MENSAGENS





Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 54

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 121

O Vencedor se sentando no Trono de Davi - Introdução

Data: 17/03/2016 Tempo: 00:57:08





 

 

O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI

 

William Soto Santiago

Quinta-feira, 17 de Março de 2016

Villa Juarez - México

 

Boa noite amados amigos e irmãos aqui presentes e aos que estão em outras nações, Ministros, Congregações e Irmãos reunidos para a introdução ao estudo bíblico: “O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI”. Uma saudação muito especial para o Missionário Dr. Miguel Bermúdez Marín, e para todos os Ministros em todos os países.

 

Para esta ocasião temos a leitura do Livro do Apocalipse capítulo 3, versículos 20-22, que diz da seguinte maneira:

 

Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.

21  Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.

22  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.

 

Que Deus abençoe as nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

O VENCEDOR SE SENTANDO NO TRONO DE DAVI”.

 

Esta Escritura onde Cristo prometeu pelo Seu Espírito assentar ao Vencedor com Ele no Seu Trono, nos mostra que Ele o fará assim como Deus o Pai O assentou no Seu Trono Celestial. Por isso é que Cristo depois de ressuscitado e de se despedir dos Seus discípulos nos disse da seguinte maneira e vamos ler no capítulo 28 de São Mateus, versículos 16-20:

 

E os onze discípulos partiram para a Galileia, para o monte que Jesus lhes tinha designado.

17  E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.

18  E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.

19  Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

20  Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.

 

Esta Escritura nos mostra que todo o poder lhe foi dado no Céu e na Terra, isto é, porque ressuscitou como Ele havia dito, subiu ao Céu e se assentou à direita de Deus no Trono de Deus e quem está no Trono é quem tem o poder. Isto cumpriu a Escritura de São Mateus capítulo 26, versículos 63 e 64, quando Jesus disse ao Sumo Sacerdote lá na reunião do Conselho do Sinédrio, onde estavam julgando-O:

 

Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.

64  Disse-lhe Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Poder, e vindo sobre as nuvens do céu“.

 

Isso se cumpriu quando Cristo morreu, ressuscitou, depois subiu ao Céu e aí lhe foi outorgado todo o poder no Céu e na Terra. Por isso todo poder foi outorgado a Cristo, por meio de quem Deus criou todas as coisas. Ele disse: “Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós”. [São João 14:18]. Como viria? Em Espírito Santo. “Eu estarei convosco todos os dias até o fim do mundo”. [São Mateus 28:20].

 

E no Livro do Apocalipse encontramos que Cristo em Espírito Santo esteve falando à Sua Igreja por meio dos diferentes Mensageiros que Ele enviou. Isso é o que o Espírito falou à Sua Igreja de Era em Era, lhes dando o alimento espiritual do Maná escondido, a revelação de Cristo correspondente a cada Era.

 

Essa revelação, esse Maná escondido estava no Lugar Santíssimo dentro da Arca do Pacto e de Era em Era é dada a porção à Sua Igreja por meio de cada Mensageiro no qual o Espírito Santo está manifestado para Se revelar à Sua Igreja, e de Era em Era abrir cada etapa da Sua Igreja.

 

O Reino de Deus veio subindo desde o tempo dos Apóstolos, desde a primeira Era da Igreja com São Paulo, a segunda Era com o próximo Mensageiro entre os gentios e assim esse Monte de Deus foi crescendo, subindo, esse Templo de Deus, a Igreja do Senhor Jesus Cristo, esse Reino de Deus que cresceria essa Pedra que cresceria e que se tornaria um grande Monte, um grande Reino: o Reino de Deus, para ser estabelecido na Terra no tempo final, para tirar o reino dos gentios e estabelecer o Reino de Deus na Terra.

 

O Reino de Deus na Terra assim como o Reino Celestial de Deus tem o Trono onde Deus está e onde Cristo foi colocado para governar no Céu e na Terra. O Reino terreno de Deus é o Reino de Davi e o Trono terreno de Deus é o Trono de Davi, como a Escritura nos mostra no Livro de Crônicas e também no Livro dos Reis onde nos fala desse Reino de Deus, que é o Reino de Davi, porque Deus estabeleceria o Seu Reino aqui na Terra.

 

Por isso, falando de Israel disse: “E vós me sereis um reino sacerdotal”. [Êxodo 19:6]. Isso foi sob o Pacto de Deus lá, dado através do Profeta Moisés no Monte Sinai e, agora, sob o Novo Pacto a Igreja é que tem os Sacerdotes: um reino de Sacerdotes, os quais são os redimidos pelo Sangue de Cristo o nosso Salvador.

 

E Jesus segundo a carne sendo descendente do rei Davi é o herdeiro desse Reino de Deus. Quando o Anjo Gabriel apareceu à virgem Maria depois de ter aparecido ao Sacerdote Zacarias no capítulo 1 de São Lucas, de lhe dar a notícia de que teria um filho e seu nome seria João, que lhe pusesse por nome João, e que ele viria diante do Senhor preparando-Lhe o caminho, seis meses depois apareceu à virgem Maria lá em Nazaré. Em São Lucas capítulo 1, nos versículos 26-33, nos diz:

 

“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré,

27  A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.

28  E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.

29  E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta.

30  Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.

31  E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e porás o nome de Jesus.

32  Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;

33  E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

 

Aqui está a promessa Daquele que se assentará no Trono terreno de Deus, o herdeiro do Trono terreno de Deus e do Reino terreno de Deus. É o Reino de Davi e o Trono de Davi de onde se governará este planeta Terra, de onde se reinará sobre o povo Hebreu e sobre todas as nações.

 

Isso concorda com Ezequiel capítulo 37, onde o Reino de Deus e Trono de Deus serão restaurados, o Reino de Davi e Trono de Davi onde Davi se assentará e reinará sobre Israel e sobre todas as nações. Essa é uma grande promessa para o povo Hebreu e para toda a humanidade.

 

É Palavra de Deus que tem de se materializar no tempo final para trazer à existência o Reino do Messias, o Reino de Deus na Terra que é chamado “Reino de Davi” e “Trono de Davi”, sobre o qual o Messias-Príncipe governará sobre Israel e sobre todas as nações.

 

E assim como o Pai assentou Jesus no Seu Trono Celestial, Cristo disse: ”Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”. Da mesma forma em que o Pai Celestial Deus fez com Jesus assentando-O no Trono Celestial, Cristo fará com o Vencedor que estará na Casa de Deus, na Família de Deus do Novo Pacto e estará na etapa mais importante, assim como Jesus esteve na etapa mais importante com o povo e no meio do povo do Pacto Antigo, no Velho Testamento (como usualmente é chamado no meio do Cristianismo).

 

Agora no meio do Novo Pacto, no qual está a Igreja do Senhor Jesus Cristo, todos os crentes em Cristo, o Espírito Santo, Cristo em Espírito Santo esteve falando à Sua Igreja de Era em Era, falando no Seu Templo Espiritual, na Casa de Deus do Novo Pacto, na Família de Deus como está mencionado em Hebreus no capítulo 3, versículo 1:

 

Por isso, irmãos santos, participantes da vocação celestial, considerai a Jesus Cristo, apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão”.

 

Cristo é o Sumo Sacerdote da Igreja e no meio da Igreja os crentes em Cristo são um povo de Sacerdotes. E do meio desse povo de Sacerdotes é que no Último Dia Cristo assentará ao Vencedor no Seu Trono, no Trono do Reino terreno de Deus, no Trono de Davi e no Reino de Davi restaurado sob o Novo Pacto.

 

E será paralelo em tudo: será na Era Messiânica que é Era de Pedra Angular, como na Primeira Vinda de Cristo em Seu ministério estava-se vivendo na Era de Pedra Angular. Não foi João o Batista o Mensageiro precursor que se sentou no Trono Celestial de Deus, mas Aquele a quem João o Batista precursou ao qual João Batista lhe preparou o caminho.

 

E para o Último Dia já veio o precursor da Segunda Vinda de Cristo, o precursor Daquele no qual Cristo em Espírito Santo estará, assim como esteve em cada Mensageiro, assim como esteve nos Apóstolos e esteve falando por meio de cada Mensageiro, Cristo em Espírito Santo falando a Sua Palavra e acrescentando na Sua Igreja os que estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu, acrescentando na Sua Igreja os que hão de ser salvos em cada Era, até que no Último Dia ao se chegar à Era de Pedra Angular será paralelo à Primeira Vinda de Cristo, para efetuar a Obra de Reclamação de tudo o que Ele redimiu com o Seu Sangue precioso.

 

Recordem que Cristo é o Sumo Sacerdote do Templo Celestial segundo a Ordem de Melquisedeque, dessa Ordem Celestial. E os Mensageiros de cada etapa da Igreja também são Sacerdotes dessa Ordem de Melquisedeque, porém, Cristo é o Sumo Sacerdote dessa Ordem Celestial.

 

Estes Sacerdotes, Ministros, Mensageiros estiveram trazendo a Arca do Pacto, a Cristo, a Palavra de Era em Era no Templo Espiritual de Cristo, na parte do Lugar Santo, passando pelo Lugar Santo nos ombros destes Mensageiros, até chegar ao Lugar Santíssimo que é o lugar de repouso para a Arca de Deus, que é o lugar de repouso para Cristo que esteve na Sua Igreja em Espírito Santo desde o dia de Pentecostes e falando à Sua Igreja por meio de cada Anjo Mensageiro.

 

E no tempo final se chega à Era de Pedra Angular que corresponde ao Lugar Santíssimo desse Templo Espiritual, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo e é o lugar mais importante, é o lugar de repouso para Cristo, a Arca de Deus do Novo Pacto onde Cristo estará manifestado no Mensageiro dessa Era de Pedra Angular.

 

E, porquanto, a Era de Pedra Angular é a Era do Trono do Corpo Místico de Cristo, aí assentará ao Mensageiro dessa etapa, dessa Era com Ele, Se manifestará por meio dele e o Espírito Santo, Cristo em Espírito Santo nos falará tudo o que nos dará a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Ou seja, o assentará com Ele no Lugar Santíssimo que é o Trono de Deus, como era lá no Tabernáculo que Moisés construiu e no Templo que o rei Salomão construiu. Quando o Templo foi dedicado, o Anjo do Pacto na Coluna de Fogo, o Espírito Santo veio e morou no meio dos Dois Querubins de Ouro sobre o Propiciatório, porque esse Propiciatório que era a tampa da Arca do Pacto era o Trono de Deus no Tabernáculo em que a Arca do Pacto foi colocada dentro do Lugar Santíssimo. Aí Deus morava na Coluna de Fogo.

 

O Sumo Sacerdote quando entrava via a Coluna de Fogo ali, e dali falava com o Sumo Sacerdote, como falava com Moisés quando construiu o Tabernáculo no meio do povo Hebreu e somente o Sumo Sacerdote podia entrar no Lugar Santíssimo. E assim era no tempo do rei Salomão também no Templo que foi construído lá em Jerusalém e, assim, é no Templo do Novo Pacto que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

Para o ministério correspondente à Casa de Deus no Templo Espiritual de Cristo no Último Dia será um ministério de Sumo Sacerdote segundo a Ordem de Melquisedeque, em quem Cristo operará no Último Dia e nos dará o Maná escondido, a Palavra escondida, a revelação de Cristo correspondente à Era de Pedra Angular, correspondente à Era do Trono de Cristo na Sua Igreja.

 

Recordem que a Era do Trono de Cristo é a Era de Pedra Angular, é paralela ao tempo da Primeira Vinda de Cristo e, por conseguinte, aí estará Aquele que se assentará com Cristo no Seu Trono terreno, do mesmo modo como Cristo se assentou no Trono Celestial à direita de Deus. E o Vencedor, o Mensageiro Vencedor do Último Dia se assentará à direita de Cristo, correspondente à Era de Pedra Angular. Essa era a bênção que Tiago e João buscavam, eles queriam algo bom.

 

E nós sempre queremos o melhor no Reino de Deus e era o lugar muito importante. Eles não se conformaram com um trono que Deus tem para cada um, quando lhes disse: “Vós que me seguistes, vos assentareis em doze tronos e vós julgareis as doze tribos de Israel”. Ou seja, o ministério deles será com Israel, doze tronos para julgar às doze tribos de Israel, portanto, eles serão juízes no Reino do Messias, no Reino terreno de Davi.

 

Recordem que, em cada lado três deles estarão assentados em três tronos e como serão doze portas, serão três de cada lado, três juízes em cada lado assentados sobre tronos, para julgarem às doze tribos de Israel. Mas dentre os gentios estarão os sete Mensageiros de Cristo e Aquele que se assentará com Cristo no Seu Trono, no Trono terreno de Deus e Reino terreno de Deus que são chamados: “Trono de Davi” e “Reino de Davi”.

 

Portanto, haverá um Filho de Davi, haverá um Trono de Davi e um Reino de Davi conforme à promessa que Deus fez ao rei Davi. Cristo estará governando e com Ele à direita de Deus o Mensageiro correspondente ao tempo final, na Era Messiânica paralela a Primeira Vinda de Cristo e, isso, coroará a Igreja do Senhor Jesus Cristo, fará com que venha a fé para ser transformada e levada com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

É aí onde Cristo em Espírito Santo, por meio Daquele que se assentará no Seu Trono com Ele, estará nos falando a Palavra revelada correspondente ao Último Dia, a Era de Pedra Angular; Palavra, revelação divina de Cristo que estaremos escutando para obtermos a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

E aí estará se cumprindo o que Tiago e João queriam e que corresponde aos ministérios de Moisés e de Elias, aos ministérios das Duas Oliveiras. Esses ministérios eram os que Tiago e João queriam. Recordem que quando Cristo mandou os Seus discípulos irem pregar lá num lugar lá em Samaria, os Samaritanos não quiseram recebê-Lo e Tiago e João perguntaram a Jesus: “Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu, como Elias fez?” Cristo lhes disse: “Vós não sabeis de que espírito vós sois”. Disse que o Filho do Homem não veio para perder as almas, mas veio para salvar as almas, salvar aos seres humanos. Tiago e João com tudo isso queriam esses ministérios.

 

Cristo lhes havia dito em São Mateus capítulo 16, versículos 26-29: “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.”. O qual também nos diz no Apocalipse, capítulo 22, versículos 12 e 16.

 

Em São Mateus nos diz: “Seis dias depois” e em São Lucas diz: “Quase oito dias depois”. (Não há nenhuma contradição aí e em alguma ocasião lhes explicarei isso). Ele levou Pedro Tiago e João a um monte alto, Se transfigurou diante deles e Moisés e Elias apareceram falando com Ele a respeito da ida de Cristo a Jerusalém, para cumprir o propósito da Sua Vinda: realizar o Sacrifício na Cruz do Calvário.

 

Ali eles viram a Jesus transfigurado com o Seu rosto como o sol, porque a Vinda do Senhor para o Último Dia é como o Sol de Justiça e em Suas Asas trará salvação conforme Malaquias, capítulo 4, versículo 2. E eles ao verem que a Vinda do Messias é para o Reino de Deus ser estabelecido na Terra com Moisés e Elias, eles queriam esses ministérios, os ministérios da direita e da esquerda, o que representa os ministérios com o poder de Deus, os ministérios que serão adotados no tempo final, que serão manifestados no Vencedor do Último Dia, o qual Cristo colocará na Sua Igreja na Era Messiânica, na Era de Pedra Angular, na Era do Trono. 

 

Recordem que sobre o Trono que era o Propiciatório no Tabernáculo que Moisés construiu e no Templo que o rei Salomão construiu, havia Dois Querubins de Ouro, os quais representavam também a Gabriel e Miguel e esses são os Dois Ungidos, as Duas Oliveiras no Céu e que no Templo Espiritual de Cristo representam os ministérios de Moisés e Elias, que estarão à direita e à esquerda na Vinda do Senhor à Sua Igreja.

 

Esses são os ministérios que depois no capítulo 20 de São Mateus, versículos 20-26, não somente Tiago e João queriam, mas a mãe deles também estava de acordo, porque toda mãe deseja o melhor para seus filhos. E é uma honra quando um filho chega à posição de governante de uma nação. É de grande prestígio que seus filhos cheguem às posições mais altas no Governo do seu país.

 

Isso Tiago e João desejavam e a sua mãe também. Por isso ela veio com seus filhos para lhe fazer um pedido. E Jesus lhe disse: “Mulher, o que queres?” Com amabilidade, porque quando uma mãe apresenta os seus filhos a Cristo, Cristo atende ao pedido dessa mãe amorosa que deseja o melhor para os seus filhos.

 

Ela lhe disse: “Eu quero que no Teu Reino…” Ela cria no Reino que Jesus estava anunciando, o qual viria. E mesmo que eles pensassem que isso fosse para aqueles momentos e que de um momento a outro Cristo conquistaria ao império romano e estabeleceria o Seu Reino. Vamos ler aqui no capítulo 20 de São Mateus, nos versículos 20-23:

 

Então se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-o, e fazendo-lhe um pedido.

21  E ele diz-lhe: Que queres? Ela respondeu: Ordene... ou seja, não era se Ele podia ou não podia. “Dê a ordem”, reconhecendo que Ele tinha o poder para dar a ordem. “Ordene que estes meus dois filhos se assentem um à tua direita e outro à tua esquerda no teu reino”.

 

Se recordam da história de José o filho de Jacó, que o Faraó o colocou à sua direita e toda a administração do reino do Faraó era efetuada por José? Sem a palavra de José não se levantava um pé para fazer algo, e quando José aparecia, soava a trombeta, e toda pessoa tinha que deixar de fazer o que estivesse fazendo e dobrar os joelhos diante de José.

 

22  Jesus, porém, respondendo, disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu hei de beber, e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? Dizem-lhe eles: Podemos”.

 

Porque quem busca uma bênção de Deus que está na Palavra, sabe que Deus a cumprirá e que a cumprirá em e para aqueles que creiam e que a conquistarão pela fé. Eles tinham a fé, criam e a mãe deles também, se não, não teriam ido ante Jesus.

 

Recordem que todos os que se assentarão em posições importantes no Governo de um país, já falaram isso e vão respaldar a proposta dos candidatos que eles estão apoiando para serem Presidentes, porque quando ele ganhar vai assentá-los nos lugares importantes como Ministros: uns para Ministro da Educação, outros da Saúde, outros em outras posições, e vão governar com o Presidente.

 

E ela queria ter a posição bem definida para os seus filhos no Reino do Messias. As mães que amam a seus filhos, elas sempre buscam o melhor para seus filhos no Reino de Deus por meio de Cristo o nosso Salvador, orando por seus filhos. Portanto, o crente diz: “Sim, eu posso”! Porque se pode, isso é pela fé para conquistar o que se prometeu.

 

23  E diz-lhes ele: Na verdade bebereis o meu cálice e sereis batizados com o batismo com que eu sou batizado (eles disseram que podiam), mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não me pertence dá-lo, mas é para aqueles para quem meu Pai o tem preparado”.

 

Ou seja, isso é algo que está preparado desde antes da fundação do mundo e eles queriam essa bênção para eles. “Não é para Cristo dá-lo, mas para aqueles para quem já está preparado por meu Pai”. E está preparado pelo Pai Celestial no Apocalipse capítulo 11, versículos 1-19, em Zacarias capítulo 4, versículos 11-14. Sim, à direita e à esquerda está preparado e para quem foi mostrado que estava preparado lá no Monte da Transfiguração? Para as Duas Oliveiras. Tão simples assim.

 

Portanto, quem se assentará com Cristo no Seu Trono terá essa bênção. Tão simples assim. E ele pela fé conquistará essa bênção. E isso será na Era Messiânica, na Era de Pedra Angular e aí é que tudo será acertado, aí é que se revelará qual é o Plano de Deus para o tempo final, para a Era Messiânica.

 

E, por isso, é que no Apocalipse capítulo 10, quem come o Livrinho da mão direita do Anjo Forte que desce do Céu  que é Cristo com o Livrinho, com o Título de Propriedade, com o Livro da Vida do Cordeiro onde estão escritos os nomes de todos os que seriam salvos, o Título de Propriedade da vida eterna, o qual, Cristo ao descer do Céu com o Livrinho aberto em Sua mão e com o Seu rosto como o Sol, porque assim é a Sua Vinda, Ele o entregará a um homem que estará representando Aquele que se assentará com Cristo no Seu Trono.

 

E, por isso, é que lhe disse: “Toma-o e come-o”. Quando ele se aproximou para pedir o Livro, foi-lhe ordenado e dito: “Peça ao Anjo que tem o Livrinho, peça que lhe dê o Livrinho, o Livro aberto”. Esse é o Título de Propriedade. E quem tem o Título de Propriedade é quem herda, é quem se assentará com Cristo no Seu Trono e no qual Cristo Se manifestará na Era de Pedra Angular. Tão simples assim.

 

Como Cristo Se manifestou e Se revelou por meio de cada Mensageiro, Se revelará com e por meio de quem se assentará com Cristo no Seu Trono. Para assentar-se no Trono de Davi tem que primeiro assentar-se no Trono do Corpo Místico de Cristo que é a Era da Pedra Angular. Esse é o Trono da Casa de Deus, da Família de Deus, do Reino de Deus, a Igreja do Senhor Jesus Cristo, o Monte santo de Deus. E aí será a ação do Programa Divino correspondente ao Último Dia.

 

A Igreja do Senhor Jesus Cristo subiu de Era em Era até chegar à Era da Pedra Angular, a Era do Trono do Senhor Jesus Cristo, aonde manifestará tudo o que foi visto no Monte da Transfiguração. Porque o Filho do Homem virá com Seus Anjos, que são os ministérios das Duas Oliveiras, os ministérios de Moisés e Elias, como apareceram na visão da Vinda do Reino de Deus a Terra lá no Monte da Transfiguração, onde foi mostrada a Ordem da Vinda de Cristo à Sua Igreja no Monte Santo. Por isso os levou a um monte, o qual representava a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

E é aí o lugar no Corpo Místico de Cristo onde se cumprirá a Vinda do Senhor, para Se revelar e nos dar a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro. Dará a fé, a revelação da Sua Vinda à Sua Igreja no Último Dia com os Seus Anjos na Era Messiânica, na Era paralela à Era Messiânica da Primeira Vinda de Cristo.

 

No próximo domingo com a ajuda de Deus, nós continuaremos com este estudo bíblico “O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI”.

 

Hoje foi somente a introdução desse estudo bíblico que teremos no próximo domingo. Portanto, temos uma base bíblica profética para entrarmos mais profundo no tema, que nesta ocasião fizemos uma introdução desse tema do estudo bíblico do próximo domingo.

 

E aí veremos em que etapa da Igreja nós estamos e quais são as promessas para os que estão nessa etapa da Igreja, na etapa de Pedra Angular, na etapa do Trono do Senhor Jesus Cristo na Sua Igreja, no Seu Templo Espiritual, no Seu Reino que está na esfera espiritual, no qual os crentes em Cristo serão transladados quando eles O recebem como Salvador, eles são transladados do reino das trevas para o Reino de Deus, ao Reino de Cristo, conforme a Carta aos Colossenses capítulo 1, do versículo 12 em diante.

 

Foi para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião. Se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo como Salvador, pode fazer isso e estaremos orando por você para que Cristo lhe receba e lhe coloque no Seu Reino, no Seu Monte Santo, para receber as bênçãos que Cristo tem para este tempo final.

 

Deus tem muitas pessoas na República Mexicana, e está chamando-as neste tempo final para colocá-las na Sua Igreja, no Seu Templo Espiritual. Quando Ele complete a Sua Igreja, então, cumprirá as promessas correspondentes que faltam por serem cumpridas neste tempo final.

 

Nos diferentes lugares da República Mexicana podem continuar vindo também aos Pés de Cristo, e nos demais países que estão escutando esta conversa neste momento onde vocês se encontrem, em outros países. Cristo disse:

 

“Minhas ovelhas ouvem minha Voz, e me seguem; e eu as conheço, e eu lhes dou vida eterna. E não entrarão na condenação, mas passaram de morte à vida. Meu Pai que me as deu é maior que todos, e ninguém as pode arrebatar da mão de meu Pai. Eu e o Pai somos um”.  (São João, capítulo 10, versículos 27-30).

 

A pessoa escuta a Voz de Cristo, o Bom Pastor por meio dos Mensageiros que Ele envia, porque seus nomes estão escritos no Livro da Vida no Céu. Não é por inteligência humana, é por revelação divina, pela fé é que nós O recebemos como nosso único e suficiente Salvador, quando Ele nos abre as Escrituras e nos abre o entendimento para compreendermos. Isso é revelação de Deus por meio do Espírito Santo à nossa alma.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião. E os que estão em diferentes países ficarão incluídos na oração que estaremos fazendo, os quais estão recebendo Cristo como Salvador em diferentes países.

 

As crianças de dez anos em diante também podem vir aos Pés de Cristo o nosso Salvador. Recordem o que Ele disse: “Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus”. [São Mateus 19:14].

 

Com nossos rostos inclinados e nossos olhos fechados:

 

Pai Nosso que estás nos Céus, no Nome do Senhor Jesus Cristo vimos a Ti trazendo todas estas pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Eu Te rogo que as recebas no Teu Reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E todos que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião, agora, repitam comigo esta oração:

 

Senhor Jesus Cristo, escutei a pregação do Teu Evangelho e a Tua fé nasceu no meu coração, em minha alma. Creio em Ti com toda a minha alma, creio na Tua Primeira Vinda e creio no Teu Nome como o único nome debaixo do Céu, dado aos homens, em que podemos ser salvos.

 

Reconheço o Teu Sacrifício na Cruz do Calvário, creio de todo de coração em Ti como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados e reconheço que sou pecador e que necessito um Salvador.

 

Dou testemunho público da Tua fé em mim, e Te recebo como meu único e suficiente Salvador. Rogo-Te que me perdoes e me limpes de todo pecado com Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo, logo após eu ser batizado na água no Teu Nome, e que produzas o novo nascimento em mim. Eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

E, agora, me perguntarão: “Quando podem me batizar?  Pois a Escritura diz em São Marcos capítulo 16, versículos 15-16:

 

Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

16  Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.”.

 

É uma questão de crer ou de não crer. De não crer para ser condenado, ou de crer para ser salvo. Portanto, a resposta da pergunta “Quando podem me batizar”? É que vocês podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, que produza o novo nascimento em vocês, que vocês nasçam no Reino de Cristo, no Reino de Deus, onde está a salvação e vida eterna, onde se produz o novo nascimento, onde está Cristo em Espírito Santo falando à Sua Igreja de Era em Era, e que neste tempo nos fala na Era Messiânica, na Era de Pedra Angular. E que brevemente Cristo nos transforme a todos e nos leve com Ele a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Deixo ao Ministro correspondente aqui, para que lhes diga quando e como devem fazer para se batizarem na água no Nome de Cristo como Cristo ordenou.

 

No batismo na água a pessoa se identifica com Cristo na Sua morte, sepultamento e ressurreição, por isso, é tão importante o batismo na água no Nome do Senhor Jesus Cristo. O mesmo Cristo deu a ordem. Até mesmo Cristo foi batizado por João o Batista. Portanto, todos podem ser batizados, compreendendo a tipologia do batismo na água. A água não tira os pecados, o Sangue de Cristo é que nos limpa de todo pecado, porém, é um mandamento do Senhor Jesus Cristo no qual nos identificamos com Cristo em Sua morte, em Seu sepultamento e em Sua ressurreição.

 

Portanto, quando a pessoa recebe Cristo, morre para o mundo; quando o Ministro a submerge nas águas batismais, simbolicamente está sendo sepultada; e quando é levantada das águas batismais está ressuscitando para uma nova vida: à vida eterna no Reino eterno de Cristo o nosso Salvador.

 

Que todos continuem desfrutando uma noite feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador. Deixo com vocês aqui ao Ministro presente, para que lhes indique quando e como podem fazer para se batizarem, e em cada país deixo ao Ministro correspondente para que faça da mesma forma.

 

E será até no próximo domingo com a ajuda de Deus, em que estarei novamente com vocês através da transmissão do estudo bíblico do próximo domingo.

 

Que todos desfrutem uma boa noite. Conosco o Ministro aqui presente, e em cada país o Ministro correspondente. Deus lhes abençoe e guarde a todos.

 

O VENCEDOR SENTANDO-SE NO TRONO DE DAVI”.