MENSAGENS




O Vencedor se sentando no Trono de Davi

Data: 20/03/2016 Tempo: 01:05:38





 

 

O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI

 

William Soto Santiago

Domingo, 20 de Março de 2016

Monterrey - México

 

 

Bom dia aos amáveis amigos e irmãos aqui presentes e aos que estão em diferentes lugares. Recebam as minhas saudações de todo coração e que as bênçãos de Cristo, o Anjo do Pacto estejam sobre cada um de vocês e nos abra as Escrituras e o entendimento para compreendê-las, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Leiamos em São Mateus capítulo 19, versículos 27-30, onde nos diz da seguinte maneira:

 

Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que receberemos?

28  E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

29  E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.

30  Porém, muitos primeiros serão os derradeiros, e muitos derradeiros serão os primeiros”.

 

E leiamos no Apocalipse capítulo 3, versículos 20-22:

 

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.

21  Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.

22  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.

 

Deus abençoe as nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la. O nosso tema para esta ocasião é: “O VENCEDOR SE SENTANDO NO TRONO DE DAVI”. Jesus Cristo é o herdeiro do Trono de Davi.

 

As palavras do Anjo Gabriel à virgem Maria no capítulo 1 de São Lucas versículos 30-33 são as seguintes:

 

“Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.

31  E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e porás o nome de Jesus.

32  Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;

33  E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

 

Quem prometeu assentar ao vencedor com Ele é o herdeiro do Trono e do Reino de Davi. O Reino de Davi conforme à Escritura é o Reino de Deus na Terra e, por conseguinte, é o Reino de Deus na Terra governando sobre Israel e sobre toda a humanidade que será chamado “Reino de Davi”, porque o Reino de Davi é a representação do Reino Celestial de Deus e, por conseguinte, Deus estará no meio da humanidade governando desde o Trono de Davi que é o único trono sobre a Terra que governará sobre a humanidade para toda a eternidade.

 

Portanto, o herdeiro do Trono de Davi, o qual é Cristo, prometeu aos Seus Apóstolos assentá-los em doze tronos com Ele no Seu Reino e cada Apóstolo permanecerá julgando às doze tribos de Israel e, isso, nos mostra a Teocracia sendo restaurada: Deus governando julgando por meio dos Apóstolos, daqueles que seguiram a Jesus e lhe perguntaram: “O que nós teremos no Teu Reino?” Cristo lhes disse: “Também vos assentareis em doze tronos e julgareis às doze tribos de Israel”. Ou seja, lhes dará uma posição de juízes e de reis no Reino Messiânico.

 

E mais adiante no capítulo 16 de São Mateus, Cristo falava a respeito da Vinda do Filho do Homem, recordemos que quando se fala da Vinda do Filho do Homem está-se falando da Vinda de Deus em Espírito Santo manifestado como Profeta em um Profeta. Sempre que se fala de Filho do Homem está-se falando de um Profeta, por isso, Deus chamou os Seus Profetas de “Filho do Homem”.

 

E no capítulo 16 de São Mateus versículos 26-28, diz:

 

Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?

27  Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.

28  Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino”.

 

E depois, no capítulo 17 (São Mateus) nos versículos 1-5, diz:

 

SEIS dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte,

2  E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.

3  E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

4  E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias.

5  E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E uma voz que saiu da nuvem dizia: Este é o meu amado Filho em quem me comprazo, escutai-o.

 

Cristo no capítulo 16 já lhes havia dito que alguns dos Seus discípulos que estavam ali com Ele, alguns deles não provariam a morte, ou seja, não morreriam até ver a Vinda do Filho do Homem no Seu Reino  E seis dias depois os levou a um monte alto, transfigurou-Se diante deles, o Seu rosto resplandeceu como o sol, porque a Vinda do Senhor, a Vinda do Filho do Homem para o tempo final é como o Sol de Justiça. “Porque aos que temeis o meu nome nascerá o Sol de Justiça e em Suas Asas trará salvação” Malaquias capítulo 4, versículo 2.

 

E ali no Monte da Transmissão Jesus Cristo estava mostrando aos Seus discípulos a Ordem da Sua Vinda para o tempo final. Ou seja, era uma visão em que Cristo estava mostrando ali como será a Vinda do Filho do Homem para o Último Dia.

 

Em São Mateus capítulo 24, também nos fala da Vinda do Filho do Homem e nos diz que será num tempo como o de Noé e um tempo como o de Ló, ou seja, um tempo como os dias de Sodoma e de Gomorra, e um tempo como os dias dos antediluvianos, onde houve um Profeta chamado “Noé” e nos dias antes do dilúvio, quando ele tinha a revelação divina do que aconteceria naquele tempo: um grande dilúvio que destruiria a humanidade. E Deus lhe deu a revelação do que tinha de fazer para salvar a sua vida e a vida dos que com ele estariam e foi a construção da Arca, a qual conhecemos como a “Arca de Noé”.

 

Para o tempo de Ló também houve um Profeta chamado “Abraão”, um Profeta Dispensacional como Noé também era um Profeta Dispensacional. Um Profeta Dispensacional é maior que um Profeta de uma etapa ou Era do Judaísmo ou do Cristianismo, porque um Profeta Dispensacional cobre toda a Dispensação.

 

Por exemplo, Moisés cobriu a Dispensação da Lei, foi o Profeta que trouxe essa Dispensação por meio do Espírito de Deus e Jesus cobriu a Dispensação da Graça. A Dispensação do Reino é para este tempo final, para o qual Deus trará um Mensageiro Dispensacional.

 

Assim, sabendo que o tempo para a Vinda do Filho do Homem será como os dias de Noé e como os dias de Ló, e nós vendo que estamos vivendo num tempo como aqueles tempos passados, temos de levantar as nossas cabeças ao Céu, a Deus, esperando com os nossos olhos espirituais bem abertos, para que não nos passe despercebida a Vinda do Filho do Homem que está prometida para este tempo final.

 

Em São Mateus capítulo 24, versículo 27, diz:

 

Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem”.

 

Ou seja, nós temos a advertência para que estejamos preparados para a Vinda do Filho do Homem. E também diz nos versículos 30 e 31:

 

30  Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

31  E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus”.

 

Os escolhidos que serão chamados no tempo final, logo depois de ter sido chamado cada escolhido do Novo Pacto que completaria a Sua Igreja no tempo final, mais adiante virá o chamado para os judeus, para doze mil de cada tribo de Israel, para o qual enviará os Seus Anjos.

 

Os Seus Anjos são as Duas Oliveiras de Zacarias, capítulo 4 versículos 11-14 e do Apocalipse capítulo 11 versículos 1-11, os quais são os ministérios de Moisés e Elias que virão manifestados para chamar e ajuntar aos judeus escolhidos, que serão cento e quarenta e quatro mil judeus, doze mil de cada tribo.

 

Esses são os Anjos, dos quais Cristo falou também na parábola do trigo e do joio, os quais são enviados para o tempo da colheita, para reunir, recolher o trigo, os filhos e filhas de Deus representado no trigo. E são os mesmos Anjos que estarão encarregados da pesca milagrosa, onde a rede é lançada nas águas e depois trazida onde se recolhe o bom em cestos, e o ruim se joga fora. Jesus Cristo o nosso Salvador disse: “Assim será no fim do século” (ou fim do mundo).

 

Vejamos no capítulo 13 de São Mateus, versículos 47-50, e diz:

 

Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes.

48  E, estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora.

49  Assim será na consumação dos séculos: virão os anjos, e separarão os maus de entre os justos,

50  E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes”.

 

Ou seja, para o tempo final haverá um recolhimento dos peixes bons que são os filhos e filhas de Deus. Recordem que Cristo disse aos Seus discípulos: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens”. [São Mateus 4:19]. Ou seja, os peixes estão representando seres humanos como o trigo também está representando seres humanos, também o joio está representando seres humanos e os peixes ruins estão representando seres humanos também, como também as árvores representam pessoas.

 

As Duas Oliveiras representam os Dois Ungidos que estarão no tempo final, os ministérios de Moisés e Elias se repetindo neste tempo final, ou seja, haverá um Elias, haverá um Moisés, isso é o que a Escritura nos mostra e estes são Anjos do Filho do Homem que estarão encarregados desse trabalho correspondente a este tempo final.

 

E neste tempo final Cristo recolherá os Seus escolhidos: ressuscitará aos que morreram em corpos eternos, imortais, glorificados e jovens para toda a eternidade e aos que estivermos vivos nesse tempo seremos transformados, seremos jovens novamente, mas com corpos imortais semelhantes ao corpo glorificado que Jesus Cristo o nosso Salvador tem, e que está tão jovem como quando subiu ao Céu. Ele não tem envelhecido.

 

Assim é o corpo novo que Cristo tem para todos aqueles que O receberam como Salvador e que estão no Corpo Místico de Cristo, os quais estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu. Essas pessoas comeram da Árvore da Vida. A Árvore da Vida é Cristo e, por isso, Ele também é o Pão de vida eterna, o qual disse: “Quem come deste pão, viverá eternamente”. Disse: “Eu sou o Pão da Vida”. [São João 6:51].

 

E nos perguntamos: se nós pudéssemos estar no Jardim do Éden antes da queda teríamos comido da Árvore da Vida? Desejaríamos ter comido da Árvore da Vida?  Claro que sim, pois a Árvore da Vida está no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, a qual é Cristo o nosso Salvador. Por isso, Cristo disse que quem crê Nele como a Escritura diz viverá eternamente, não verá a segunda morte, mas viverá eternamente no Reino de Deus, e viverá com um corpo eterno, jovem e glorificado.

 

Essa é o tipo de corpo que eu necessito, pois já com setenta e cinco anos que tenho (para setenta e seis no próximo dia quatorze de junho), vejo que necessito esse novo corpo, o qual desejo e que Ele prometeu para mim, e para quem mais? Para cada um de vocês também.

 

E isso será sendo restaurados à vida eterna, da qual Adão e Eva caíram a milhares de anos atrás. Todos nós temos a oportunidade e a promessa de uma vida eterna num corpo eterno, jovem, imortal, glorificado semelhante ao corpo glorificado que Jesus Cristo o nosso Salvador tem. Para isso foi que Ele veio e morreu por nós na Cruz do Calvário: para que nós possamos viver eternamente no Seu Reino.

 

Cristo quando ressuscitou subiu ao Céu e se sentou à direita de Deus, ou seja, que todo o poder foi dado a Cristo no Céu. Por isso, no capítulo 28 de São Mateus, versículos 16-20, Cristo disse a Seus discípulos antes de ir: “Todo poder me é dado no Céu e na Terra”. Ou seja, Cristo tem todo o poder e Deus atua em todo o Seu Reino através de Cristo.

 

Cristo havia dito que Ele se sentaria no Trono à direita de Deus no Trono de Deus, no capítulo 26 de São Mateus, versículos 63-64:

 

Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.

64  Disse-lhe Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Poder, e vindo sobre as nuvens do céu”.

 

Ou seja, Cristo estava dando a conhecer que será colocado à direita de Deus, que se assentará à direita de Deus. Cristo conhecia como seria o Programa e a Escritura nos diz que Cristo está sentado no Trono de Deus, à direita de Deus. Todo o poder de Deus é manifestado através de Cristo.

 

Agora, vejamos o que Cristo no meio da Sua Igreja disse, porque Cristo está na Sua Igreja desde o dia de Pentecostes. Ele disse: “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”. (São Mateus, capítulo 28, versículo 20). E em São Mateus capítulo 18, versículo 20, disse: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí eu estarei”. Cristo em Espírito Santo está na Sua Igreja desde o dia de Pentecostes e esteve falando por meio dos Seus diferentes Mensageiros que Ele enviou à Sua Igreja.

 

E vejamos Cristo em Espírito Santo no Apocalipse capítulo 3, versículos 20-22 nos dizendo:

 

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei em sua casa e com ele cearei e ele comigo.

21  Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.

22  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas “.

 

Cristo estava dizendo que Ele venceu e se sentou com Seu Pai no Trono Celestial, no Trono de Deus. E assim como Cristo venceu e se sentou no Trono de Deus, Ele dará ao Vencedor que se assente com Ele no Seu Trono. O Trono de Deus está no Céu, Cristo está sentado lá no Trono Celestial.

 

Estevão O viu sentado no Trono de Deus, também São Paulo o mostrou sentado no Trono de Deus, mas há um Trono que está vazio: o Trono de Davi, o Trono terreno de Deus. É esse o Trono do qual Cristo é herdeiro aqui na Terra, conforme as palavras de promessas da parte de Deus ao rei Davi e as palavras de promessas dadas pelo Anjo Gabriel à virgem Maria quando falou de Jesus e disse que Deus lhe dará o Trono de Davi e que reinará sobre Israel para sempre.

 

Esse Trono será posto em funcionamento muito em breve. Desde esse Trono é que Deus por meio do Messias-Príncipe governará sobre este planeta Terra. E nesse Trono é que Cristo prometeu assentar ao Vencedor no tempo final, para a restauração do Reino de Davi ao povo hebreu, Reino que crescerá e cobrirá todo o planeta Terra. Ou seja, todo o planeta Terra, todas as nações serão governadas pelo Reino de Davi, serão incluídas e estarão dentro desse Reino como parte desse Reino e o Trono estará em Jerusalém. É o Trono de Davi, o Reino será chamado também “Reino de Davi” e, por conseguinte, haverá um “Davi”, o Messias-Príncipe que governará sobre Israel e sobre todas as nações.

 

Ele disse: “E eu lhe concederei (ao vencedor) que se assente comigo no meu Trono. Assim (ou seja, da mesma forma), assim como eu venci e me sentei com meu Pai em Seu Trono”.

 

Haverá um vencedor e com ele o grupo de crentes do tempo final e de todas as Eras no Reino de Davi governando sobre o planeta Terra. A Escritura diz que os Santos julgarão ao mundo, ou seja, tão simples assim: os crentes em Cristo que formam a Igreja do Senhor Jesus Cristo terão o Poder Judiciário. Eles serão juízes com o Messias-Príncipe, porque o Reino do Messias será completo: terá o Poder Judiciário, terá o Poder Espiritual ou Religioso, e terá o Poder Político também.

 

E, por conseguinte, haverá um Gabinete de Governo para dirigir todos os negócios desse Reino que é o Reino de Deus que será estabelecido no planeta Terra. E aí será quando a humanidade terá a paz permanente e felicidade. Nesse Reino as pessoas serão tão amáveis, tão dóceis, tão amistosas que não estarão brigando umas com as outras e as nações estarão em paz, a tal grau que até os animais, o leão e o cordeiro, o leão, a onça e o carneirinho poderão comer juntos sem uns causar danos aos outros.

 

Será um Reino de Paz entre os seres humanos, também entre os animais e também será um Reino de Paz para o meio ambiente, porque já não destruirão mais os ecossistemas do planeta, mas tratarão bem ao planeta Terra. Portanto, desde o profundo do nosso coração desejamos que em breve seja estabelecido o Reino do Messias neste planeta Terra. Esse é o único que trará a paz para Israel e para todas as nações, porque o único que pode trazer a paz é o Príncipe de Paz, o Messias, o Cristo o qual é herdeiro do planeta Terra, é herdeiro do Reino de Davi, é herdeiro do Trono de Davi.

 

Portanto, a nossa oração é que em breve chegue o momento de felicidade para os crentes em Cristo, para o bem de toda a humanidade e do planeta Terra. Oramos para que brevemente apareça o Vencedor que se assentará com Cristo no Trono de Davi e que Cristo atue e traga todas as bênçãos que Ele prometeu para os crentes Nele.

 

Sabemos que para o tempo final Alguém se assentará com Cristo no Seu Trono, porque foi Cristo quem disse: “Ao que vencer eu lhe concederei que se assente comigo no meu Trono, assim como eu venci e me sentei com meu Pai no Seu Trono”. Da mesma forma que o Pai fez assentando Jesus Cristo no Seu Trono Celestial, Cristo o fará com o Vencedor do Último Dia assentando-o no Seu Trono terreno.

 

E vejamos aqui o que nos diz no capítulo 2 do Apocalipse, versículo 17:

 

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe”.

 

Será dada ao Vencedor uma pedra branca e nela um novo nome. E no mesmo capítulo 2, versículos 26-29, diz:

 

“E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações;

27  E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai”.

 

Ou seja, a autoridade que Cristo recebeu do Pai ao assentar-se no Trono Celestial, do mesmo modo Deus, Cristo dará autoridade ao Vencedor.

 

28  E dar-lhe-ei a estrela da manhã”.

 

Dará ao Vencedor a Estrela da Manhã. Não é que lhe dará um planeta, mas a Estrela da Manhã que é o próprio Cristo em Espírito Santo no meio da Sua Igreja. Ou seja, lhe dará o Espírito Santo e ele terá o Espírito de Deus, o Espírito de Cristo Nele, para o Espírito de Cristo usá-lo no Programa Divino do Reino de Deus, para bênção dos seres humanos.

 

29  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.

 

E no capítulo 3 do Apocalipse, versículo 12, diz:

 

A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome”.

 

Ou seja, que escreverá sobre o Vencedor o Nome de Deus, o Nome da Cidade do nosso Deus e o Nome Novo do Senhor Jesus Cristo. Milhões de seres humanos desejaram conhecer o Nome Novo do Senhor Jesus Cristo. Cristo o escreverá sobre o Vencedor e escreverá o Nome de Deus sobre o Vencedor, e escreverá o Nome da Cidade do nosso Deus sobre o Vencedor:

 

Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”. [Apocalipse 3:21].

 

Esse que se assentará com Cristo no Trono de Davi será sobre Quem Ele escreverá o Seu Nome Novo, o Nome de Deus, o Nome da Cidade do Nosso Deus e lhe dará autoridade sobre as nações e as regerá com vara de ferro. Ou seja, há uma grande bênção, é a bênção que a mãe de Tiago e do Apóstolo João queria para os seus filhos: que Cristo no Seu Reino, no Reino do Messias, no Reino de Davi que será restaurado, assentasse os seus filhos um de cada lado e eles seriam a mão direita e a mão direita de Cristo no Reino. Melhor dizendo: tudo o que Cristo faria, o faria através deles, assim como José o filho de Jacó era a pessoa encarregada da administração do reino do Faraó lá no Egito.

 

Na parábola dos servos, a Escritura diz no capítulo 24 de São Mateus, versículos 42-47, diz:

 

“Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.

43  Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.

44  Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis.

45  Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo?

46  Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.

47  Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens”.

 

Nós tivemos diferentes Mensageiros ao longo das diferentes etapas do Cristianismo, os quais estiveram alimentando espiritualmente a alma das pessoas com a Palavra do Senhor, dando o alimento à tempo aos crentes.

 

“Quem é, pois, o servo fiel e prudente que o seu senhor constituiu sobre a sua casa? Recordem de que a Casa é a Igreja do Senhor Jesus Cristo, essa é a Casa de Deus sob o Novo Pacto, essa é a Família de Deus... para dar o sustento a seu tempo?

Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.

 

O achará na Casa de Deus, na Igreja, no Cristianismo o servo fiel e prudente que estará dando o alimento espiritual à  tempo: a Palavra correspondente, a Mensagem Final de Deus para todos os crentes em Cristo, para que obtenham a fé para eles serem transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro. Esse será o servo fiel e prudente ao qual o Senhor porá sobre a Sua Casa, ao qual o Senhor porá sobre todos os Seus bens, ao qual o Senhor assentará com Ele no Seu Trono. Tão simples assim.

 

Ou seja, a sua obra, o seu trabalho continuará para o Reino Milenar de Cristo com o grupo de escolhidos do Último Dia, que estarão à cabeça no Reino do Messias no tempo final. Estamos no tempo mais glorioso de todos os tempos, no tempo em que os Profetas do Antigo Testamento e também os Apóstolos desejaram viver. Vocês viram que a mãe de Tiago e João queria uma bênção que correspondia a este tempo final, portanto, este o tempo mais glorioso para se viver.

 

Até mesmo com todos os problemas que há nas nações, no meio ambiente e na parte econômica, e mesmo assim, com todos esses problemas, este é o melhor tempo de todos os tempos e nos correspondeu sem que nós tenhamos escolhido.

 

Agora, vendo tantas promessas divinas que há para os crentes em Cristo, que serão cumpridas em cada crente, nos faz pensar que o único caminho é Cristo, o único caminho onde tem promessas de vida eterna, onde há promessas de felicidade, onde há promessas de um corpo eterno, novo e jovem para toda a eternidade, e onde encontraremos a Deus; pois Cristo disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; e ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (São João, capítulo 14, versículo 6).

 

Não há outro caminho, não há outra forma para alcançarmos o que a nossa alma necessita. A alma do ser humano deseja a vida eterna, a alma do ser humano deseja a felicidade, a alma do ser humano deseja a paz e tudo isso nós encontramos em Jesus Cristo.

 

Fora de Cristo não existe futuro. Fora de Cristo o que a pessoa tem é uma vida temporária, que nem sequer sabe quando lhe terminará, e que em muitos casos é uma vida difícil cheia de problemas físicos, na medida em que os anos passam algumas vezes até afeta a saúde de algumas pessoas, mas essa é uma vida que nós temos e pela qual temos de passar, para utilizarmos o livre-arbítrio que Deus nos deu para despertarmos à realidade e para nós recebermos Cristo como o nosso único e suficiente Salvador.

 

O propósito de Deus para conosco aqui na Terra é que recebamos a vida eterna por meio de Cristo o nosso Salvador, que Cristo com o Seu Sangue nos limpe de todo pecado ao recebê-Lo como o nosso único e suficiente Salvador, e asseguremos o nosso futuro eterno com Cristo no Seu Reino. Esse é o propósito da nossa vida aqui na Terra e não podemos perder essa oportunidade que Deus nos deu de confirmarmos o nosso lugar na vida eterna com Cristo o nosso Salvador.

 

Depois desta vida terrena não há oportunidade para se receber a Cristo como Salvador se não O recebermos enquanto vivemos nesta vida terrena.

 

Portanto, se houver alguma pessoa que ainda não tenha recebido Cristo como Salvador, pode fazer isso nestes momentos e estaremos orando por você para que Cristo lhe receba no Seu Reino, lhe perdoe, lhe limpe de todo pecado com o Seu Sangue, lhe batize com o Espírito Santo e Fogo logo depois de ser batizada na água no Seu Nome, e assim assegure o seu futuro eterno com Cristo no Seu Reino eterno.

 

Todos nós queremos estar no Reino do Messias, nesse Reino Milenar que será estabelecido no planeta Terra. E ali nós conheceremos também e nos recordaremos de que nos reuníamos e falávamos destes temas e ali os veremos materializados e diremos: “Verdadeiramente, assim como escutávamos, assim está sucedendo no Reino do Messias”.

 

É para nos dar a vida eterna que Deus nos enviou para vivermos neste planeta Terra, e nos deu a conhecer o Evangelho de Cristo, para que todos nós possamos conhecer a forma de entrar na vida eterna e assegurarmos assim o nosso futuro eterno com Cristo no Seu Reino eterno.

 

Podem passar até aqui na frente todos os que ainda não receberam Cristo para recebê-Lo, e estaremos orando por você. E em outros países também podem chegar aos Pés de Cristo o nosso Salvador.

 

As crianças de dez anos em diante também podem vir aos Pés de Cristo, para que Cristo as receba no Seu Reino. Cristo disse: “Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus”. [São Mateus 19:14].

 

Deus tem muitas pessoas aqui em Novo Leão e em todas as Cidades da República Mexicana, e está chamando-as neste tempo final, tem muitas pessoas em toda a América Latina, na América do Norte também e em todos os países, e está chamando-as neste tempo final. Ou seja, Deus está fazendo uma colheita de almas para o Reino de Deus.

 

Ao vivermos nesta Terra nos dá a oportunidade de fazermos contato com a vida eterna através de Cristo, para assegurarmos o nosso futuro eterno no Reino de Cristo.

 

Podem continuar chegando aos Pés de Cristo o nosso Salvador também nos diferentes países, para que Cristo lhes receba no Seu Reino, lhes perdoe, lhes limpe de todo pecado com o Seu Sangue, lhes batize com o Espírito Santo e Fogo e produza o novo nascimento em vocês.

 

Se não existisse a oportunidade de obter a vida eterna, então, para o ser humano a vida não teria sentido, não teria sentido viver por cinquenta ou cem anos aqui na Terra e, depois, morrer e deixar de existir para sempre, mas a vida tem sentido sim.

 

A vida terrena que recebemos é para que nós tenhamos a oportunidade de receber a vida eterna por meio de Cristo o nosso Salvador. E essa mesma oportunidade a tem o pobre e o rico, o jovem e o ancião, a criança e o adulto, todos nós temos a mesma oportunidade de receber a vida eterna.

 

A vida terrena como todos nós podemos ver, nos escapa na medida em que se passam os anos e nós precisamos ter uma vida que não nos escape e isso é a vida eterna, a vida eterna que unicamente Jesus Cristo o nosso Salvador pode nos dar. Por isso é que todo ser humano necessita de Cristo para poder obter a vida eterna. Quando a Luz do Evangelho ilumina o nosso entendimento, a nossa alma aí podemos descobrir que necessitamos de Cristo o nosso Salvador.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo o nosso Salvador. Com nossos rostos inclinados e nossos olhos fechados, todos os que estão aqui presentes e os que estão em outras nações:

 

Pai Celestial eu venho a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo com todas as pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Rogo-Te que as recebas no Teu Reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E agora repitam comigo esta oração que estarei fazendo por cada um de vocês que vieram aos Pés de Cristo nestes momentos:

 

Senhor Jesus Cristo, eu escutei a pregação do Teu Evangelho e a Tua fé nasceu em minha alma, em meu coração.

Creio em Ti com toda a minha alma e creio na Tua Primeira Vinda. Creio no Teu Nome como o único nome debaixo do Céu, dado aos homens, em que podemos ser salvos e creio na Tua morte na Cruz do Calvário como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados. Reconheço que sou pecador e necessito um Salvador.

 

Dou testemunho público da Tua fé em mim, e Te recebo como meu único e suficiente Salvador. Rogo-Te que perdoes os meus pecados que me limpes de todo pecado com o Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo logo após eu ser batizado na água no Teu Nome, e que produzas o novo nascimento em mim. Eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

Agora, os que vieram aos Pés de Cristo me perguntarão: “Quando podem me batizar?” Porquanto vocês creram em Cristo de todo coração, todos podem ser batizados na água no Nome do Senhor Jesus Cristo, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

O batismo na água não tira os pecados, a água não tem poder para tirar os pecados, o Sangue de Cristo é o que nos limpa de todo pecado, mas o batismo na água é um mandamento do Senhor Jesus Cristo no qual nós nos identificamos com Cristo na Sua morte, no Seu sepultamento e na Sua ressurreição.

 

Por isso é tão importante o batismo na água no Nome do Senhor Jesus Cristo, por isso, é um mandamento do Senhor Jesus Cristo que esteve sendo obedecido desde o tempo dos Apóstolos até o nosso tempo, e o próprio Jesus Cristo foi batizado por João o Batista. Ou seja, o batismo na água é parte do Programa Divino para os crentes em Cristo.

 

Portanto, vocês podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, que produza o novo nascimento em vocês e continuaremos nos vendo eternamente no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Que Deus lhes abençoe, lhes guarde, que mantenham o tema em suas mentes: “O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI”. Esse foi o tema do nosso estudo bíblico de hoje domingo de estudo bíblico. Que Deus lhes abençoe e lhes guarde. E continuem desfrutando uma tarde feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

Deixo com vocês ao Ministro aqui presente o Rev. Epifânio e em cada país deixo ao Ministro correspondente, para que lhes indique como fazer para se batizarem na água no Nome do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

 

Que Deus lhes abençoe e guarde a todos. Na Sexta-feira Santa, teremos atividade a partir das duas horas da tarde, e serão transmitidas. E no domingo de ressurreição também com a ajuda de Deus.

 

Orem muito pelas atividades da Sexta-feira Santa e do domingo. Na Sexta-feira Santa a partir das duas horas da tarde e no domingo pela manhã estarei com vocês através da transmissão.

 

Que Deus lhes abençoe, e até na próxima sexta-feira e no domingo.

 

Jesus Cristo disse da Santa Ceia: “Fazei isto em memória de mim”. E no domingo teremos também a Santa Ceia em memória de Cristo e do Seu Sacrifico na Cruz do Calvário.

 

“O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI”.