MENSAGENS




Conquistando as Promessas de Deus com o Amor Divino

Data: 07/05/2016 Tempo: 01:06:49





CONQUISTANDO AS PROMESSAS

DE DEUS COM O AMOR DIVINO

 

Rev. William Soto Santiago, Ph.D.

Sábado, 7 de Maio de 2016

El Paso, Texas, EUA

 

01         Boa tarde, Ministros, colaboradores e colaboradoras no Programa Divino correspondente a este tempo final, aqui presentes e em diferentes países conectados com esta reunião de Ministros. Recebam minhas saudações e Missionário Miguel Bermúdez Marín, também receba a minha saudação de todo coração.

02         E agora, lemos na escritura de Hebreus no capitulo 6, versículos 10 ao 12 diz:

10 Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.

11 Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança;

12 Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas”.

03         O nosso tema para esta ocasião é: Conquistando as Promessas de Deus com o Amor Divino.

04         Toda promessa de Deus a herdam pela fé as pessoas e os crentes em Cristo, crendo nelas e colocando por obra o trabalho que tem de ser realizado e se materializam essas promessas Divinas que estão assinaladas para o tempo em que a pessoa está vivendo.

05         Para cada era há promessas Divinas que terão de ser cumpridas e, quando o Espirito de Deus Se manifesta em cada Era, unge ao Mensageiro de cada Era, revela a Sua Palavra ao Mensageiro para essa Era e ele a fala, porque já se fez carne nesse Mensageiro e logo, quando a fala, se faz carne no povo e vão se cumprindo essas promessas que correspondem a esse tempo. E começam a ser chamados e juntados os escolhidos desse tempo, onde?  No Corpo Místico de Cristo o nosso Salvador. Aí é onde Cristo está em Espírito Santo Se reproduzindo em filhos e filhas de Deus, por meio da Sua manifestação em Espírito Santo, através do Mensageiro de cada Era na Igreja do Senhor Jesus Cristo, que é a noiva do Senhor Jesus Cristo. É por meio da Sua Igreja que Ele Se multiplica em filhos e filhas de Deus, como o pai de cada família se multiplica em filhos e filhas através da sua esposa. Tão simples assim.

06         E isso acontece na esfera espiritual, que é a mais importante, onde obtemos o corpo teofânico angelical, que teremos para toda a eternidade e, para este tempo final, a segunda parte da redenção que será a redenção do corpo, onde obteremos o corpo eterno, imortal, incorruptível, glorificado e jovem igual ao corpo de Jesus Cristo, que é o corpo que Deus desenhou para nós desde antes da fundação do mundo. Assim como também desenhou o corpo angelical que teríamos para toda a eternidade.

07         Mas houve uma brecha por causa da queda do ser humano no Jardim do Éden, o que deu lugar para que viéssemos nestes corpos mortais, temporários, na permissiva vontade de Deus e passássemos por esta experiência terrena. Passássemos por esta experiência terrena como todos os demais seres humanos. Porém, por meio do sacrifício de Cristo, somos redimidos, restaurados ao Reino de Deus, nascidos no Reino de Deus por meio do Espírito Santo, para vivermos eternamente com Cristo no Seu Reino.

08          A pergunta seria: e se não tivesse acontecido o problema lá no Jardim do Éden com Eva e Adão? Naquele tempo, os primeiros filhos e filhas de Adão seríamos nós. Quando digo: nós, pois, todos os membros da Igreja do Senhor Jesus Cristo, desde os Apóstolos até hoje, porém recordem que os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros. De modo que não importa que tenhamos aparecido no final. Éramos os primeiros no programa Divino.

09         E, agora, para conquistarmos as promessas Divinas, então, é pela Fé. Crendo nelas e trabalhando em torno dessas promessas e cada uma delas se fará realidade. E, para isso, temos de conhecer quais são as promessas de Deus para o nosso tempo. Porque não podemos trabalhar aventureiramente, às cegas. Temos de saber em quê e o porquê nós trabalhamos para Deus. Não estaremos trabalhando para Deus num programa que era para dois  mil, três mil ou quatro mil anos atrás. Sei que não estaremos trabalhando na construção de uma arca de madeira, conforme a que Deus mostrou a Noé, porque isso não funcionaria para este tempo. Funcionou para aquele tempo, porque era a Palavra prometida para aquele tempo, que tinha de se fazer realidade para salvar a Noé e sua família, as aves, os animais e os répteis que entrariam no novo Programa Divino, para uma nova Dispensação.

10         O que funciona para o nosso tempo é a Palavra Prometida, o que está prometido para o nosso tempo. E o que funcionou para outro tempo é somente tipo e figura daquilo que funcionará para o nosso tempo, que pela Graça de Deus, nos correspondeu viver. Ainda não estamos conscientes de noventa por cento da realidade. Porque dizem que a pessoa tem apenas dez por cento de consciência. E, se com tudo o que sabemos e temos visto na Palavra de Deus, vimos que é grande e maravilhoso, como será os outros noventa por cento? Mas não se preocupem, porque no novo corpo, com um corpo glorificado teremos cem por cento do subconsciente consciente.

11         Em palavras mais claras, estaremos com as duas consciências juntas e, consequentemente, ao estarem as duas consciências juntas, estaremos conscientes do subconsciente. Ou seja, teremos o subconsciente consciente, o subconsciente no consciente.

12         Vejamos tudo o que está em Deus e tem sido um mistério. Mas se fez consciente, por meio de Cristo, por meio do Anjo do Pacto, por meio do Espírito Santo que é quem traz de Deus, do Pai, o que está oculto em Deus, o traz e torna consciente à raça humana. Porque ninguém conheceu as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus, que é o Anjo do Pacto, Cristo no Seu Corpo Angelical, que traz de Deus para os seres humanos e se faz consciente o que antes não se conhecia a respeito de Deus e do Seu Programa para toda a Sua Criação. As palavras de São Paulo na Primeira Carta aos Coríntios no capítulo 2 do versículo 1 em diante, diz:

1 E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.

2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.

3 E eu estive convosco em fraqueza”.

13        Tinha problemas de saúde, sobretudo de vista, pois, há a Carta onde ele disse: “Vos escrevo com grandes letras”. E vocês sabem que, aquele que tem problemas na visão, que não vê bem, quando escreve, escreve com letras que ele possa ler e, então, tem de ser grandes. E para esse tempo, pois, ainda não havia óculos, ou seja, Paulo disse que não foi para ensinar-lhes sabedoria humana, senão, o Evangelho de Cristo para a salvação. E esse é o maior ensinamento que há sobre o Planeta Terra “porque todos serão ensinados por Deus, pois, a Terra será cheia do conhecimento da glória de Deus, da glória de Jeová como as águas cobrem o mar”. Isaías capítulo 11, versículo 9 e em Habacuque capítulo 2, versículo 14. Para saber de Deus, conhecer de Deus e conhecer a Deus, tem de ser pela Palavra de Deus. Essa é a educação que nos dá o conhecimento de Deus por revelação Divina. Portanto Deus Se revela na Sua Palavra.

14         Estive convosco com fraqueza e muito temor e muito temor e tremor”... Ou seja, vejam como São Paulo disse que esteve no meio dos Coríntios. “... e nem minha palavra e nem minha pregação foi com palavras persuasivas de sabedoria humana, senão com demonstração do Espírito e de poder”... Ou seja, uma manifestação de Deus em Espírito através de São Paulo cumprindo as coisas que Ele disse que faria por meio dele. “... para que a vossa fé não esteja fundada na sabedoria dos homens, senão no poder de Deus. Sem dúvida, falamos sabedoria entre os que alcançaram maturidade e sabedoria não deste século, nem dos príncipes deste século que perecem”... Ou seja, não sabedoria terrena, senão sabedoria celestial, sabedoria do Reino de Deus. ”Mas falamos sabedoria de Deus, em mistério, a sabedoria oculta, a qual Deus predestinou antes dos séculos para nossa glória”.

15         Essa sabedoria que Deus predestinou é para quem? Para nós. “A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu, porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória. Mas Deus nos revelou pelo seu Espírito, porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus”... O Espirito Santo, o Anjo do Pacto, Cristo no Seu Corpo Angelical é quem esquadrinha até mesmo a profundeza de Deus, para transmiti-la aos seres humanos. Portanto a revelação de Deus vinda ao povo por meio de Cristo, por meio do Espirito Santo.

16 “Porque quem dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem que está nele? Assim, também ninguém conheceu as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus”... Que é Cristo, o Anjo do Pacto, Cristo no Seu Corpo Angelical, que disse em São João no capitulo 8, versículos 56 ao 58: “Abraão vosso pai se alegrou de ver o meu dia, o viu e se alegrou. Ainda não tens cinquenta anos e dizes que viste a Abraão. Cristo lhes disse: antes que Abraão existisse Eu Sou”. Ai está o Eu Sou antes de Abraão e mesmo antes de Adão também, porque por meio Dele foi que Deus criou todas as coisas, por meio Dele e para quem? Para Ele. E nós os crentes em Cristo somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo Jesus, Senhor Nosso.

17         E nós não recebemos o espírito do mundo, senão o Espírito que provem de Deus, para que saibamos o que Deus nos concedeu”. Ou seja, não podemos ser ignorantes ao que Deus nos concedeu no Seu Programa Divino. Por isso, todos nós queremos saber qual é a nossa herança, o que haveremos de ser e o que haveremos de ter no Reino de Deus, no milênio e na eternidade. Tal como os Apóstolos, que no capitulo 16 de São Mateus, perguntaram ao Senhor: nós que temos Te seguido, o que nós teremos? Ou seja, o que teremos no Teu Reino? E Cristo lhes disse: vós vos assentareis em doze tronos e vós julgareis as doze tribos de Israel. Ou seja, eles estarão como Juízes e, isso, também nos assinala a Teocracia. No Livro dos Juízes, Deus reinava sobre Israel através dos Juízes.

18         As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais”. O Senhor Jesus Cristo disse que enviaria o Espírito Santo, o qual nos ensinaria todas as coisas. E São Paulo disse que: “As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parece loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.

Porque, quem conheceu a mente do SENHOR, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”. Ao termos o Espírito de Cristo, temos a mente de Cristo.

19         A Igreja do Senhor Jesus Cristo é a descendência de Deus, formada pelos filhos de filhas de Deus e é simples de se entender. Quem são os filhos de um pai e de uma mãe: os seus descendentes. Quem sãos filhos e filhas de Deus? Os descendentes de Deus por meio de Cristo e da Sua Igreja. Cristo é o segundo Adão e a Sua Igreja é a segunda Eva. Tudo o que Deus é o colocou em Cristo, e tudo o que Cristo é o colocou na Sua Igreja. Tão simples assim.

20         E tudo o que Deus faria, o fez através de Cristo e tudo o que Cristo fará, o fará através da Sua Igreja. E isto é muito importante entendê-lo, para não estarmos esperando que Deus, por meio de Cristo, faça coisas fora da Sua Igreja, é por meio da Sua Igreja. Por meio dos membros da sua Igreja é que Ele esteve atuando e continuará atuando, cumprindo as Suas promessas para cada etapa da Sua Igreja para cada Era. Da mesma forma como cumpriu as promessas para cada Era que passou, cumprirá as que correspondem para esse tempo final, que são as que correspondem para a Era de ouro da sua Igreja, a Era de Pedra Angular.

21         Por isso, o Reverendo William Branham na mensagem que está num extrato de uma Mensagem que está no Livro de Citações, na pagina 37, ele disse: vejam a Era que vem, a era”... Vamos ler isso, para que o tenham, para que compreendamos que, depois das Sete Eras da Igreja, o que terminou foram as Sete Eras da Igreja, mas a Igreja continua existindo e continua tendo.. e no parágrafo 311, diz:

Agora teremos um ministério chegando, que é exatamente como a vida de Cristo. O que identifica o ministério? A vinda do Senhor... Veja a igreja luterana sob a Justificação, vindo fresca do catolicismo. Vejam, movendo-se, depois, vejam a Wesley chegando um pouco mais próximo da Santificação, tecendo, por dentro das escrituras. Olhem no meio de Wesley. Depois a coisa seguinte que veio foi a Era Pentecostal. E a Era Pentecostal com a restauração dos dons, os dons espirituais”.

22         Ou seja, essa é a Era representada na Era de Laodiceia, a sétima era ou a sétima etapa da Igreja entre os gentios.

“...Vejam acima a era que vem agora: a Pedra Angular”.

23         Veio subindo, subindo até chegar a Era de Pedra Angular. No sonho que Jacó teve, no capitulo 28 do Gênesis, ele viu uma escada que se apoiava na terra e a parte de cima chegava ao céu. Viu Anjos que estavam subindo e descendo, porque quando um desce, outro sobe e da parte alta e na parte alta ele viu a Deus. E quando Jacó viu, ouviu a Deus que Se identificou como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, e lhe falou. Depois, quando Jacó despertou do sono, lembrem-se de que um sonho interpretado é uma visão e, quando despertou do sono, disse: “Este Lugar é a Casa de Deus e a Porta do Céu e eu não sabia”. Essa escada é Cristo, e Cristo com a Sua Igreja, vejam que a Sua Igreja sobe e desce por essa escada, para chegar a Deus. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida e ninguém vem ao Pai senão por mim”. Chega-se a Deus por meio de Cristo, Ele é a escada para se chegar a Deus e Ele com a Sua Igreja é a Casa de Deus.

24         Por isso, quando o Senhor estava diante do Templo em São João, no capitulo 2, disse: “Derrubai este templo, e em três dias o levantarei”. E muitos pensavam que estava falando do Templo que estava diante deles. E ao interpretá-lo assim, estavam colocando a Cristo como um indivíduo que esteve incitando ao povo para que destruísse aquele Templo. Por isso, O acusavam de que havia dito para destruírem o Templo. 

25         E a própria escritura diz: “mas Ele falava do Seu corpo”. Recordem que o ser humano é Templo de Deus. E Deus habitou no seu Templo humano em toda a Sua plenitude que é Cristo, o nosso Salvador. E cada crente em Cristo, como indivíduo, é um Templo humano onde o Espírito de Deus mora, se é um crente em Cristo. E a Igreja do Senhor Jesus Cristo, como um Corpo Místico de crentes é um Templo Espiritual, onde Deus mora e, onde, de Era em Era vai se movendo como se entra num Templo, em que se entra pelo Átrio, vai se entrando até chegar no Lugar mais importante que é o Lugar Santíssimo. E na Igreja do Senhor Jesus Cristo, as Sete Eras da Igreja equivalem ao Lugar Santo e o nosso tempo corresponde ao Lugar Santíssimo.

26         A Arca do Pacto, a Palavra, Cristo veio sendo trazido ao seu Templo, a Sua Igreja de Era em Era, até trazê-lo ao Lugar Santíssimo onde é o Lugar de repouso da Arca e, por conseguinte, o Lugar de repouso da Presença de Deus, onde Deus habitará eternamente. Portanto, onde estará a Arca do Pacto, a Palavra, Cristo, o Pacto onde estarão os Querubins de Ouro, e os Querubins de Madeira de Oliveira, as Duas Oliveiras. Tudo isso corresponde ao Lugar Santíssimo do Corpo Místico de Cristo: a Era da Pedra Angular. De lá Moisés falava ao povo e de lá falará, não somente a Sua Igreja, mas ao povo Hebreu também. Vejam a era que vem, aí está esse chamado para subir como etapa da Igreja.

27         E no ser humano, que também é um Templo Espiritual, tem o Átrio: que é o corpo com os seus cinco sentidos; tem o Lugar Santo: que é o espirito da pessoa  com os seus cinco sentidos também; e tem alma, também chamada de “coração” que tem um só sentido, o livre arbítrio, para crer ou não crer. E a alma é o Lugar Santíssimo da pessoa como Templo Espiritual. Por isso, se diz: dê o teu coração, a tua alma a Cristo. E Ele entra no coração, na alma da pessoa para habitar aí, guiar a pessoa e, sendo que o Lugar Santíssimo é o lugar de repouso de Deus e Deus habita aí na alma da pessoa. E sendo o Trono de Deus, governa a vida da pessoa, porque Ele é o nosso Rei que reina em nossas vidas.

28         Estamos vivendo num tempo muito importante, no qual grandes coisas estão prometidas para sucederem neste tempo. Portanto, temos de estar conquistando as promessas de Deus no e com o Amor Divino. Essa é a virtude que corresponde à Era da Pedra Angular: o Amor Divino que é Cristo.

29         De Era em Era a luz que correspondia a cada Era tem resplandecido por meio da manifestação de Cristo, a Luz do mundo, Se manifestando em Espírito Santo através do Mensageiro correspondente a cada Era e tem resplandecido e iluminado ao povo em cada Era. Essa tem sido a Luz de cada Era.

30         Recordem o que Cristo disse: que João era uma tocha que ardia, era um fogo aceso, uma luz e não se dizia lâmpada, pois nesse tempo não existiam as lâmpadas, era uma tocha que se usava nesse tempo e ou as velas no Templo e iluminava. Recordem que a Luz para cada etapa é a manifestação do Espírito de Deus no Mensageiro de cada Era, o que torna o Mensageiro a Luz para essa etapa do Programa Divino.

31         Por isso, Cristo disse: Eu Sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. A Palavra prometida para cada etapa, para cada Era ou para cada Dispensação é a Luz para o povo dessa etapa, desse Era. É a Luz feita carne, a Palavra encarnada é a Luz para essa Era.

32         E, agora, nos perguntamos, porque temos o direito de perguntar. E nos perguntamos em nossos corações: E a Luz para o nosso tempo? Queremos ver a Luz para o nosso tempo. A Palavra encarnada em cada Era no Mensageiro de cada Era foi a Luz para cada Era. Foi Cristo, a Luz em Espírito Santo, manifestando e cumprindo a Sua Palavra prometida para cada Era.

33         Em palavras mais claras: para que a Luz da sua Era ilumine as pessoas, essa Palavra prometida tem de se encarnar no Mensageiro de cada Era e Se manifestar, iluminar a alma e o coração, a mente do coração, da alma, e o espírito, para poderem ver o Programa de Deus correspondente ao tempo em que as pessoas estão vivendo. Portanto, a Palavra encarnada para cada Era é a Luz dessa Era.

34         Quando João o Batista veio, Ele era a luz para essa etapa da Igreja do Antigo Testamento. E, quando Cristo apareceu, era a Luz maior. Por isso, Cristo disse: “João era uma tocha que ardia e muitos quiseram caminhar a sua luz, mas eu tenho maior testemunho que João”. Tinha mais Luz para o povo.

35         Assim, da mesma forma como houve Luz de Era em Era na Igreja do Senhor Jesus Cristo, como no Templo que Salomão construiu e no Tabernáculo que Moisés construiu houve Luz, porque tinha um Candelabro com as suas Lâmpadas acesas. De Era em Era foi acesa a Lâmpada que alumiaria as pessoas em cada Era, no Templo Espiritual de Cristo, na Sua Igreja. A pergunta é: e para o nosso tempo? O primeiro a se saber é: em que etapa está a Igreja do Senhor Jesus Cristo neste tempo? E em que território essa etapa está se cumprindo?

36         E, então, será acesa a luz da Palavra prometida para este tempo final, resplandecerá e alumiará a alma, o coração, a mente e o espírito das pessoas, para verem o Programa Divino que corresponde ao nosso tempo. Há dois mil anos atrás houve uma Luz maior “Cristo”, que disse: “Eu Sou a Luz do Mundo. Quem Me segue, não andará em trevas, mas terá a luz da vida”. Ou seja, que quem vê essa Luz, recebe a vida eterna.

37         Na página 69, no parágrafo 593 do Livro de Citações, o Reverendo William Branham disse na Mensagem “A Restauração da Arvore Noiva“, na pagina 77: Virá uma luz, se levantará, de onde virá? Lá em Jerusalém? Não Senhor. A luzes da tarde se levantarão. A luz da tarde não se levantará em Jerusalém. A luz da tarde vai para onde? Ao Oeste. Jerusalém está no Leste, pelo Oriente médio.

38         Mas agora, no Oeste, o que é o Oeste? O Continente Americano. Onde veremos essa grande Luz prometida para este tempo final, que vai iluminar, que vai se levantar no Ocidente? Pois no Templo Místico de Cristo, no Corpo Místico de Cristo, na Sua Igreja. Essa é a Luz que corresponde se levantar na Era de Pedra Angular, na Era do Lugar Santíssimo do Templo Espiritual de Cristo que é a Sua Igreja.

39         Onde estava o Lugar Santíssimo no Templo que Salomão construiu e no Tabernáculo que Moisés construiu? No Oeste. Vejam onde está representado o Oeste e o povo do Oeste e, sobretudo, a América Latina. Porque a América do Norte está representada na Era de Laodiceia e na Igreja de Laodiceia da Ásia Menor. E está representada numa parte do Lugar Santo, porém, a América Latina está representada no Lugar Santíssimo e, portanto, para esse território há grandes bênçãos, Promessas Divinas para serem cumpridas, e daí, essa bênção se estenderá para o mundo inteiro.

40         As luzes da tarde vão para onde? Ao Oeste. E, então, falando do Leste, de Jerusalém, disse: Eles tiveram o seu dia e o rejeitaram, mas a Luz da tarde se levantará no oeste. Para quê? Para brilhar sobre a Palavra”, para brilhar, iluminar a Palavra prometida, o que está prometido para este tempo final. Para nos iluminar, para que vejamos o que está prometido para este tempo final, para os crentes em Cristo, para nos amadurecer como crentes em Cristo.

41         Recordem que as crianças começam a receber o seu ensinamento em seu lar e vão obtendo maior conhecimento na medida em que o tempo passa. Nascem sem saber falar, mas vejam o trabalho maravilhoso que os pais realizam: que antes de irem à escola, já sabem falar.

42         Ou seja, esse trabalho é muito importante e, normalmente, tem dois professores: “O pai e a mãe”. E quase sempre estão competindo, porque, quando percebem que o menino ou a menina já querem falar, cada um tenta lhe ensinar as primeiras palavras que deverá falar. A mamãe lhe ensina a pronunciar “mamãe”, e o papai lhe ensina “papai”. E quase sempre a mamãe ganha, porque o pai vai trabalhar e ela tem mais tempo para lhe ensinar.

43         Porém, os dois contribuem, depois, mais adiante, a mamãe ajuda ao papai para que o menino ou a menina também pronuncie “papai”. Mas vejam como o menino e a menina vai para a escola já falando. Depois, continuam na escola adquirindo mais conhecimento. Passam por diferentes etapas ou graus e, depois mais adiante, os que podem ir à universidade passam para a universidade e se tornam profissionais. Ou seja, a pessoa vai amadurecendo no e com o conhecimento.

44         Assim é no espiritual, os crentes vão amadurecendo até chegarem ao conhecimento de Deus. Porque a Escritura diz: “E todos me conhecerão”. Deus disse no capitulo 14 de Zacarias, versículo 9: “Todos serão ensinados por Deus e naquele dia, Jeová será um e um seu Nome”.

45         E assim, a Igreja do Senhor Jesus Cristo, com todos os crentes de cada Era, tem passado por diferentes etapas e, para este tempo final, que é o tempo para a colheita, terão de amadurecer. Porque se o fruto não amadurecer não há colheita. E o Espírito Santo com a Sua Luz, Cristo o Sol de Justiça é quem nos amadurece como crentes em Cristo. Ele nos amadurece no conhecimento de Deus, nos faz pessoas maduras como cristãos no meio da sua Igreja.

46         A Luz do tempo final é para isso: para amadurecer o trigo para a colheita, para sermos colocados fisicamente no Reino de Deus com corpos eternos, corpos glorificados e jovens para toda a eternidade. E irmos à Ceia das Bodas do Cordeiro em Carros de Fogo, como o Profeta Elias foi, e como Cristo foi arrebatado ao Céu também com os Santos do Antigo Testamento.

47         Mas, onde se levantará a Luz da tarde? No Oeste. Essa é a bênção que nos corresponde no Programa Divino, no Corpo Místico de Cristo, na Era da Pedra Angular. Recordem que a Era da Pedra Angular corresponde ao Oeste, tal como o Lugar Santíssimo estava no Oeste. Aí estava a Arca do Pacto, a Palavra. Aí estava o Pacto, aí também estava a Vara de Aarão que reverdeceu, também estava o Maná Escondido e aí também estavam os Dois Querubins de Ouro. E estavam no Templo que Salomão construiu também os Dois Querubins de Madeira de Oliveira com suas asas estendidas. Portanto, aí na Era do Lugar Santíssimo, na Era de Pedra Angular é que se cumprirá a Visão do Monte da Transfiguração. Aí é que aparecerão as Duas Oliveiras e aí é que aparecerá a Segunda Vinda de Cristo para o tempo final.

48         E por que será aí? Porque não foi em outras Eras, é para a Era da Pedra Angular, para a Era do Lugar Santíssimo do Corpo Místico de Cristo, o nosso Salvador. “Para quê? Para brilhar sobre a Palavra. Para quê? Para amadurecer o fruto, trazer a Árvore Noiva adiante, com os mesmos Sinais, Maravilhas e Frutos que eles tinham no princípio”. E isto chegará a sua parte culminante no cumprimento da Visão da Tenda. Este será um tempo onde a Igreja será vista como no tempo dos Apóstolos.

49         Porém, não sabemos se será no começo da Tenda, no meio ou no final. Isso já é um assunto de Deus. Quando o Reverendo William Branham foi levado em visão ou em sonho nessa Grande Tenda Catedral, já estavam fazendo reuniões, pregações, chamamentos e também linhas ou filas de oração, onde os doentes entravam num quarto de madeira e, saíam curados por outra porta.

50         Ou seja, nós não sabemos se Ele foi, em sonho ou visão, aos trinta dias após a Tenda Carpa Catedral começar a funcionar, ou há um ano, ou aos dois anos, ou aos três anos, não sabemos. Se soubéssemos, então, saberíamos especificar o tempo, mas está bem assim, porque caminhamos por fé.

51         O importante é termos ao Senhor, assim como Moisés teve o Tabernáculo e Salomão teve o Templo aonde Deus viria para habitar no Lugar Santíssimo, assim também, a Igreja do Senhor Jesus Cristo lhe corresponde ter o Lugar onde o Reverendo William Branham viu que a Coluna de Fogo veio, para habitar num pequeno Quarto de Madeira e Se manifestar e realizar todas essas Maravilhas que foram vistas pelo Reverendo William Branham.

52         A mesma Coluna de Fogo que apareceu para Moisés naquela árvore e lhe disse: “Eu Sou o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó”. Essa mesma Coluna de Fogo, que a Bíblia também diz que é o Anjo do Senhor, irá e estará nessa Grande Tenda Catedral, que o Reverendo William Branham viu para realizar o que foi mostrado a ele.

53         Onde a Luz resplandecerá? No Oeste. A Era da Pedra Angular corresponde ao Oeste porque é o Lugar Santíssimo do Templo Espiritual de Cristo, da mesma forma como o Lugar Santíssimo estava ao Oeste do Templo que Salomão construiu e do Tabernáculo que Moisés construiu. Tão simples assim.

54         Portanto, agora não poderá estar no Leste, terá de estar no Oeste, no Lugar Santíssimo do Templo Espiritual de Cristo, o nosso Salvador. E o que está mais próximo do Lugar Santíssimo é a última etapa da Igreja, a Era de Laodiceia, por isso, a Era de Laodiceia também se cumpriu no Continente Americano. A melhor parte corresponde aos Latino-Americanos e Caribenhos.

55         Por isso, o Reverendo William Branham disse: “o Espírito de Deus saiu desta nação”. Mas o segredo está em, para onde foi? Veio Se movendo de Leste a Oeste, da primeira Era, que começou lá no Leste, na Ásia Menor e veio Se movendo, subindo até chegar ao Oeste, na sétima Era da Igreja, e daí para a Era da Pedra Angular. Portanto, a bênção maior corresponde à Era da Pedra Angular e às pessoas que formarão essa Era de Pedra Angular, porque é uma Era formada por Pedras vivas, crentes em Cristo o nosso Salvador.

56         E essa é a Era em que Ele virá com os Seus Anjos e cumprirá a Sua Vinda. Ele será a Pedra Principal dessa Era, os demais serão Pedras Vivas que formarão essa Era. Nenhuma outra Era teve a Pedra Viva, Cristo na Sua Segunda Vinda. A Segunda Vinda de Cristo o nosso Salvador é para a Era de Pedra Angular, para nos transformar e nos levar com Ele para a Ceia das Bodas do Cordeiro.

57         E essas Promessas, nós as conquistaremos neste tempo final no e com o Amor Divino, não lutando e pelejando com Cristo, senão com o Amor Divino as conquistaremos pela fé crendo nelas, as conquistaremos e se farão uma realidade em nossa Era e em nossa vida.

58         Para mim foi um grande privilegio estar com vocês neste momento, Ministros e Colaboradores aqui presentes, e em diferentes países. Que Deus lhes abençoe e lhes guarde e para os que estão em diferentes países é um “até manhã”, se Deus quiser.

59         Hoje tivemos a reunião de Ministros, amanhã será a escola bíblica, o estudo bíblico do qual tivemos a introdução na sexta-feira. Amanhã, o estudo bíblico que corresponde ao tema de amanhã, se Deus quiser, será: Jesus Cristo, a Esperança de Glória. Jesus Cristo é a esperança de Glória para todos nós, é a nossa única esperança para sermos glorificados e sermos à imagem e semelhança de Cristo o nosso Salvador. De modo que, quando estivermos glorificados e jovens aparentaremos ter a idade de dezesseis a vinte e um anos, e a pergunta é: nós nos reconheceremos nesses dias?

60         Claro que sim, porque no Novo Corpo teremos todo o conhecimento de todas as coisas, porém, as pessoas que não serão transformadas, talvez não nos reconheçam, porque não cabe na mente de uma pessoa, que alguém com sessenta, setenta, ou noventa anos, possa ter a aparência de dezoito a vinte anos de idade.

61         Portanto, estaremos conquistando essa Promessa também, que é a Promessa que nos levará a Ceia das Bodas do Cordeiro, porém, nós teremos de receber a fé, que os Trovões nos dará, para sermos transformados. E os Trovões são a Voz de Cristo falando consecutivamente na Era de Pedra Angular.

61         Que Deus lhes abençoe e lhes guarde. E deixo com vocês aqui ao Ministro Reverendo João Ramos para continuar. E Miguel que Deus te abençoe e te guarde, e te use grandemente no seu Reino neste tempo final.

62         CONQUISTANDO AS PROMESSAS DE DEUS COM O AMOR DIVINO”.