MENSAGENS




A Revelação de Deus por meio dos Profetas - Introdução

Data: 03/02/2017 Tempo: 00:30:39





 

 

A REVELAÇÃO DE DEUS POR MEIO DOS PROFETAS

 

Dr. William Soto Santigo

Sexta-feira, 03 de Fevereiro de 2017

Cayey - Porto Rico

 

Boa noite, amáveis amigos e irmãos aqui presentes, aos Ministros que nos acompanham, e também aos Ministros e congregações nos diferentes países; também ao Missionário Miguel Bermúdez Marín lá na Ilha de Margarita e na congregação do Ministro Reverendo Jairo Graffy: uma saudação para o Reverendo Jairo Graffy e sua congregação lá na Ilha de Margarita, onde se encontra o Reverendo Missionário Miguel Bermúdez Marín.

 

Deus abençoe a todos lá em Margarita, na ilha onde o Missionário Miguel Bermúdez Marín nasceu; e também a todos os Ministros e congregações nos diferentes países que estão conectados com esta transmissão.

 

Deus abençoe a todos, lhes abra as Escrituras e o entendimento para entenderem o Programa Divino correspondente a este tempo final, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

O tema da escola bíblica do próximo domingo, com a ajuda Deus será: “A REVELAÇÃO DE DEUS POR MEIO DOS PROFETAS”. E hoje sexta-feira, 3 de Fevereiro, teremos a introdução, uma curta introdução a esse tema que teremos para a escola bíblica do próximo domingo, dia 5 de Fevereiro deste ano 2017.

 

Leiamos em Amós, no capítulo 3, versículo 7, onde diz:

 

Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os Profetas”.

 

Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Temos a forma de Deus falar a Seu povo: por meio dos Profetas, mencionada aqui na leitura que tivemos.

 

Temos por exemplo a Israel, com quem Deus falou por meio de Moisés, falou a Palavra correspondente aquele tempo e nessa Mensagem foi dado a conhecer a forma em que Deus a libertaria para cumprir o que tinha prometido a Abraão lá em Gênesis. Quando Deus esteve falando com Abraão lhe prometeu no capítulo 15 do Gênesis, do versículo 12 em diante, diz:

 

“E pondo-se o sol, um profundo sono caiu sobre Abrão; e eis que grande espanto e grande escuridão caiu sobre ele.

13  Então disse a Abrão: Sabes, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos,

14  Mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza.

15  E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado.

16  E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia”.

 

Segue dizendo no versículo 17:

 

“17  E sucedeu que, posto o sol, houve escuridão, e eis um forno de fumaça, e uma tocha de fogo, que passou por aquelas metades.

18  Naquele mesmo dia fez o SENHOR uma aliança com Abrão, dizendo: À tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates.

19  E o queneu, e o quenezeu, e o cadmoneu,

20  E o heteu, e o perizeu, e os refains,

21  E o amorreu, e o cananeu, e o girgaseu, e o jebuseu”.

 

Deus prometeu a Abraão lhe dar toda essa terra, todo esse território, sob esse pacto que Ele estabeleceu com Abraão e Abraão também é Profeta de Deus, porque ele está vivo em outra dimensão.

 

Os que servem a Deus não morrem, somente passam desta dimensão à outra dimensão, ao Paraíso e seguem vivendo em seus corpos espirituais, que é o espírito da pessoa, no qual a pessoa continua vivendo logo depois que termina a sua vida terrena no seu corpo de carne.

 

Os Profetas de Deus são caracterizados porque eles vêm com as duas consciências juntas e ao virem com as duas consciências juntas, estando acordados eles podem ver e podem ouvir e falar na dimensão espiritual. Deus fala a Seus Profetas o Seu Programa correspondente ao tempo em que eles vivem e também o Programa Divino que fará mais adiante e essas são profecias divinas. E neles está o Espírito de Deus para falar a Seu povo em cada etapa do Programa Divino.

 

Há Profetas menores e Profetas maiores, porém, ambos os Profetas maiores e Profetas menores têm as duas consciências juntas; os menores são os que correspondem as Eras e os maiores são os que correspondem as dispensações.

 

Há somente sete Profetas Dispensacionais. Esses são os Profetas maiores que há na Escritura e Adão é um; depois de Adão veio Sete, depois veio Noé, depois veio Abraão, depois veio Moisés, logo depois veio Jesus e falta-nos o último, que é com quem se sela o Programa Divino correspondente ao tempo final e se abre a Dispensação do Reino para a introdução do Reino de Deus, também chamado “Reino de Davi”, com o Trono de Davi sendo ocupado pelo Filho do Homem, por um “Salomão”, um “Salomão-Davi” está representado aí na Escritura.

 

Recordem que o Trono de Deus está no Céu, porém, o Trono de Deus na Terra é o Trono de Davi; e o Reino terreno de Deus é também chamado ‘Reino de Davi’. Disso falaremos depois de amanhã, no próximo domingo e no seguinte falaremos do Reino de Davi.

 

Para esta noite é somente a introdução da “REVELAÇÃO DE DEUS POR MEIO DOS PROFETAS” e essa é a única forma em que a humanidade pode saber o que há de vir à raça humana no tempo no qual nós vivemos, como foi nos tempos passados.

 

Porque o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem que antes revele os Seus segredos a Seus servos Seus Profetas”.

 

Por isso, você encontra que apareceu a diferentes pessoas às quais Deus revelou a Sua Palavra para o dia em que elas viveram e, isso, foi a Palavra de Deus para cada tempo.

 

No capítulo 7 de Zacarias, nos versículos 11 e 12, também temos uma explicação simples do que é um Profeta. Diz:

 

Eles, porém, não quiseram escutar, e deram-me o ombro rebelde, e ensurdeceram os seus ouvidos, para que não ouvissem.

12  Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o SENHOR dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros Profetas”.

 

A Palavra que Deus enviava a Seu povo, como Ele fazia? Por meio do Seu Espírito, do Espírito Santo através dos Profetas. A eles é que veio que vem e que virá toda revelação divina para Seu povo que vive na Terra. Por isso, encontramos que a Bíblia veio da parte de Deus por meio do Espírito de Deus, através dos homens ungidos que Deus enviou.

 

Há outro lugar, há outra passagem muito importante, que nos fala de como vem a revelação de Deus, no capítulo 2 da Primeira Carta aos Coríntios, do versículo 9 em diante. Diz:

 

“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.

10  Mas Deus nos revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.

11  Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.

12  Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus”.

 

As coisas de Deus só o Espírito de Deus as conhece e, por conseguinte, o Espírito de Deus as revela ao povo pelos Profetas, para comunicá-las por meio dos Profetas ao povo de Deus que está no pacto vigente onde esteja esse Profeta Mensageiro de Deus.

 

Vimos a forma em que a revelação divina vem para o povo de Era em Era.

 

Quando envia um Mensageiro para uma Era, é para que fale a Mensagem dessa Era, que a recorde ao povo. O seu tema principal é falar sobre a Mensagem dessa Era e a Mensagem dessa Era vem dessa Mensagem para a e da Dispensação em que essa Era está vigente. Ou seja, quando vem um Mensageiro de uma Era, a Mensagem dessa Era e de cada Era gira em torno da Mensagem dessa Dispensação.

 

E a Mensagem para uma Dispensação não vem por meio de um Mensageiro de uma Era, tem de vir por meio de um Mensageiro Dispensacional, dos quais há somente sete. E estamos no tempo quando tem de surgir o Mensageiro da Dispensação do Reino com a Mensagem do Evangelho do Reino para a introdução ao Reino Milenar.

 

Para o qual, no próximo domingo, depois de amanhã, estarei com vocês novamente para entrarmos totalmente no tema: “A REVELAÇÃO DE DEUS POR MEIO DOS PROFETAS DE DEUS”.

 

Orem muito por essa atividade do próximo domingo, para que Deus nos dê tudo, ao máximo o que nós possamos levar, possamos receber e que nos abra o entendimento e as Escrituras correspondentes a este tempo final.

 

Se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo como Salvador, pode fazer isso nestes momentos, e estaremos orando por você, para que Cristo o receba no Seu Reino, o perdoe o limpe de todo pecado com o Seu Sangue, que o batize com o Espírito Santo, que produza o novo nascimento em você e, assim, seja acrescentado na Igreja do Senhor Jesus Cristo, que é o Reino de Deus na forma espiritual.

 

Pedimos que passem até aqui na frente todos os que ainda não receberam Cristo, para que possam recebê-Lo. E em cada país todos os que não receberam Cristo também podem passar aí na frente, para que recebam Cristo como único e suficiente Salvador, recordando que estamos no final da Dispensação da Graça e que brevemente se fechará, quando até o último filho de Deus, escolhido de Deus entre ao Corpo Místico de Cristo o nosso Salvador.

 

Vamos dar oportunidade aos que estão em outros países também, para que venham aos Pés de Cristo se ainda não o fizeram.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que estão recebendo Cristo nesta ocasião em diferentes países:

 

Pai nosso que estás nos Céus, bendito seja o Teu Nome para sempre. Vimos a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo com todas estas pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Eu Te rogo que as recebas no Teu Reino, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E, agora, repitam comigo esta oração que estarei fazendo por cada um de vocês que vieram aos Pés de Cristo ou que estão chegando aí nas diferentes nações. Repitam comigo esta oração:

 

Senhor Jesus Cristo, venho a Ti e O recebo como meu único e suficiente Salvador. Reconheço que não há outro nome debaixo do Céu, dado aos homens, em que possamos ser salvos e reconheço o Teu sacrifício na Cruz do Calvário como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados.

 

Escutei a pregação do Teu Evangelho, a Tua fé nasceu no meu coração e eu creio em Ti com toda a minha alma.

 

Rogo-Te que perdoes os meus pecados, que me limpes de todo pecado com o Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo, logo depois que eu seja batizado na água no Teu Nome e, Senhor, produza o novo nascimento em mim.

 

Eu quero viver no Teu Reino, quero entrar no Teu Reino e quero viver eternamente Contigo no Teu Reino.

 

Senhor, dou testemunho público da minha fé em Ti, da Tua fé em mim, e Te recebo como meu único e suficiente Salvador.

 

Receba-me no Teu Reino, eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E, agora, todos vocês que estão em diferentes países e que receberam Cristo nesta ocasião como Salvador,  perguntarão: “Quando podem me batizar”?

 

Porquanto, vocês creram em Cristo como Salvador todos podem ser batizados nestes momentos e que Cristo os batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

O batismo na água é tipológico. Quando a pessoa recebe Cristo como Salvador, morre para o mundo; quando o Ministro a submerge nas águas batismais, simbolicamente está sendo sepultada e quando é levantada das águas batismais, está ressuscitando para uma nova vida: à vida eterna com Cristo o nosso Salvador.

 

Por isso é tão importante o batismo na água para todos os que receberam Cristo como único e suficiente Salvador. É tão importante que o próprio Cristo foi batizado por João o Batista. João não queria batizá-Lo. Quando viu que Jesus entrou no rio e correspondia a sua vez de ser batizado, ali estava frente a João o Batista, o qual estava batizando as pessoas que vinham arrependidas. Ele disse a Jesus: “Eu tenho necessidade de ser batizado por Ti, e Tu vens a mim”? E não queria batizá-Lo. Jesus lhe disse: “Convém cumprirmos toda a justiça”. E, então, O batizou. [São Mateus 3:13-17]

 

Depois, quando Cristo enviou os Seus discípulos a pregarem, depois de Cristo já ter ressuscitado, em São Marcos, no capítulo 16, versículos 14-16, disse:

 

Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer, será condenado”. Tão simples assim.

 

Foi Cristo quem ordenou que todos os que escutassem o Evangelho sendo pregado e que cressem, fossem batizados na água e, então, Cristo enviaria o Espírito Santo sobre eles, produziria o novo nascimento nessas pessoas e assim elas seriam acrescentadas na Igreja do Senhor Jesus Cristo; assim é a forma em que a Igreja do Senhor Jesus Cristo foi crescendo de Era em Era, de século em século, até neste tempo final, onde milhões de crentes em Cristo que já partiram nas Eras passadas já estão no Paraíso, na sexta dimensão.

 

Porém, resta ainda um grupo de crentes, de crentes na parte alta da Dispensação da Graça, que subiram à Era mais importante de todas, porque é a Era onde se cumprirá as promessas da Vinda do Senhor, da ressurreição dos mortos em Cristo e da transformação dos vivos e o rapto ou arrebatamento da Igreja.

 

E como sabemos que ocorrerá no nosso tempo, em nossa Era? Porque não ocorreu nas Eras passadas. Pela lógica se sabe que o cumprimento da ressurreição não era para as Eras passadas, senão para a Era da Pedra Angular, Era paralela à Era da Pedra Angular na qual Jesus veio a dois mil anos atrás.

 

Seremos preparados também para a atividade da escola bíblica do próximo domingo de escola bíblica, para que Deus nos dê a Sua Palavra aberta, que nos abra o entendimento para nós compreendermos e assim todos crescermos espiritualmente no conhecimento de Deus e do Seu Programa correspondente a este tempo final.

 

Para mim foi um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião.

 

Deixo ao Ministro correspondente em cada país e em cada congregação, para que indique às pessoas como fazer para se batizarem na água no Nome do Senhor Jesus Cristo, como os apóstolos faziam. E deixo aqui ao Reverendo José Benjamim Pérez para continuar e finalizar a nossa atividade desta ocasião.

 

Que Deus os abençoe e guarde, que todos continuem desfrutando uma noite feliz repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

“A REVELAÇÃO DE DEUS POR MEIO DOS PROFETAS”.