MENSAGENS





Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 54

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cderc813/public_html/mensagens/index.php on line 121

Memorial da Santa Ceia e Lava-pés

Data: 03/01/2016 Tempo: 00:13:21





 

 

MEMORIAL DA SANTA CEIA E LAVA-PÉS

 

William Soto Santiago

Domingo, 3 de Janeiro de 2016

Cayey - Porto Rico

 

Estivemos comemorando a nossa redenção, comemorando o Sacrifício de Cristo na Cruz do Calvário, onde entregou o Seu Corpo em sacrifício vivo por nós, e derramou o Seu Sangue para nos limpar de todo pecado. E também comemoramos o Lava-pés que nos mostra que todos os pecados, faltas e erros que confessamos após estarmos no Corpo Místico de Cristo, Cristo nos limpa com o Seu Sangue e estamos limpos de todo pecado diante Dele, porque o Sangue de Cristo nos limpa de todo pecado.

 

O Pão, o Vinho, o Lava-pés e o Batismo na água no Nome do Senhor são memoriais que se realizam e tudo em memória de Cristo e no Nome de Cristo o nosso Salvador. Toda pessoa que não cumpra os mandamentos do Senhor, que são em memória de Cristo, não tem parte com Cristo.

 

No último mandamento foi dada a ordem para o Lava-pés e Pedro Lhe disse: “Não, Tu jamais me lavarás os pés.” Ou seja, “não te humilharás a esta posição de um lavador de pés” que era o ofício mais baixo que havia naquele tempo. “Não o farás.” Isso quer dizer que Pedro reconhecia Jesus como o Messias e não deixaria que o Messias se humilhasse diante Dele.

 

Mas Jesus lhe disse: “Se não te lavares, não terás parte comigo.” Então, Pedro lhe disse: “Então não só os pés, mas a cabeça também.” Porque quando se trata de salvação e de vida eterna, não se pode medir o esforço e tudo o que temos de fazer por mandado de Cristo e Seus Apóstolos.

 

Hoje é um dia muito importante o primeiro domingo do ano 2016, onde assim como o povo hebreu no deserto e depois na terra prometida comemorava o Dia da Páscoa que tiveram no Egito, onde cada família tinha sacrificado um cordeiro de um ano, tinha colocado o sangue do cordeiro na porta e nos batentes da porta, para a preservação da vida dos primogênitos que estavam nessa casa. E, depois, Deus disse a Moisés que tinham de realizá-lo todos os anos novamente em memória, no mês em que o fizeram lá no Egito. E se alguma pessoa estivesse de viagem ou que não estivesse limpa, porque tinha enterrado algum familiar morto, se esteve num funeral, então o faria na mesma data do próximo mês, ou seja, no dia quatorze do segundo mês.

 

Isso não era uma coisa que a pessoa queria ou não queria fazer, era um mandamento do Senhor. Isso é como Pedro, quando lhe disse: “Não me lavarás os pés.” Não era o caso da pessoa querer fazer isso ou não querer fazer, era um mandamento do Senhor e Jesus lhe disse: “Pois não terás parte comigo.” Ou seja, é uma questão do Programa de Redenção que tem de ser realizado.

 

De onde Cristo tirou isso de não ter parte com Ele? E quem não toma a Santa Ceia, tampouco tem parte com Ele, porque não está comemorando, celebrando o Sacrifício que Cristo fez por você e por mim. E a pessoa faz isso com ações de graça.

 

No Livro de Números capítulo 9, versículos 9-13, nos diz:

 

“Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo:

10  Fala aos filhos de Israel, dizendo: Quando alguém entre vós, ou entre as vossas gerações, for imundo por tocar corpo morto, ou achar-se em jornada longe de vós, contudo ainda celebrará a páscoa ao SENHOR.

11  No mês segundo, no dia catorze à tarde, a celebrarão; com pães ázimos e ervas amargas a comerão.

12  Dela nada deixarão até à manhã, e dela não quebrarão osso algum; segundo todo o estatuto da páscoa a celebrarão.

13  Porém, quando um homem for limpo, e não estiver em viajem, e deixar de celebrar a páscoa, essa alma do seu povo será extirpada (ou seja, que não terá parte no povo de Deus); porquanto não ofereceu a oferta do SENHOR a seu tempo determinado; esse homem levará o seu pecado”.

 

Recordem a Páscoa de Cristo: Ele nos perdoou e com o Seu Sacrifício nos limpou de todo pecado, e quem não a celebra “também leva o Seu pecado”, porque a pessoa não está celebrando a limpeza de todo pecado que Cristo realizou com o Seu Sacrifício na Cruz do Calvário. Ou seja, vem a ser também uma ação de graça pelo Sacrifício de Cristo com o qual nos limpou de todo pecado.

 

Conscientes destas verdades bíblicas e de que é um Memorial, é em memória de Cristo e da Sua Obra de Redenção que Ele realizou, nós o fazemos no Nome do Senhor Jesus Cristo com ações de graça, agradecendo a Cristo por ter morrido por nós na Cruz do Calvário e, assim, nos redimir, nos limpar de todo pecado, e nos apresentar diante da presença de Deus sem mancha, sem ruga e sem pecados.

 

Pai celestial nós Te agradecemos no Nome do Senhor Jesus Cristo por esta bênção de estarmos celebrando este Memorial tão importante da Santa Ceia, comendo o pão que representa o Teu corpo, e tomando o vinho que representa o Teu Sangue, lavando os pés uns dos outros que representa que Ele com o Seu Sangue nos limpa de todo pecado em cada momento que confessamos a Ele as nossas faltas, erros e pecados.

 

Nós Te agradecemos no Nome do Senhor Jesus Cristo, Oh Deus eterno e pedimos que nos acompanhe em todos os dias da nossa vida, que em breve nos dê a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das bodas do Cordeiro.

 

Senhor, precisamos sair o mais rápido desta dimensão terrena, porque a cada dia as coisas estão mais difíceis aqui. Acrescente em breve na Sua Igreja os que faltam por serem acrescentados e, Senhor, venha logo com os Santos que partiram, ressuscite-os em corpos glorificados, nos transforme e nos leve Contigo a Ceia das bodas do Cordeiro. Nós Te pedimos no Nome do Senhor Jesus Cristo, para quem seja a glória e a honra pelos séculos dos séculos. Amém. Pai celestial nós Te pedimos no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Continuando com o Rev. José Benjamim Pérez para finalizar. (Miguel já não voltará a falar?).

 

Que Deus te abençoe Miguel, Rute, seus filhos, a todos os Ministros lá na Venezuela e em todos os países, as Congregações, aos irmãos e irmãs que estiveram hoje escutando a Palavra, a pregação do Evangelho de Cristo, também o Memorial da Santa Ceia em memória e lembrança de Cristo o nosso Salvador e da Sua Obra de Redenção na Cruz do Calvário.

 

Que todos continuem desfrutando uma tarde feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador, que neste ano Deus nos use grandemente em Sua Obra, e que nos abençoe espiritualmente e materialmente. Por que materialmente? Porque também precisamos trabalhar materialmente na Obra do Senhor Jesus Cristo, o qual foi tão bom conosco que morreu por nós na Cruz do Calvário.

 

Que Deus lhes abençoe, lhes guarde e conosco aqui o Rev. José Benjamim Pérez, e em cada país o Ministro correspondente.

 

Até no próximo domingo com a ajuda de Deus.

 

“MEMORIAL DA SANTA CEIA E LAVA-PÉS”.