MENSAGENS




As Obras de Jesus Cristo no meio do Sua Igreja - introdução

Data: 22/07/2016 Tempo: 00:13:39





 

 

AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DA SUA IGRE

 

William Soto Santiago

Sexta-feira, 22 de Julho de 2016

Bogotá - Colômbia

 

Boa noite, Missionário Dr. Miguel Bermúdez Marín lá em Valência, Venezuela, também ao Ministro Marco Joia, e a sua congregação lá em Valência, Venezuela; e também ao Rev. José Benjamim Pérez e a Igreja lá em Porto Rico e a todos os Ministros e Igrejas em toda a América Latina, na América do Norte e nas demais nações.

 

Que as bênçãos de Cristo o Anjo do Pacto, estejam sobre todos vocês, sobre mim também, nos abra as Escrituras e o entendimento nesta ocasião, para compreendê-las e obtermos o benefício da revelação contida na Escritura, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Leiamos em São João, capítulo 9. Versículo 1 em adiante diz:

 

E, PASSANDO Jesus, viu um homem cego de nascença.

2  E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?

3  Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.

4  Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

5  Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.

6  Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego.

7  E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo.

 

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

O nosso tema para e da introdução para o estudo bíblico do próximo domingo de escola bíblica é: “AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DA SUA IGREJA”.

 

De Era em Era e de Dispensação em Dispensação, a Obra de Deus foi o cumprimento da Palavra prometida para Seu povo, sob a Dispensação correspondente.

 

Por exemplo, a Obra de Deus para o tempo de Moisés foi a Obra do que Deus tinha prometido: que Seu povo seria cativo e escravo em terra estranha por quatrocentos anos, depois Deus os libertaria com mão poderosa. E quando se cumpriu o tempo, chegou o momento para cumprir essa Palavra prometida e, por conseguinte, as obras de Deus seriam manifestadas no meio do povo correspondente para aquele tempo, que era o povo Hebreu, descendente de Abraão.

 

Por isso, chamou a “Moisés” um descendente de Abraão, para por meio dele, realizar a Obra prometida para aquele tempo. A Palavra prometida se fez realidade, a Palavra prometida foi prosperada em tudo aquilo para o qual foi enviada, para ser cumprida no tempo de Moisés.

 

Assim é de Era em Era e de Dispensação em Dispensação: há Palavra prometida para cada Era e há Palavra prometida para cada Dispensação. Essa Palavra prometida vem revelada ao Mensageiro correspondente a cada tempo (seja para uma Era ou para uma Dispensação); ele a capta, a fala, se faz realidade e se realiza a Obra correspondente a esse tempo.

 

Por exemplo, para o tempo de Jesus a Palavra prometida era a Palavra da Vinda do Messias, para efetuar a Obra de Redenção na Cruz do Calvário. Por isso, Cristo estava cumprindo a Palavra prometida para aquela etapa da Igreja sob a Lei, a Igreja do Antigo Pacto, do Antigo Testamento.

 

Era a etapa, a hora mais importante daquela Dispensação da Lei. Era a hora da Vinda do Messias, era a hora messiânica, era a Era Messiânica e, por conseguinte, o Messias tinha de estar ali, para cumprir as profecias messiânicas correspondentes à Primeira Vinda do Senhor. E isso era a Vinda do Anjo do Pacto, do Espírito Santo, do Anjo do Senhor feito carne no meio da Sua Igreja do Antigo Pacto, do Antigo Testamento e aquela Palavra prometida foi prosperada em tudo aquilo para o qual foi enviada.

 

Depois, encontramos que aquela Era foi a Era da Luz, por isso, Cristo disse: “Eu sou a luz do mundo”. (São João, capítulo 8, versículo 12).

 

Encontramos que a Era de Pedra Angular, a Era da Vinda do Senhor é a Era do Dia, é a Era da Luz, a Luz do Messias, o Messias que é a Luz iluminando o entendimento por meio da Palavra prometida para cada etapa e, sobretudo, para essa etapa messiânica da Vinda do Messias. Sempre a Era de Pedra Angular é a Era da Vinda do Messias, é a Era Messiânica.

 

E na Era Messiânica assinalada no capítulo 9 de Daniel, encontramos que essa etapa corresponde à semana setenta da profecia de Daniel e cada semana consta de sete anos.

 

A Semana Messiânica, que consta de sete anos, na primeira parte, a primeira metade foi cumprida na Primeira Vinda de Cristo, a Primeira Vinda do Messias, onde teve Seu ministério de três anos e meio; e na Cruz do Calvário essa semana parou na metade dessa semana profética de sete anos; e resta três anos e meio dessa semana para ser cumprida com o povo Hebreu, o qual corresponde ao tempo da grande tribulação, ao tempo do aperto de Jacó.

 

Pelo qual, para Israel falta uma parte da semana de número setenta, a qual será cumprida neste tempo final e tem de ser a continuação de uma Era Messiânica, a continuação de um ciclo divino do Dia, a continuação da Era de Pedra Angular.

 

Assim como o povo Hebreu teve uma Era de Pedra Angular onde se cumpriram três anos e meio, e faltam três anos e meio, a Igreja do Senhor Jesus Cristo também tem uma Era de Pedra Angular para a Segunda Vinda de Cristo, assim como foi para a Primeira Vinda de Cristo, na qual se cumprirão as promessas divinas feitas à Igreja, para a Vinda do Senhor, para nos dar a fé para sermos transformados e raptados, e nos dar assim a Palavra prometida para o nosso tempo sendo interpretada Por Deus, sendo feita realidade, sendo cumprida Por Deus no tempo final, na etapa final da Igreja do Senhor Jesus Cristo sob o Novo Pacto, sob o Sangue do Novo Pacto, o Sangue de Cristo o nosso Salvador.

 

Portanto, as obras de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja, que foram vistas de Era em Era, neste tempo final, serão vistas na Era de Pedra Angular, as obras que cumprirão as promessas divinas correspondentes a este tempo final, para a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

Assim, Deus põe por obra a Palavra prometida para o nosso tempo. Ele cuida de Sua Palavra para pô-la por obra, para vivificá-la, para fazê-la realidade no meio da Sua Igreja neste tempo final, como aconteceu na Primeira Vinda de Cristo.

 

Portanto, as obras de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja, assim como foram vistas de Era em Era, também serão vistas neste tempo final. Foram vistas essas obras sendo manifestadas pelo Espírito Santo através do Mensageiro de cada Era no meio da Sua Igreja e, por conseguinte, em conjunto com a Sua Igreja vemos as Obras de Deus sendo manifestadas de etapa em etapa, de Era em Era. Assim também será neste tempo final. Assim está prometido e assim terá de acontecer.

 

Tudo está codificado na Palavra profética, a Palavra que está prometida para ser manifestada e Deus pô-la por obra neste tempo final, porque Deus vigia por Sua Palavra para pô-la por obra. Isso é o que faz o cumprimento da Palavra prometida para cada Era e, por conseguinte, no nosso tempo na Era de Pedra Angular.

 

Portanto, as obras de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja neste tempo final são as coisas que Ele prometeu fazer neste tempo final, que serão reveladas ao Mensageiro correspondente ao tempo final da Era da Pedra Angular e serão transmitidas ao povo por meio do Espírito Santo, através desse Mensageiro, para serem feitas uma realidade e utilizar a Sua Igreja em todo o Seu Programa correspondente a este tempo final.

 

É no meio da Sua Igreja sob o Novo Pacto que serão vistas as obras de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja na Era de Pedra Angular correspondente a este tempo final, que é a Era que nos correspondeu no Programa Divino no meio da Sua Igreja.

 

AS OBRAS DO JESUCRISTO NO MEIO DA SUA IGREJA”. Essa foi a introdução para hoje, do tema que corresponde ao tema, para o estudo bíblico do próximo domingo, com a ajuda de Deus.

 

Que continuem passando uma noite feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador, vendo as obras de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja.

 

Que Deus lhes abençoe e lhes guarde e conosco novamente o Rev. Dr. Miguel Bermúdez Marín, se estiver disponível nestes momentos, ou a pessoa correspondente para continuar.

 

Que Deus lhes abençoe e lhes guarde e que continuem desfrutando uma noite feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

“AS OBRAS DO JESUCRISTO EM MEIO DE SUA IGREJA”.