MENSAGENS





Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 54

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 121

A Mensagem do Rei

Data: 05/06/2016 Tempo: 01:01:15





 

A MENSAGEM DO REI

 

William Soto Santiago

Domingo, 05 de Junho de 2016

San Felipe - Venezuela

 

 

Bom dia aos amáveis amigos e irmãos presentes aqui em São Felipe, Venezuela. Para mim é um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, para compartilharmos alguns momentos de companheirismo em torno da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final. Recebam minhas saudações todos os presentes, os Ministros, as Congregações de irmãos e irmãs crentes em Cristo  o nosso Salvador que estão em diferentes nações.

 

Para esta ocasião leiamos no Livro do Apocalipse capítulo 10, do versículo 1 em  diante, onde nos diz:

 

E VI outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo;

2  E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;

3  E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes.

4  E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas.

5  E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu,

6  E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais demora;

7  Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos Profetas, seus servos.

8  E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.

9  E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel.

10  E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.

11  E ele disse-me: Importa que Profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis”.

 

Que Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la.

 

O nosso tema para esta ocasião é: “A MENSAGEM DO REI”.

 

Quem é o Rei? O Rei é Deus Criador dos Céus e da Terra e quando se faz carne, é Deus o Rei encarnado entre os seres humanos, na Sua Primeira Vinda e, depois, na Sua Segunda Vinda.

 

Na Sua Primeira Vinda veio como Cordeiro para fazer a Obra de Redenção, para redimir a Israel e a todos os escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu.

 

Logo depois de ressuscitado, Ele se sentou no Trono de Deus no Céu, por conseguinte, recebeu o poder, todo o poder no Céu e na Terra e no Dia de Pentecostes desceu no aposento alto no meio dos crentes Nele e daí em diante esteve em Espírito Santo no meio da Sua Igreja como Ele prometeu, pois Ele disse: “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”. (São Mateus capítulo 28, versículo 20). E em São Mateus capítulo 18, versículo 20, nos diz: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí eu estarei”.

 

Ou seja, Cristo em Espírito Santo esteve no meio da Sua Igreja desde o dia de Pentecostes, se reproduzindo em filhos e filhas de Deus ao produzir o novo nascimento, dar do Seu Espírito a cada pessoa que o recebe como único e suficiente Salvador, que seja batizada na água no Seu Nome e depois Cristo a batiza com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento na pessoa.

 

Essa é a Ordem para depois ela vir em carne no corpo glorificado, após receber o novo nascimento, nascer no Reino de Deus e, por conseguinte, estar selada com o Selo do Deus vivo, com o Espírito Santo, para o Dia da Redenção, para o dia em que seremos redimidos fisicamente, o qual será a redenção do corpo, ou seja, a transformação para os que vivemos, e a ressurreição em corpos glorificados para os que morreram.

 

Durante a Dispensação da Graça (a sexta Dispensação) se esteve pregando o Evangelho da Graça, que gira em torno da Primeira Vinda de Cristo e, para o Último Dia, surgirá a Mensagem do Rei, a Mensagem do Evangelho do Reino, para chamar e juntar aos escolhidos do Último Dia, na Era da Mensagem do Rei, na Era da Pedra Angular, onde Cristo por meio do Seu Espírito estará nos falando como falou nas Eras passadas por meio do Seu Espírito através de cada Mensageiro que Ele enviou para cada Era.

 

Essa é a forma de Deus falar a Seu povo de etapa em etapa e de Era em Era. Zacarias mostrou isso claro no capítulo 7, versículos 11 e 12, quando disse:

 

Eles, porém, não quiseram escutar, e deram-me o ombro rebelde, e ensurdeceram os seus ouvidos, para que não ouvissem.

12  Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o SENHOR dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros profetas; daí veio a grande ira do SENHOR dos Exércitos”.

 

Como Deus enviava a Sua Palavra? Como Deus falava ao povo Hebreu? Por meio do Seu Espírito, através dos Profetas que Ele enviava. “Porque não fará nada o Senhor Deus sem que antes revele Seus segredos a Seus servos, Seus Profetas” Amós assim nos disse no capítulo 3, versículo 7.

 

Essa é a forma de Deus falar aos seres humanos, de Deus falar ao povo que está no Pacto vigente, para o qual cada pessoa vem a Terra, para viver uma temporada e fazer contato com Deus no Programa Divino que Ele tem para o tempo em que a pessoa apareça nesta Terra.

 

É importante entendermos que é por meio do Espírito Santo, que é o Anjo do Pacto ou o Anjo do Senhor, o qual é Cristo no Seu corpo angelical, por meio do qual Deus criou todas as coisas. Ele é o Verbo, o Anjo do Pacto, o corpo angelical de Deus, ou seja, a imagem do Deus vivente. Por isso, a Escritura nos diz que Cristo é a imagem de Deus e a imagem de Deus é o corpo angelical, o corpo teofânico de Deus, o qual é Cristo no Seu corpo angelical.

 

Por isso, em São João no capítulo 8, nos versículos 56 ao 59, Cristo nos disse:

 

Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.

57  Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão?

58  Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.

59  Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou”.

 

Vejam como Cristo disse: “Antes que Abraão existisse, eu sou”.

 

Como Jesus Cristo era antes de Abraão? Era o Anjo do Pacto, era o mesmo que apareceu a Abraão como Melquisedeque na manifestação no capítulo 14 do Gênesis, e lhe deu pão e vinho. Esse era Jesus Cristo como o Sumo Sacerdote Melquisedeque, aparecendo a  Abraão.

 

E também lhe apareceu em outra ocasião com dois Anjos, com mais dois Arcanjos: Gabriel e Miguel que lhe confirmou que teria o filho que Deus tinha lhe prometido, e lhe disse: “No próximo ano, por este tempo, terás o filho”. Isso foi quando Deus desceu com Seus Arcanjos para a destruição de Sodoma e de Gomorra.

 

E quem era Esse que desceu com dois Arcanjos, com os Seus Arcanjos Gabriel e Miguel? Era nada menos que Deus no Seu corpo angelical, o qual nós vimos que estava materializado, comeu com Abraão e com os dois Arcanjos que lhe acompanhavam.

 

Quando vai suceder algo grande, Cristo Se manifesta com os Seus Arcanjos Gabriel e Miguel para cumprir o Programa que esteja marcado para esse tempo.

 

No capítulo 17 do Gênesis apareceu a Abraão, comeu com ele (e os Seus Arcanjos também). Depois do almoço os Arcanjos foram para Sodoma, mas Deus Elohim, ficou conversando com Abraão, e lhe disse: “Encobrirei eu a Abraão o que vou fazer, sendo que ele ordenará a seus filhos para que Me temam?” E lhe revelou o que sucederia lá em Sodoma, lhe revelou o juízo divino que cairia sobre Sodoma e Gomorra naquele tempo.

 

Enquanto ainda estavam em Sodoma os Arcanjos Gabriel e Miguel, vimos que Deus permanecia com Abraão lhe revelando o mistério do juízo divino que viria sobre Sodoma e Gomorra, onde Ló estava habitando e era uma pessoa muito importante . Sodoma e Gomorra representavam o reino dos gentios, que neste tempo final receberá o juízo divino como Sodoma e Gomorra o receberam naquele tempo.

 

Porém, Abraão estava vivendo no monte, Deus o abençoava e falava com ele, Deus lhe aparecera para confirmar a Sua promessa, a qual falava dos filhos de Deus do tempo final, que estarão no Monte, no Corpo Místico de Cristo, no Reino de Cristo na sua etapa espiritual e que estarão na parte alta do Monte, na Era de Pedra Angular, para escutar a Voz de Deus, se manter crendo para a Vinda do Filho prometido, a Segunda Vinda de Cristo e também a vinda de cada filho e filha de Deus para serem redimidos fisicamente na redenção do corpo que será a nossa transformação.

 

Disso é que estará nos falando neste tempo final e nos preparando para recebermos essa transformação que está prometida para o tempo final, para o tempo da Trombeta Final, que será a Mensagem Final de Deus, que nos dará a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Abraão no monte, na parte alta do monte mostra aos crentes no Monte de Deus, na Igreja do Senhor Jesus Cristo na parte alta, na Era de Pedra Angular, na Era de e para a adoção, a redenção do corpo, a transformação do corpo de cada crente em Cristo que estará vivendo no tempo final ou no Último Dia.

 

E, agora, como virá a Mensagem do Rei para este tempo final? Assim como veio a Jeremias no capítulo 1, nos versículos 4 ao 12, onde dentre as coisas que disse a Jeremias, foi:

 

PALAVRAS de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim;

2  Ao qual veio a palavra do SENHOR, nos dias de Josias, filho de Amom, rei de Judá, no décimo terceiro ano do seu reinado.

3  E lhe veio também nos dias de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, até ao fim do ano undécimo de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, até que Jerusalém foi levada em cativeiro no quinto mês.

4  Assim veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:

5  Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por Profeta.

6  Então disse eu: Ah, Senhor DEUS! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino.

7  Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.

8  Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o SENHOR.

9  E estendeu o SENHOR a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o SENHOR: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca;

Onde Deus coloca as Suas Palavras? Na boca do Profeta que Ele tenha para cada Era e para cada Dispensação. O que nós lemos no capítulo 7 de Zacarias, versículos 11 e 12, quando Deus disse que falou a Israel por meio do Seu Espírito através dos Profetas.

 

Segue dizendo:

 

10  Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.

11 Ainda veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira.

12  E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la”.

 

Deus colocou a Sua Palavra na boca de Jeremias, e nos disse que Deus apressa a Sua Palavra para pô-la por obra. A Palavra correspondente para o tempo de Jeremias, a Palavra correspondente para cada tempo, quando Deus a coloca na boca do Profeta Mensageiro para esse tempo, a apressa para materializá-la, para pô-la por obra, para cumprir o que foi dito Por Deus através desse instrumento, chamado “Profeta” na Bíblia.

 

Porque a Palavra de Deus vem aos Profetas que a recebem a captam a falam e quando a falam, se torna a Palavra de Deus para todo ser humano, para a raça humana.

 

Enquanto não é falada pelo Profeta, ainda não é a Palavra para o povo, mas quando o Profeta a fala, isso é a Palavra de Deus para o povo. E quando Deus fala uma Mensagem por meio de um instrumento tal qual a revela, depois ele a fala ungido pelo Espírito Santo, isso é o Espírito Santo falando a Mensagem a Palavra através desse Profeta.

 

E para o Último Dia, assim como falou por meio dos diferentes Profetas no Antigo Testamento, no meio do povo Hebreu, depois falou por meio de Jesus Cristo, (e antes de Jesus Cristo falou por meio de João o Batista como o precursor da Primeira Vinda de Cristo), Ele também esteve falando por meio dos Seus instrumentos Mensageiros no meio da Sua Igreja sob o Novo Pacto, na Dispensação da Graça, até chegar ao Mensageiro da sétima etapa ou da sétima Era da Igreja gentia, o Rev. William Branham, como precursor da Segunda Vinda de Cristo.

 

Por isso, ele falou tanto da Vinda do Filho do Homem com os Seus Anjos, porque no Monte da Transfiguração foi mostrada a Segunda Vinda de Cristo com os Seus Anjos. Por isso, Jesus apareceu glorificado, transfigurado o Seu rosto se fez outro. Logo apareceram Moisés e Elias ao lado de Jesus, porque a Segunda Vinda de Cristo é com os Seus Anjos, que são os ministérios de Moisés e Elias, os ministérios das Duas Oliveiras correspondentes ao tempo final, conforme a Zacarias no capítulo 4, versículos 1 ao 14; e ao Apocalipse capítulo 11, versículos 1 ao 14.

 

Por isso, é que depois que entregou o Livrinho aberto na mão do Apóstolo João, o qual o qual representava a Igreja do Senhor Jesus Cristo e, por conseguinte, a todos os Mensageiros da Igreja desde o primeiro até ao oitavo Mensageiro, encontramos que teria de entregar o Livrinho selado com os Sete Selos já abertos e lhe disse para comê-lo, lhe disse que será doce na boca, mas amargo no seu ventre. O Apóstolo João o pegou e o comeu e lhe foi dito: “É necessário que Profetizes outra vez sobre muitos povos, nações e línguas”.

 

E depois no Apocalipse 11, encontramos que o ministério de profecia para os Judeus é o ministério das Duas Oliveiras, são Moisés e Elias que vêm profetizando (conforme ao Apocalipse capítulo 11), falando as coisas contidas no Livro selado com Sete Selos que foi aberto no Céu e trazido a Terra por Cristo, o Anjo Forte que desce do Céu, o qual clama como um leão quando ruge, porque vem como Leão, vem como Rei, e vem para julgar ao mundo, porque vem para cumprir o Dia ou a Festa das Trombetas de Levítico capítulo 23, versículo 24. E, depois, cumprir o restante das Festas que faltam, como a Festa da Expiação, quando Israel despertará à realidade, os seus olhos serão abertos e, então, entenderão que houve uma Vinda do Messias a dois mil anos atrás, então chorarão, se lamentarão arrependidos do que fizeram, e Deus terá misericórdia do povo Hebreu.

 

Haverá pranto conforme a Zacarias no capítulo 12 em diante, pranto no meio de Israel pelo que sucedeu, arrependido pelo que sucedeu: rejeitou ao Messias na Sua Primeira Vinda, mas o Messias sabia para quê tinha vindo, sabia que tinha vindo para morrer, para salvar a Israel e salvar a Sua Igreja, os quais estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu, desde antes da fundação do mundo.

 

Em breve Israel despertará, será despertado pela Mensagem do Rei, assim como os escolhidos da Igreja do Senhor Jesus Cristo no Último Dia, serão despertados pela Mensagem do Rei neste tempo final, na Era da Pedra Angular, que é a Era para se cumprir plenamente o Apocalipse nos capítulos 10 e 11, e Cristo, o Anjo do Pacto, o Espírito Santo falar novamente a Sua Igreja e, depois, a Israel, lhe falará com a Mensagem do Rei, porque Cristo estará como Rei, não como Cordeiro, mas como Rei, não como o Sumo Sacerdote, mas como o Rei e como o Juiz de toda a Terra.

 

Portanto, é importante sabermos onde estará a Mensagem do Rei, do Rei dos reis e Senhor dos senhores no Último Dia, neste tempo final no qual estamos vivendo. É na Era de Pedra Angular, a Era da Palavra para o tempo final. E toda Palavra que não foi cumprida nas Eras passadas, será cumprida no nosso tempo, porque este é o tempo para cumprimento de toda Escritura correspondente ao Último Dia, que está na Escritura, será falada e materializada no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

De modo que todos os que estarão na Era de Pedra Angular escutando a Palavra revelada, estarão escutando a Mensagem do Rei, a Mensagem de Cristo, o Rei de reis e Senhor dos senhores, para realizar a Obra de Reclamação: reclamar tudo o que Ele redimiu com o Seu Sangue precioso, reclamar a todos os que estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu, reclamar toda a herança que corresponde a Ele e a Sua Igreja, que é co-herdeira com Cristo o nosso Salvador.

 

Ou seja, não somos herdeiros independentes de Cristo. É com Cristo que nós somos co-herdeiros de toda a herança divina: dos Céus e da Terra, de toda a Criação. Por isso, armazenamos tesouros lá no Céu, os quais transcendem ao Reino de Cristo.

 

E, por isso, é que quando Ele reparta os galardões, como Ele disse: “Eis que venho cedo, e meu galardão comigo, para recompensar a cada um conforme a sua obra” (Apocalipse capítulo 22, versículo 12). tudo o que tenhamos feito aqui na Terra será recompensado no Céu, no Reino do Senhor Jesus Cristo, porque nós  o fizemos para o Reino de Cristo o nosso Salvador. Recordem o que Ele disse: “Fazei tesouros (onde?) no Céu”. [São Mateus 6:19-20].

 

E para fazermos tesouros no Céu, temos um tempo de vida aqui na Terra, desde que nascemos até que terminemos os nossos dias aqui na Terra.

 

Por isso, se dá a conhecer o que Cristo disse, o que a Escritura fala dos tesouros no Céu, porque todos nos queremos ter tesouros no Céu, o tesouro no Céu e temos uma forma para fazermos tesouros no Céu: todo trabalho, toda oferta e toda contribuição que façamos trabalhando fisicamente ou economicamente, fica registrada no Céu, para Cristo nos dar a recompensa pelo que tenhamos feito no Seu Programa.

 

Por isso, os discípulos que tinham deixado tudo, disseram a Cristo: “Nós deixamos tudo e Te seguimos. O que nós teremos?” Ou seja: “O que teremos no Teu Reino?” Cristo lhes disse: “No Reino quando na regeneração, vós vos assentareis comigo em doze tronos, e julgareis às doze tribos de Israel”. E também lhes disse que receberão cem vezes mais do que eles deixaram, para seguirem a Cristo. [São Mateus 19:27-28].

 

Ou seja, no Reino de Deus não há perda, tudo é ganho no Reino de Cristo. Mas você decide se perde ou se ganha. Se você armazena o seu tesouro aqui na Terra, esta Terra passará pelos juízos da grande tribulação e será destruído tudo o que está na Terra; o reino dos gentios será destruído para dar passagem ao Reino de Cristo o nosso Salvador.  Portanto, quem armazenou o seu tesouro no Céu, receberá a sua recompensa no Reino de Cristo o nosso Salvador. Por isso, se dá a oportunidade a toda pessoa de trabalhar no Reino de Cristo, na Obra de Cristo correspondente ao tempo que nos correspondeu viver.

 

Na Primeira Carta aos Coríntios no capítulo 15, versículo 58, nos diz: “Porque o nosso trabalho no Senhor não é em vão”. Ou seja, o trabalho de cada pessoa será recompensado se o fizer com amor, de boa vontade e de todo coração, para Cristo o nosso Salvador.

 

A MENSAGEM DO REI”.

 

Já localizamos o tempo: é para o nosso tempo, localizamos a Era: a Era da Pedra Angular. Corresponde a vocês descobrirem e verem através da Palavra quem será o instrumento através do qual Cristo em Espírito Santo estará nos falando a Mensagem do Rei.

 

Será aquele que estará ungido com o Espírito de Cristo, através do qual Cristo operará o ministério de Elias, operará o ministério de Moisés e operará o ministério de Jesus, são os três ministérios representados lá no Monte da Transfiguração. Tão simples assim.

 

Haverá um Profeta como o Profeta Elias (se a quinta manifestação do ministério de Elias), haverá um Profeta como Moisés e haverá um Profeta como Jesus. Tudo isso para o tempo final, para nos trazer a Mensagem do Rei.

 

Será Cristo falando a nossa alma, ao nosso coração, porém, recordem de uma coisa: Ele não será Elias, não será Moisés e nem será Jesus, será um homem do Último Dia no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

Será um homem Mensageiro na Igreja do Senhor Jesus Cristo no Último Dia, através de quem Deus estará nos falando, através de quem o Rei dos reis e Senhor dos senhores, Cristo o nosso Salvador estará nos falando por meio do Seu Espírito e, isso, será a Mensagem do Rei na Era da Pedra Angular, na Era do Trono, na Era do Trono como Era, será a Era do Trono para o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

 

Será aí nessa etapa da Igreja, onde Ele cumprirá a Sua Segunda Vinda, cumprirá os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus para o Último Dia, com a Mensagem, a revelação, a Mensagem do Rei, a Mensagem que nos dará a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

A Mensagem do Rei será o Evangelho do Reino. Tão simples assim. E é para mim, e para quem mais? Para cada um de vocês também. A Mensagem do Rei para nos dar a fé, para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo como Salvador, pode fazer isso nestes momentos e estaremos orando por você, para que Cristo lhe receba no Seu Reino, lhe perdoe e lhe limpe de todo pecado com o Seu Sangue, você será batizada na água no Seu Nome, Cristo lhe batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em você.

 

Podem passar aqui na frente os que estão aqui presentes que ainda não receberam Cristo, para recebê-Lo como Salvador. E os que estão em outras nações também podem chegar aos Pés de Cristo, para recebê-Lo como único e suficiente Salvador.

 

Estamos no tempo em que Deus está chamando os últimos escolhidos de Deus, para colocá-los no Seu Corpo Místico de crentes. É Cristo, o Anjo do Pacto, o Espírito Santo no meio da Sua Igreja com o Cetro do Rei, a Palavra, a Mensagem de Deus para este tempo final. É Cristo, o Anjo do Pacto no meio da Sua Igreja com a Espada do Rei. A Espada do Rei é a Palavra de Deus, a Palavra de Deus para este tempo final. A Mensagem do Rei, esse é o Cetro de Deus, essa é a Espada de dois fios.

 

A Mensagem do Rei, o Cetro do Rei, a Espada de Rei no Último Dia estará na Era da Pedra Angular, a qual nós veremos escutaremos receberemos e obteremos a fé, para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Deus tem muitas pessoas na República Venezuelana, e está chamando-as neste tempo final. Também tem muitas pessoas em Porto Rico, em todo Caribe, em toda a América Latina e na América do Norte também tem muitas pessoas, bem como em outras nações e está chamando-as neste tempo final por meio da Mensagem de Rei, a Mensagem de Cristo, o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

 

Sua Vinda no Apocalipse 19 será como Rei dos reis e Senhor dos senhores, com um Nome Novo, com um Nome que ninguém conhece senão Ele mesmo, escrito em Sua vestimenta.

 

As crianças de dez anos em diante podem vir aos Pés de Cristo o nosso Salvador, pois Cristo disse: “Deixai os meninos virem a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino dos céus”. [São Mateus 19:14]

 

Todas as crianças querem ir ao Céu e todas as crianças são apresentadas a Deus, a Cristo para confirmarem o seu lugar no Reino de Deus. E aquelas que já tenham idade para se batizarem na água no Nome do Senhor Jesus Cristo, também são chamadas neste tempo final para confirmarem o seu lugar no Reino de Deus.

 

É um privilégio, uma grande bênção viver neste tempo final. Não importa os problemas que haja nas nações, não importa os problemas que haja nos países, nas comunidades, não importa os problemas que haja nas famílias, este é o melhor tempo de todos os tempos, porque este é o tempo para a adoção, a redenção dos nossos corpos, a nossa glorificação, a nossa transformação e para os crentes que morreram em Cristo é o tempo para a sua ressurreição em corpos glorificados, jovens, eternos e imortais.

 

Este é o melhor tempo, porque é o tempo da Era de Pedra Angular, para a Vinda do Senhor com Moisés e Elias, as Duas Oliveiras. Este é o melhor tempo porque é o tempo da e para a Mensagem do Rei.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo o nosso Salvador.

 

Nas demais nações vocês podem continuar chegando aos Pés de Cristo, para que fiquem incluídos na oração que estaremos fazendo pelas pessoas que estão chegando aos Pés de Cristo o nosso Salvador.

 

Com nossos rostos inclinados e nossos olhos fechados:

 

Pai celestial eu venho a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo com todas estas pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Rogo-Te que as recebas no Teu Reino. Eu Te rogo no Nome do Senhor Jesus Cristo, para quem seja a glória e a honra, pelos séculos dos séculos. Amém.

 

Agora repitam esta oração que estarei fazendo por cada um de vocês aqui nesta ocasião:

 

Senhor Jesus Cristo, eu escutei a pregação do Teu Evangelho e a Tua fé nasceu no meu coração. Creio em Ti com toda a minha alma. Creio na Tua Primeira Vinda, creio na tua morte na Cruz do Calvário como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados e creio no Teu Nome como o único nome debaixo do Céu, dado aos homens, em que nós podemos ser salvos.

 

Reconheço que sou pecador e necessito um Salvador, um Redentor. Senhor, eu Te recebo como meu único e suficiente Salvador. Eu Te rogo que perdoes meus pecados, que me limpes de todo pecado com o Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo, e produzas o novo nascimento em mim.

 

Eu quero nascer no Teu Reino, quero viver no Teu Reino. Faça da salvação que ganhaste para mim na Cruz do Calvário uma realidade em mim. Eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso, Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

Agora, os que vieram aos Pés de Cristo perguntarão: “Quando podem me batizar”?

 

O batismo na água é tipológico. A água não tira os pecados, o Sangue de Cristo é o que nos limpa de todo pecado, porém, o batismo na água é um mandamento de Cristo, o qual disse:

 

“Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado”. (São Marcos capítulo 16, versículos 15 e 16).

 

É um mandamento que esteve sendo obedecido desde os dias dos Apóstolos, desde o Dia de Pentecostes até hoje. O mandamento de Cristo de ir por todo o mundo pregando o Evangelho, continua sendo obedecido, e os que creem são batizados na água no Nome do Senhor Jesus Cristo. Cristo continuou batizando a milhões de seres humanos com o Espírito Santo e Fogo desde o dia de Pentecostes até hoje e, por conseguinte, milhões de seres humanos estiveram nascendo no Reino de Cristo o nosso Salvador, e obtiveram assim o novo nascimento, e foram colocados no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

No batismo na água a pessoa se identifica com Cristo na Sua morte, sepultamento e ressurreição. Quando a pessoa recebe Cristo como Salvador, morre para o mundo; quando é submersa nas águas batismais, simbolicamente ela está sendo sepultada; e quando é levantada das águas batismais, está sendo ressuscitada para uma nova vida: à vida eterna com Cristo no Seu Reino eterno. Por isso, é tão importante o batismo na água no Nome do Senhor Jesus Cristo o nosso Salvador.

 

Portanto, todos vocês podem ser batizados, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, que produza o novo nascimento em vocês e continuaremos nos vendo eternamente no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Deixo com vocês aqui ao Rev. Missionário Miguel Bermúdez Marín, e em cada país deixo ao Ministro correspondente, para que lhes indique como fazer para se batizarem na água no Nome do Senhor Jesus Cristo.

 

Continuaremos nos vendo nestes dias, na sexta-feira e também no domingo, conforme ao anúncio que o Dr. Miguel Bermúdez Marín fará.

 

Para mim é uma grande bênção estar com vocês, aqui nesta ocasião,  dando o testemunho da Mensagem do Rei”: Rei dos reis e Senhor dos senhores.

 

Que Deus lhes abençoe e lhes guarde e que continuem desfrutando uma tarde repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

“A MENSAGEM DO REI”.