MENSAGENS





Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 54

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 121

Unânimes e juntos no Aposento Alto recebendo o Espírito Santo - Introdução

Data: 08/04/2016 Tempo: 00:32:38





 

 

JUNTOS NO APOSENTO ALTO RECEBENDO

O ESPÍRITO SANTO

 

William Soto Santiago

Sexta-feira, 08 de abril de 2016

Santa Cruz - Bolívia

 

Boa noite aos amados irmãos e a todos os Ministros e Congregações que estão reunidos em diferentes lugares, e também ao Missionário Miguel Bermúdez Marín, quem nos falou ha alguns minutos. Que Deus lhes abençoe lá na República Mexicana onde se encontram.

 

Para mim é uma grande bênção estar com vocês nesta ocasião, para compartilharmos alguns momentos de companheirismo em torno da Palavra de Deus e do Seu Programa correspondente a este tempo final. Para o qual, quero ler umas palavras no livro dos Atos no capítulo 1, versículo 1-9, onde diz:

 

“FIZ o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo o que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar,

2  Até ao dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera;

3  Aos quais também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas e infalíveis provas, sendo visto por eles por espaço de quarenta dias, e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.

4  E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes.

5  Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.

6  Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?

7  E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.

8  Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.

9  E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos”.

 

E no capítulo 2 do mesmo Livro dos Atos, versículos 1-4, e diz:

 

CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos concordemente no mesmo lugar;

2  E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.

3  E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.

4  E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”.

 

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la; nesta ocasião, na introdução para o tema de escola bíblica do próximo domingo que teremos como tema: “UNÂNIMES E JUNTOS NO APOSENTO ALTO RECEBENDO O ESPÍRITO SANTO”.

 

Hoje somente serão alguns minutos como introdução, preparação para o tema de escola bíblica do próximo domingo, ou seja, depois de amanhã.

 

A promessa que Cristo havia lhes dito da parte de Deus era que eles receberiam o Espírito Santo. Cristo disse a Nicodemos: “De certo te digo que quem não nasça de novo não pode ver o Reino de Deus”. E também quando Nicodemos perguntou: “Como pode fazer-se isto? Pode, acaso, o homem já sendo velho, entrar no ventre de sua mãe e nascer de novo? Cristo lhe disse: “De certo, de certo te digo, que quem não nasça da Água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. O que é nascido da carne, carne é; o que é nascido do Espírito, Espírito é”. [São João 1:3-6].

 

E, agora, se requer o novo nascimento, receber o Espírito de Deus, nascer do Espírito de Deus, para entrar no Reino de Deus e, por conseguinte, obter a vida eterna. Porque no Reino de Deus se nasce para a vida eterna. Neste reino terreno se nasce com a vida temporária, mas nos dá a oportunidade de fazermos contato com a vida eterna por meio de Cristo o nosso Salvador, escutando a Sua Voz, o Seu Evangelho.

 

Cristo disse: “Também tenho outras ovelhas que não são deste aprisco, as quais também devo trazer e elas ouvirão a minha Voz, e haverá um rebanho e um pastor”. (São João, capítulo 10, versículos 10-30). Cristo também disse: “Quem é de Deus, ouve a Voz de Deus”. São João, capítulo 8, versículo 47. Em São João capítulo 10, versículos 27-30, diz: “Minhas ovelhas ouvem minha Voz, e me seguem, e eu as conheço, e eu lhes dou vida eterna; e jamais perecerão. Meu Pai que me as deu é maior que todos, e ninguém as pode arrebatar das mãos de meu Pai. Eu e o Pai somos um”.

 

Cristo dá a vida eterna a todas essas ovelhas que o Pai lhe deu, as quais são do Pai, para que Ele lhes dê a vida eterna. Esses são os escolhidos de Deus, os eleitos de Deus, os descendentes de Deus, a Família de Deus que formaria a Igreja do Senhor Jesus Cristo sob o Novo Pacto e, por conseguinte, é a Igreja do Novo Pacto composta pelos Judeus e Gentios crentes em Cristo.

 

A Igreja do Senhor Jesus Cristo nasceu no Dia de Pentecostes recebendo as primícias do Espírito e cento e vinte obtendo o novo nascimento, nascendo no Reino de Deus e, depois, quase três mil pessoas creram, foram batizadas e acrescentadas à Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

Milhares e milhares de pessoas continuaram nascendo no Reino de Deus na  medida em que Pedro e os Apóstolos pregavam o Evangelho. E até no tempo final milhões de seres humanos continuaram entrando no Reino de Deus os quais nasceram de novo no Reino de Deus por meio do novo nascimento, ao receberem o Evangelho de Cristo e recebê-Lo como Salvador, serem batizados na água no Seu Nome, Cristo batizá-los com o Espírito Santo e Fogo, e produzir o novo nascimento neles.

 

Essa é a Família de Deus, os filhos e filhas de Deus que também são representados num Templo como o Templo que o rei Salomão construiu e como o Tabernáculo que o Profeta Moisés construiu lá no deserto, no qual Deus morava no Lugar Santíssimo, sobre o Propiciatório que era a tampa da Arca do Pacto, e que tinha Dois Querubins de Ouro, um em cada lado da tampa da Arca do Pacto.

 

Ou seja, em cima do Propiciatório tem um Anjo de cada lado com suas asas estendidas olhando para o centro, porque sobre o Propiciatório está a Arca do Pacto e dentro da Arca do Pacto as pranchas da Lei estavam. E eles são os que protegem a Arca do Pacto e, por conseguinte, as pranchas da Lei, o Pacto Divino.

 

E ali era onde o Sumo Sacerdote levava o sangue e espalhava com sua mão sobre o Propiciatório ante a Presença de Deus. Tudo isso era tipo e figura do que Cristo o Sumo Sacerdote Melquisedeque faria no Céu como Intercessor de cada um dos que estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu.

 

E vocês vejam que quando Moisés dedicou esse Tabernáculo a Deus, Deus veio nessa Nuvem, entrou no Tabernáculo e pousou sobre o Propiciatório no meio dos Dois Querubins de Ouro. Por isso, quando os filhos de Aarão entraram ali sem permissão e com um perfume e fogo estranhos, ambos morreram queimados pelo fogo da Presença de Deus, porque Deus é Fogo Consumidor. E foi proibido que entrassem no Lugar Santíssimo, exceto o Sumo Sacerdote uma vez por ano.

 

Encontramos que essa vez em que entrava no ano era no Dia da Expiação e com o sangue da expiação. Deus morava nesse Tabernáculo no Lugar Santíssimo sobre o Propiciatório, por isso, ali não havia luz física, mas a Luz da Presença de Deus.

 

E assim era também com o Templo que o rei Salomão construiu: quando terminou de construí-lo foi dedicado a Deus, Deus veio numa Nuvem de luz, numa Nuvem entrou ali e os Sacerdotes não podiam ministrar pela presença da Nuvem, a Presença de Deus que entrou no Templo e passou ao Lugar Santíssimo.

 

Como tinha acontecido no Tabernáculo que Moisés tinha construído, porque o Tabernáculo que Moisés construiu e o Templo que Salomão construiu eram o tipo e figura do Templo Espiritual que Cristo construiria, o qual é chamado “Igreja do Novo Pacto”, composta pelos crentes em Cristo o nosso Salvador.

 

Nasceu com o batismo do Espírito Santo sobre cento e vinte no Dia de Pentecostes, recebendo as primícias do Espírito, esse Corpo Místico de crentes que está sentado em lugares celestiais no Reino de Cristo, veio crescendo e no tempo final se completará a construção desse Templo Espiritual.

 

Recordem o que São Paulo disse que nós somos Templo de Deus e que “o Espírito de Deus mora em vós” e também fala da Igreja como Templo de Deus. Em São João no capítulo 2, versículo 19 em diante, o próprio Cristo falando do Seu corpo físico disse: “Destruam este templo e em três dias eu o levantarei”, falando do Seu corpo como um Templo onde Deus morava. E São Paulo nos ensina também que somos Templo de Deus e que “o Espírito de Deus mora em vós”.

 

Para o Último Dia, para o tempo final a plenitude de Deus virá ao Templo Espiritual, à Sua Igreja como veio ao Tabernáculo que Moisés construiu depois que esteve construído e ao Templo que Salomão construiu logo depois que esteve construído.

 

E depois que esteja construído virá a última Pedra, a Pedra Angular que é a Vinda de Cristo e se fará a dedicação, a inauguração do Templo mais importante: a Igreja do Senhor Jesus Cristo, composta pelos crentes em Cristo que viveram em diferentes Eras, e que neste tempo final se completará com os crentes deste tempo no qual nós vivemos, que estarão colocados como pedras vivas no Corpo Místico de Cristo o nosso Salvador, como na Primeira Carta de Pedro no capítulo 2, nos versículos 4 em diante nos diz que somos Pedras Vivas para um Templo Espiritual.

 

Esse Templo é a Igreja e quem é essa Pedra Viva?  Cada um de nós, e quem é a Pedra Angular? Jesus Cristo o nosso Salvador. Assim, como Pedras Vivas nós estamos no Templo Espiritual aonde virá a Vinda do Senhor, onde se cumprirá a Vinda do Senhor na etapa final da Sua Igreja, que é a Era de Pedra Angular, a Era do Lugar Santíssimo da Igreja do Senhor Jesus Cristo, para a glorificação da Sua Igreja com uma dupla porção: a porção espiritual em cada pessoa ao receber o Espírito Santo, cada uma em seu tempo, em sua Era e no Último Dia ao receber a plenitude com a transformação dos nossos corpos, para os que estivermos vivos nesse momento, e a ressurreição dos mortos em Cristo em corpos glorificados.

 

Assim é como sucederá no Templo Espiritual de Cristo que é a Sua Igreja, o qual virá no tempo final na Sua Vinda para (diríamos) a inauguração, a dedicação desse Templo, onde Cristo morará em toda a Sua plenitude na Sua Igreja e, assim, como Ele foi glorificado, nos glorificará. E, então, seremos iguais a Jesus Cristo, com corpos glorificados, jovens que aparentarão de dezoito a vinte e um anos de idade, e com todo o poder.

 

Recordem que quando Cristo os mandou que assentassem lá em Jerusalém iam receber poder e, agora, na Sua Segunda Vinda Ele nos dará poder em toda a Sua plenitude sem limitações. Nós seremos transformados como Ele prometeu, porque é uma promessa, assim como foi uma promessa receberem o Espírito Santo no Dia de Pentecostes.

 

O que sucedeu lá foi baseado no que Deus prometeu, no cumprimento do que Deus prometeu, o qual veio se cumprindo de Era em Era e para o Último Dia a dupla porção: a glorificação, a transformação dos nossos corpos, para termos corpos imortais e glorificados, na semelhança do corpo glorificado que Cristo o nosso Salvador tem, que está tão jovem como quando Ele subiu ao Céu. Assim como Ele subiu ao Céu jovem e glorificado, assim permaneceu, porque a pessoa não envelhece no seu corpo glorificado.

 

Esse é o corpo que eu necessito e quem mais? Cada um de vocês também. Portanto, temos de estar como os cento e vinte estavam lá no Dia de Pentecostes, quando se reuniram lá: “UNÂNIMES E JUNTOS NO APOSENTO ALTO RECEBENDO O ESPÍRITO SANTO”, esperando para receberem o Espírito Santo.

 

Teremos de ir a Jerusalém lá no Aposento Alto? Não. Temos o Aposento Alto da Era da Pedra Angular. Esse é o Aposento Alto no Corpo Místico de Cristo o nosso Salvador, no Templo de Cristo, esse é o Aposento Alto, esse é o Aposento do Rei.

 

Portanto, aí é onde nós temos de estar juntos e unânimes. Não as pessoas pensando de uma forma e outras pensando de outra forma, mas crendo na Palavra que Deus esteve nos dando e, assim, esperando para recebermos a nossa transformação, a qual está muito próxima. E trabalhando para que se cumpram as promessas que foram dadas.

 

Sabemos que há uma promessa que se cumprirá numa Grande Tenda Catedral, portanto, trabalhando nesse projeto, porque nós queremos que se cumpra essa promessa, onde o Senhor Jesus Cristo estará e Se manifestará em toda a Sua plenitude.

 

Portanto, há uma promessa de uma Grande Tenda Catedral, onde haverá uma manifestação plena de Deus que impactará toda a humanidade. E por causa das facilidades dos Satélites, da Internet e dos outros meios de comunicação, no país onde as pessoas vivam, elas poderão ver o que estará se passando nesse lugar.

 

Assim é importante termos bons telões de televisão, em que se vejam as transmissões nítidas, que se escute bem o áudio, para recebermos a Palavra que estará sendo dada ali e recebermos as bênçãos de Deus também.

 

Portanto, a Igreja do Senhor Jesus Cristo neste tempo final estará trabalhando nesse projeto da construção de uma Grande Tenda Catedral, porque está baseada numa promessa bíblica onde Deus Se manifestará em toda a Sua plenitude, e daí impactará toda a humanidade.

 

Assim que no próximo domingo continuaremos. Hoje foi somente a introdução do estudo bíblico do próximo domingo.

 

Que Deus lhes abençoe e lhes guarde, e se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo, pode fazer nestes momentos para orarmos você, e pode passar aqui na frente para orarmos por você.

 

E nos diferentes países também podem passar aí na frente para orarmos por você: toda pessoa que ainda não recebeu Cristo, pode recebê-Lo, para que Cristo a receba no Seu Reino e a coloque no Seu Templo Espiritual que é a Sua Igreja.

 

Vamos ficar em pé para oramos pelas pessoas que estão em diferentes países recebendo Cristo como único e suficiente Salvador:

 

Pai Celestial eu venho a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo com todas estas pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador em diferentes países. Eu Te rogo que as recebas no Teu Reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo.

 

E, agora, todos os que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião, repitam comigo esta oração:

 

Senhor Jesus Cristo eu escutei a pregação do Evangelho e a Tua fé nasceu no meu coração. Creio em Ti com toda a minha alma, creio na Tua Primeira Vinda, creio na Tua morte na Cruz do Calvário como o Sacrifício de Expiação pelos nossos pecados e creio no Teu Nome como o único nome debaixo do Céu, dado aos homens, em que podemos ser salvos.

 

Dou testemunho público da minha fé em Ti, da Tua fé em mim, e Te recebo como o meu único e suficiente Salvador. Eu Te rogo que perdoes meus pecados, que me limpes de todo pecado com Teu Sangue, me batizes com o Espírito Santo e Fogo, e produzas o novo nascimento em mim.

 

Eu quero nascer no Teu Reino, quero viver eternamente. Faça uma realidade em mim a salvação que ganhaste para mim na Cruz do Calvário. Eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

Que Deus lhes abençoe grandemente, que coloque no Seu Corpo Místico de crentes a todos os que estão recebendo Cristo como Salvador nesta ocasião.

 

E, agora, os que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião perguntarão: “Quando podem me batizar? Cristo disse: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado. [São Marcos 16:15-16].

 

Vocês me dirão “Eu cri em Cristo, portanto, eu quero ser batizado”. Todos podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

O batismo na água não tira os pecados, o Sangue de Cristo é o que nos limpa de todo pecado, mas o batismo na água é um mandamento de Cristo o nosso Salvador. O próprio Cristo foi batizado por João o Batista e se Cristo foi batizado por João o Batista, muito mais nós precisamos ser batizados!

 

É porque no batismo na água nos identificamos com Cristo na Sua morte, sepultamento e ressurreição. Quando a pessoa recebe Cristo, ela morre para o mundo; quando o a submerge nas águas batismais, simbolicamente está sendo sepultada e quando é levantada das águas batismais, está ressuscitando para uma nova vida no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Portanto, todos podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, que produza o novo nascimento em vocês e continuaremos nos vendo eternamente no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Que todos continuem desfrutando uma noite feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador. E nos veremos no próximo domingo (ou seja, depois de amanhã) no estudo bíblico lá em Vila Bermúdez, e através do Satélite nos outros países.

 

Deus lhes abençoe e continuem passando uma noite feliz. Deixo com vocês o Ministro correspondente em cada país, e deixo aqui o Ministro Jéssen para continuar.

 

UNÂNIMES E JUNTOS NO APOSENTO ALTO RECEBENDO O ESPÍRITO SANTO”.