que hão de suceder neste tempo, essa será a forma em que se dará a conhecer os problemas que virão ao planeta Terra e, por conseguinte, à raça humana, que é a que vive no planeta Terra, no qual Deus a colocou juntamente com as árvores, os animais, as aves, os peixes e assim por diante.

 

Estamos no tempo final, onde de um momento a outro, o Título de Propriedade será entregue da mão direita de Deus ao Senhor no Céu, para trazê-lo a Terra e entregá-lo a um homem para que o coma, o qual terá que ser um Profeta representado no apóstolo João, no capítulo 10 do Apocalipse, o qual, depois que o coma terá de dar a conhecer o seu conteúdo, terá de dá-lo a conhecer e, isso, cumprirá a profecia das Duas Oliveiras para os judeus, porque quem comer o Livro em seguida terá de profetizar as coisas que hão de suceder sobre muitos povos, nações e línguas.

 

E essas Duas Oliveiras do capítulo 11 do Apocalipse, profetizará os juízos divinos que hão de vir sobre o planeta Terra. Essas Duas Oliveiras também são as que chamam e ajuntam os judeus com o som da Trombeta da Festa das Trombetas.

 

E a Festa das Trombetas se cumprirá para os judeus neste tempo final, e serão chamados com essa Mensagem da Festa das Trombetas, porque a Trombeta da Festa das Trombetas é a Mensagem que estará proclamando um Profeta como Moisés que está prometido para vir.

 

Tivemos a Moisés, tivemos a Yeshua ou a Jesus (um Profeta como Moisés) proclamando o ano da boa vontade de Deus e, depois, para este tempo final, nós teremos um Profeta como Moisés proclamando o dia de vingança do nosso Deus para a humanidade e para os crentes que serão transformados temos a promessa da revelação do Sétimo Selo sob a Trombeta Final ou a Grande Voz de Trombeta da Primeira Carta aos Coríntios, no capítulo 15, versículos 49-58.

 

Essa Trombeta ou Grande Voz de Trombeta é a Mensagem da revelação do Sétimo Selo, a Mensagem da revelação da Vinda do Senhor para a Igreja do Senhor Jesus Cristo, para nos dar a fé para sermos transformados e levados com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro. Essa é a Trombeta Final ou a Grande Voz de Trombeta para o Cristianismo. Vamos ler aqui no capítulo 15 da Primeira Carta aos Coríntios, do versículo 51 em diante, onde diz:

 

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos nós dormiremos, (ou seja, nem todos nós morreremos) mas todos seremos transformados; (ou seja, os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos glorificados e os vivos em Cristo serão transformados).

52  Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta”.

 

Em cada Era foi tocada a Trombeta do Evangelho, a Mensagem correspondente para cada Era, pelo Espírito Santo através do Mensageiro de cada Era e foram reunidos os escolhidos com o seu Mensageiro em cada Era. E para o tempo final serão chamados e ajuntados os escolhidos do tempo final ao escutarem a Grande Voz de Trombeta, a Mensagem de Deus para o tempo final, para chamar e ajuntar a todos os escolhidos, para ser transformados e levados com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro. Portanto, com essa Grande Voz de Trombeta eles estarão sendo chamados e ajuntados e, isso, será a Voz do Senhor no tempo final.

 

O mesmo que esteve nos Mensageiros de cada Era falando a Sua Palavra e chamando aos escolhidos de cada Era, estará neste tempo final chamando e ajuntando os escolhidos na Era da Pedra Angular, na Era da e para a Vinda do Senhor à Sua Igreja neste tempo final.

 

Disso é que São Paulo nos falou na Primeira Carta aos Tessalonicenses, no capítulo 4, do versículo 13 em diante, onde diz:

 

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.

14  Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.

15  Dizemos-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

16  Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

17  Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

18  Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras”.

 

Aqui novamente nos fala da Voz de Arcanjo, nos fala da “Voz de Alarido, Voz de Arcanjo e Trombeta de Deus”. Tudo isso para os crentes em Cristo, portanto, há uma grande bênção para os crentes em Cristo. E na Carta aos Filipenses no capítulo 3, versículos 20 e 21, São Paulo disse:

 

Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

21  Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas”.

 

Aqui nos mostra que o Senhor virá na Sua Vinda para transformar aos crentes vivos, e virá com os que morreram e os ressuscitará aqui na Terra.

 

Há uma grande bênção para os crentes em Cristo, os quais são cidadãos do Céu. E porque cidadãos celestiais? Porque quando uma pessoa nasce ela é cidadã da nação ou do país onde nasceu, tem a sua cidadania nesse país. E quando cada pessoa nasce no país que lhe corresponde, é cidadã legítima desse país. E quando a pessoa nasce de novo, porquanto o novo nascimento não é terreno senão celestial, a pessoa nasceu espiritualmente do Céu por meio do Espírito de Deus, por meio do batismo do Espírito Santo e é um cidadão celestial.

 

Os cidadãos celestiais são os que têm a promessa da ressurreição se eles morrerem e se estiverem vivos na Terra no tempo da transformação dos crentes, pois serão transformados os crentes nascidos de novo que estiverem vivos e nascidos no Reino de Deus, nascidos do Céu. Portanto, há uma grande bênção para os cidadãos celestiais que morreram: a ressurreição para eles e para os cidadãos celestiais que estiverem vivos neste tempo final, no cumprimento da promessa da ressurreição, quando nós os virmos seremos transformados, quando virmos aos mortos em Cristo ressuscitados nós seremos  transformados.

 

Isto é para todos os crentes em Cristo nascidos de novo que estiverem vivos, nascidos no Reino Celestial de Deus, que é um nascimento espiritual e, agora, falta somente o nascimento físico, que será a transformação dos seus corpos fisicamente e, então, todos seremos a imagem e semelhança do Senhor, a imagem e semelhança do Messias, a imagem e semelhança de Deus.

 

O ser humano perdeu a sua imagem quando pecou lá no Jardim do Éden, e também perdeu o tipo de corpo da semelhança que tinha quando foi criado; a descendência de Adão e Eva caiu desse alto nível que tinha (a imagem e semelhança de Deus) para um nível mais baixo. E, por conseguinte, eles perderam também o Título de Propriedade, que é o Livro selado com sete do capítulo 5 do Apocalipse, que é o Título de Propriedade dos Céus e da Terra, onde estão escritos os nomes de todos os filhos e filhas de Deus que seriam redimidos pelo Redentor. Esses são os herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo o nosso Salvador.

 

Estamos num tempo muito importante, onde de um momento a outro o tempo terminará, e o Título de Propriedade virá à Terra, será a Obra de Reclamação na Terra, e virá a grande tribulação, depois, a restauração do Reino na Terra, o Reino Milenar no território de Israel, com o Messias Judeu assentado no Trono de Davi em Jerusalém, que reinará sobre todas as nações.

 

Nesse Reino haverá paz para todos os seres humanos que viverão no Reino do Messias Judeu, que se assentará sobre o Trono de Davi como descendente do rei Davi.

 

Há uma grande bênção para os judeus neste tempo final e uma grande bênção para os crentes em Cristo neste tempo final. A grande bênção para os crentes é a Vinda do Senhor, para transformar os crentes em Cristo, para serem a imagem e semelhança de Cristo e, para os judeus, será a restauração do Reino de Davi pelo Filho de Davi, o Messias-Príncipe Judeu, que se assentará no Trono de Davi e restaurará o Reino de Deus na Terra para os e no meio dos judeus.

 

Para o qual, a Voz de Trombeta da Festa das Trombetas, de Levítico no capítulo 23, versículo 24, soará para eles que entrarão na Festa das Trombetas, que será a festa que se cumprirá para chamar e ajuntar aos judeus que entrarão no Reino de Deus neste tempo final, e receberão a bênção do Reino de Deus que será restaurado na Terra.

 

E os judeus já não serão mais marginalizados, não serão mais desprezados, porém, a capital do planeta Terra será Jerusalém, e o Distrito Federal será todo o território de Israel. Lá estarão os ministérios, todos os ministérios: O Ministério da Economia, o Ministério da Justiça, Ministério da Educação, Ministério da parte política, Ministério da Justiça, Ministério da parte econômica, e todos os ministérios. E os que serão ministros desses ministérios estarão lá em Jerusalém ministrando com o Rei Judeu descendente do rei Davi, que estará sentado sobre o Trono de Davi. São promessas para o povo hebreu, que serão cumpridas neste tempo final.

 

E a nação mais rica no Reino do Messias Judeu será Israel. Lá estará também a bolsa de valores, porque todas as riquezas serão levadas a Jerusalém. [Apocalipse 21:26]

 

Ou seja, os cristãos nascidos de novo ao longo do tempo, e os judeus não têm motivo para brigarem, porque cada um tem uma parte importante no Reino do Messias Judeu que se sentará no Trono de Davi no tempo final, no Reino Milenar quando for estabelecido na Terra, o qual será o Reino de Deus sendo restaurado ou o Reino de Davi sendo restaurado a Israel, porque o Reino de Deus… E há o Reino de Deus, o Trono de Deus Celestial que está no Céu e há o Trono Terreno de Deus, que é o Trono de Davi.

 

Ou seja, há grandes bênçãos para os cristãos, os crentes nascidos de novo para este tempo final, e há grandes bênçãos também para os judeus deste tempo final.

 

Para o qual, Deus enviará um Profeta como Moisés. Ele será quem introduzirá os crentes no Reino de Deus no tempo final, será quem tocará a Grande Voz de Trombeta com o Espírito de Deus através dele, em quem porá a Sua Palavra correspondente para este tempo final e estará nos falando por meio desse Profeta Dispensacional como Moisés. E para os judeus haverá os ministérios das Duas Oliveiras, através dos quais estará falando aos judeus no cumprimento da Festa das Trombetas e, depois, da Festa da Expiação, e depois da Festa dos Tabernáculos ou da Festa das Cabanas, festas que será para Israel.

 

Portanto, para este tempo final se requer um Profeta Dispensacional como Moisés. Esse Profeta Dispensacional como Moisés é este Profeta que se encontra aqui e do qual nos diz:

 

REVELAÇÃO de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servos”. [Apocalipse 1:1]

 

Esse Anjo do Senhor Jesus Cristo é esse Profeta Dispensacional que terá de aparecer no tempo final. Apareceu na Bíblia e, por conseguinte, terá de aparecer fisicamente neste tempo final. E no Apocalipse, no capítulo 19, do versículo 9 em diante, diz:

 

E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.

10  E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito da profecia.

 

O Anjo não permitiu que João o adorasse, disse que ele é conservo de João e dos Profetas e dos que retêm o testemunho de Jesus, ele é conservo. E no capítulo 22 do Apocalipse, no versículo 6, diz:

 

“E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer”.

 

O Deus dos espíritos dos Profetas enviou o Seu anjo, o Anjo Mensageiro para o tempo final. E no capítulo 22 do Apocalipse, no versículo 16, diz:

 

Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.

17  E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.

 

Assim vejam como o Senhor disse: “Eu Jesus enviei o meu anjo”. Esse Anjo Mensageiro é um Espírito de Profeta que Deus envia para trazer a revelação divina a Seu povo. No capítulo 3 do Apocalipse, nos versículos 20-22, nos diz:

 

Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.

21  Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.

22  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.

 

Agora vejam que na mesma forma em que o Senhor se sentou no Trono Celestial com o Pai, assim como se sentou à direita de Deus, nessa forma o Senhor sentará ao vencedor no Seu Trono Terreno. Ou seja, que lhe foi outorgado todo o poder no Céu e, por conseguinte, através Dele é que Deus governa toda a Criação.

 

O Trono Celestial é que governa toda a Criação, onde o Senhor está sentado à direita de Deus. Tem todo o poder de Deus. Por isso, em São Mateus nos capítulo 28 nos versículos 16-20, Ele disse: “Todo poder me é dado no Céu e na Terra”. Ou seja, quem se assentar no Trono terá todo o poder do Reino, desse Trono. E Ele disse: “Ao que vencer eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono”.

 

O Trono Terreno do Senhor é o Trono de Davi, aí será assentado o vencedor, esse Anjo do qual a Escritura nos fala aqui e essa bênção lhe corresponde. Ele será um Mensageiro Dispensacional, o Mensageiro da Dispensação do Reino, que será usado Por Deus para o Reino Terreno ser estabelecido na Terra e para assentar-se com o Senhor no Seu Trono no tempo final, como os apóstolos se sentarão em doze tronos também, e os Mensageiros de cada Era também serão assentados em tronos e são os representantes do povo do seu tempo.

 

E, assim, vimos que virá um Profeta como Moisés para a Igreja do Senhor Jesus Cristo e também para o povo hebreu, porque eles têm a promessa da vinda de Elias e da vinda de Moisés, um Profeta como Elias, um Profeta como Moisés, um Profeta Dispensacional, que é a classe de Profeta maior que existe no Reino de Deus.

 

Há somente sete Profetas Dispensacionais, portanto, Moisés foi o quinto, Yeshua ou Jesus foi o sexto, e esse Profeta Dispensacional que virá neste tempo final será o sétimo Profeta Dispensacional e o último Profeta Dispensacional.

 

UM PROFETA COMO MOISÉS”.

 

Se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo como seu Salvador, pode fazer  isso nestes momentos e estaremos orando por você para que Cristo o receba no Seu Reino, o perdoe e o limpe de todo pecado com o Seu Sangue. Para o qual pode passar aqui na frente e estaremos orando por você.

 

E em cada país podem passar aí na frente também, para que fiquem incluídos na oração que estaremos fazendo pelos que receberam Cristo como seu único e suficiente Salvador.

 

 

 

Recordem que estamos no tempo para a Vinda do Senhor, a qual foi representada lá no Monte da Transfiguração, quando lá Jesus foi glorificado e apareceram Moisés e Elias um a cada lado de Jesus, porque essa é a ordem para a Vinda do Senhor com os Seus Anjos, que serão os ministérios de Moisés e de Elias se repetindo neste tempo final.

 

Recordemos que o próprio Senhor disse que “O Filho do Homem virá na glória de Seu Pai com os Seus Anjos; e então pagará a cada um segundo suas obras”. [São Mateus 16:27] Ou seja,  estamos no tempo para a Vinda do Senhor e para a vinda de Elias e de Moisés. O que será a Vinda do Senhor para a Igreja do Senhor Jesus Cristo, será Elias e Moisés para os judeus.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que receberam Cristo como Salvador:

 

Pai Nosso que está nos Céus, bendito o Teu Nome para sempre. Venho a Ti com todas estas pessoas que estão recebendo a Cristo como único e suficiente Salvador em diferentes países. Rogo-Te que as recebas no Teu Reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo, para quem seja a glória e a honra pelos séculos dos séculos. Amém.

 

E, agora, os que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador em diferentes países repitam comigo esta oração:

 

Senhor Jesus Cristo, venho a Ti com todas estas pessoas que estão recebendo-O como único e suficiente Salvador. Rogo-Te que as recebas no Teu Reino. Rogo-Te que as perdoe, as limpe de todo pecado com o Teu Sangue, que as batize com o Espírito Santo e Fogo logo após elas serem batizadas na água no Teu Nome e Te Rogo no Teu Nome Eterno e glorioso, Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Que Deus produza o novo nascimento em vocês logo depois de vocês serem batizados na água no Nome do Senhor Jesus Cristo, para quem seja a glória e a honra pelos séculos dos séculos. Amém.

 

No batismo na água a pessoa se identifica com Cristo em Sua morte, sepultamento e ressurreição. O batismo na água é tipológico, porém, é um mandamento do Senhor Jesus Cristo, para todos aqueles que O recebem como único e suficiente Salvador.

 

E a Escritura diz: “Arrependei-vos e cada um de vós se batize no Nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo”. São palavras de São Pedro, ungido com o Espírito Santo falando essas palavras no capítulo 2 do Livro dos Atos.

 

Portanto, os que receberam Cristo como Salvador podem ser batizados, que Cristo os batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

E continuaremos nos vendo eternamente no Reino do Senhor Jesus Cristo. quando estivermos no Reino Milenar, e também quando estivermos na Ceia das Bodas do Cordeiro. E antes disso, também, na transformação dos nossos corpos, ou na ressurreição se alguém for antes, e no rapto ou no arrebatamento da Igreja e na Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu e, logo depois, no regresso a Terra, para o começo do Reino Milenar os crentes em Cristo com corpos glorificados, portanto, é grande a bênção que nos correspondeu.

 

Que Deus os abençoe e guarde. Deixo com vocês aqui ao Reverendo José Benjamim Pérez para que indique o que terão de dizer, e deixo em cada país ao Ministro correspondente. E nos veremos na sexta-feira e no domingo novamente, se Deus quiser e, possivelmente, por mais alguns domingos e também nas sextas-feiras.

 

Assim estarei com vocês por mais alguns dias, onde espero que Deus nos dê grandes bênçãos nos dias de sexta-feira na introdução e nos dias de domingo na escola bíblica.

 

Que Deus abençoe a todos e os guarde, e que continuem desfrutando uma tarde feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

Orem muito por mim, para que Deus fortaleça minha voz, que a cada dia esteja mais forte e esteja a cada dia em melhores condições para o trabalho que nos resta nesta Terra.

 

Que Deus abençoe e guarde a vocês que estão aqui presentes, a vocês que estão em outras nações e que todos continuem desfrutando uma tarde feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

UM PROFETA COMO MOISÉS “.