MENSAGENS




Prosseguimos à Meta - Introdução

Data: 01/07/2016 Tempo: 00:26:09





 

 

PROSSEGUINDO À META

 

William Soto Santiago

Sexta-feira, 01 de Julho de 2016

Assunção – Paraguai

 

Boa noite, amados amigos e irmãos aqui presentes, e aos Ministros e Congregações nos diferentes países, que estão através do Satélite Amazonas e da Internet, recebam minhas saudações, e também Miguel Bermúdez Marín, receba minha saudação de todo coração.

 

Para esta ocasião leremos em Filipenses capítulo 3, do versículo 7 em diante, e nos diz:

 

Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo.

8  E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo,

9  E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé;

10  Para conhecê-lo, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte;

11  Para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dentre os mortos.

12  Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.

13  Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,

14  Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”.

 

Que Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la.

 

PROSSEGUINDO À META”.

 

Assim como Cristo prosseguiu à meta de realizar o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados, morrendo por nós, para tirar o pecado do mundo e, depois, ressuscitar glorificado e Se sentar no Trono de Deus, nós também, como crentes em Cristo, temos uma meta estabelecida Por Deus e é que nós cheguemos a ser imagem e semelhança de Cristo, de Deus, com corpos eternos, corpos jovens, corpos imortais e que nos sentemos com Ele no Seu Reino, como reis e sacerdotes, e reinemos com Cristo por mil anos e, depois, por toda a eternidade.

 

Antes disso, passaremos pela Casa do nosso Pai Celestial, para a Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu, onde Cristo e Sua Igreja serão investidos para governar, para reinar sobre o planeta Terra, sobre o Trono de Davi, no Reino de Davi que será restaurado.

 

Ou seja, há uma meta divina para todos os crentes em Cristo e há um caminho a seguir, há um Programa Divino que tem de ser realizado, para que a meta se faça realidade, a qual, nós vimos e para a qual seguimos caminhando com Cristo no Seu Programa Divino correspondente a este tempo final.

 

Recordem que no caminho para se chegar à meta, Cristo disse: “Quem põe sua mão no arado e olhe para trás, não está apto para o Reino”. [São Lucas 9:62]  A pessoa não pode olhar para trás, senão para frente, para a meta, porque a meta sempre está no futuro e, no presente, sempre se tem de trabalhar, de trabalhar em prol dessa meta para se chegar a essa meta. Não se pode olhar para trás, senão para frente.

 

Portanto, olhando para trás não se chega a meta, não se avança, porém, se avança olhando para frente. Por isso, vocês veem que os animais, a sua forma é a de caminhar para frente e o ser humano também. O ser humano e os animais tampouco estão acostumados a caminhar para trás e quando caminham para trás estão caminhando em forma incorreta.

 

Também os automóveis só têm uma velocidade para trás, uma  marcha a ré e é lenta, mas para frente têm mais velocidades para se avançar mais. O ser humano tem as velocidades correspondentes para avançar a frente e chegar às metas que estão disponíveis no seu tempo. E sempre há um caminho, como há um caminho, uma estrada para se chegar às metas, ao trabalho ou à escola de todas as pessoas.

 

O Caminho no Programa Divino é Cristo, Cristo no Programa que realiza em cada tempo, o qual está prometido na Sua Palavra. Ou seja, que será a Palavra prometida manifestada para esse tempo, na qual os crentes em Cristo estarão caminhando para a meta divina, correspondente ao tempo em que estão vivendo.

 

A meta é a adoção dos crentes em Cristo, a manifestação dos filhos e filhas de Deus no Último Dia. Essa manifestação é a adoção, a redenção do corpo, a ressurreição dos mortos em Cristo em corpos glorificados, e a transformação dos crentes em Cristo, para terem corpos eternos, corpos glorificados.

 

E isso será ante a Trombeta Final. No caminho de Deus, no Programa Divino, na Igreja do Senhor Jesus Cristo é onde essa Trombeta soa, para lhe dar a fé para ser transformada e levada com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro. Isso é a Voz de Cristo lhe falando. A mesma Voz que já falou a Sua Igreja em Eras passadas por meio dos Seus diferentes Mensageiros de cada Era, e estará falando a Sua Igreja neste tempo final, falando a Sua Palavra, guiando-a como guiou o povo Hebreu por meio de Moisés e, depois, por meio de Josué, para levá-lo a terra prometida.

 

E, agora, a terra prometida para os crentes em Cristo no campo espiritual é o Espírito Santo que eles recebem, quando aceitam a Cristo, são batizados na água no Seu Nome, logo Cristo os batiza com o Espírito Santo e Fogo, e produz o novo nascimento neles. Em termos espirituais entraram na terra prometida e, logo depois, entrarão fisicamente na terra prometida com corpos eternos imortais e glorificados, o que será a nova terra, porque a terra na forma de corpo que nós temos é mortal, é temporária, somente por um tempinho até fazermos contato com a vida eterna e nos mantermos firmes crentes em Cristo e, aqui na Terra, termina o tempo de vida para cada crente, porque já foi colocado no Corpo Místico de Cristo.

 

Esse é o propósito pelo qual nós vivemos nesta Terra: para recebermos Cristo e sermos confirmados na vida eterna no Corpo Místico de Cristo o nosso Salvador. E, certamente, trabalharmos na Obra do Senhor, que é o que transcende à vida eterna, ao Reino de Deus, e pelo qual, Cristo prometeu dar galardões aos crentes: “Eis que venho cedo e meu galardão comigo, para recompensar a cada um conforme sua obra”. (Apocalipse capítulo 22, versículo 12).

 

Na Primeira Carta aos Coríntios no capítulo 15, versículo 58, São Paulo também disse: “Porque vosso trabalho no Senhor não é em vão”. Pelo qual, todo trabalho que fazemos na Obra do Senhor transcende ao Reino de Deus, receberá recompensa no Reino de Deus e no Milênio desfrutaremos das recompensas que Ele nos dará, como também nós teremos essas recompensas em toda a eternidade.

 

Portanto, prossigamos à meta, a meta da vida eterna com corpos eternos, imortais e glorificados, como reis, sacerdotes e juízes no Reino de Cristo o nosso Salvador. Pelo qual, no caminho a essa meta, continuamos trabalhando no Corpo Místico de Cristo.

 

Sabemos que haverá uma grande manifestação do poder de Cristo, do poder de Deus no meio da Sua Igreja no Último Dia e que haverá uma Grande Tenda Catedral, onde Deus Se manifestará, onde a Coluna de Fogo que falou a Moisés, que libertou ao povo Hebreu e Se manifestou através de Moisés e o levou a terra prometida, estará Se manifestando no meio da Sua Igreja, numa Grande Tenda Catedral, num Pequeno Lugar de Madeira, e onde milhares de pessoas assistirão, elas verão e sentirão a Presença do Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó; e onde os Sete Trovões serão abertos, onde esses Trovões falarão as Suas vozes, revelarão o mistério da Segunda Vinda de Cristo, e nos trará as bênçãos da Segunda Vinda de Cristo para nos dar a fé para sermos transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro.

 

Portanto, na meta da nossa transformação e do rapto há uma Visão de uma Grande Tenda Catedral, que foi mostrada ao Rev. William Branham, a qual terá de se cumprir, para essa grande manifestação de Deus.

 

Portanto, esperamos o cumprimento dessa Visão para muito em breve no meio do Cristianismo, no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, na Era da Pedra Angular, porque não se cumpriu em outras Eras, de modo que,  corresponde à Era da Pedra Angular, a qual é a Era do Lugar Santíssimo desse Templo Espiritual, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

 

O Templo Espiritual de Cristo é a Igreja, a Sua Igreja e tem o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo: o Lugar Santo corresponde às sete Eras e o Lugar Santíssimo corresponde à Era de Pedra Angular. Por isso, é importante sabermos onde nos encontramos no Corpo Místico de Cristo, onde nos encontramos no Programa Divino, para estarmos prosseguindo à meta e à Meta Divina no caminho correto, já desenhado Por Deus, para Ele nos levar à glorificação.

 

PROSSEGUINDO À META”.

 

Onde prosseguimos à meta? No Caminho de Deus, na Igreja do Senhor Jesus Cristo, no Programa Divino correspondente ao tempo final, na Palavra prometida para este tempo final, a qual tem de ser vivificada, cumprida pelo Espírito de Deus no meio da Sua Igreja.

 

Portanto, prossigamos à meta. Sem nos deter, sem olharmos para trás e, assim, vamos prosseguindo à meta, à Meta Divina, que é também a nossa meta.

 

PROSSEGUINDO À META”.

 

Se houver alguma pessoa que ainda não recebeu Cristo, pode fazer isso nestes momentos e estaremos orando por você, para que Cristo o receba no Seu Reino. Pelo qual, as pessoas que estão aqui presentes e as que estão em outros países, podem passar e chegar à frente se elas ainda não receberam a Cristo como Salvador, para que fiquem incluídas na oração que estaremos fazendo por vocês, que estão recebendo a Cristo como único e suficiente Salvador.

 

Vamos dar alguns minutos enquanto passam até aqui na frente e também em outros países, aqueles que ainda não receberam Cristo, para que O recebam e Cristo lhes receba no Seu Reino.

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que estão recebendo Cristo nos diferentes países, e as que O recebam aqui também.

 

Com nossos rostos inclinados e nossos olhos fechados:

 

Pai Celestial, vimos a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo apresentando todas as pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Pai celestial, eu Te rogo que as recebas no Teu Reino, que lhes dês a vida eterna, no Nome do Senhor Jesus Cristo.

 

E agora repitam comigo esta oração as pessoas que estão recebendo Cristo nos diferentes lugares:

 

Senhor Jesus Cristo, escutei a pregação do Teu Evangelho e a Tua fé nasceu no meu coração. Creio em Ti com toda a minha alma e creio na Tua Primeira Vinda.  Eu creio na Tua morte na Cruz do Calvário como o único Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados e creio no Teu Nome como o único nome debaixo do Céu dado aos homens, em que podemos ser salvos.

 

Escutei a pregação do Teu Evangelho, a Tua fé nasceu na minha alma, no meu coração e creio em Ti com toda a minha alma. Reconheço que sou pecador e necessito um Salvador. Dou testemunho público da minha fé em Ti, da Tua fé em mim, e Te recebo como meu único e suficiente Salvador.

 

Rogo-Te que perdoes os meus pecados, que me limpes de todo pecado com Teu Sangue; que me batizes com o Espírito Santo e Fogo logo depois que eu seja batizado na água no Teu Nome, e que produzas o novo nascimento em mim.

 

Eu quero nascer de novo no Teu Reino, quero viver eternamente Contigo no Teu Reino. Torne uma realidade em mim a salvação que ganhaste para mim na Cruz do Calvário. Eu Te rogo no Teu Nome Eterno e glorioso: “Senhor Jesus Cristo”. Amém.

 

Os que receberam Cristo como Salvador nestes momentos em diferentes países, me perguntarão: “Quando podem me batizar”?

 

Porquanto vocês creram em Cristo como Salvador, podem ser batizados, e que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

O batismo na água é tipológico. A água não tira os pecados, o Sangue de Cristo é o que nos limpa de todo pecado, porém, o batismo na água é um mandamento de Cristo o nosso Salvador. Até mesmo Cristo foi batizado por João Batista e, depois, o Espírito Santo veio sobre Jesus e foi cheio da plenitude de Deus.

 

Portanto, sendo um mandamento de Cristo, o qual em São Marcos, capítulo 16, versículos 15 e 16, disse: “Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crê, será condenado”. Tão simples assim é a situação para o ser humano frente a Deus.

 

Prega-se o Evangelho e as pessoas creem ou não creem e o que faz para quem crê é que recebe a vida eterna, é salva e, para quem não crê, será condenada no Juízo Final. “Quem não crê, será condenado”, mas quem crê, será salvo. Tão simples assim.

 

Não precisa ir à escola para poder entender as Palavras tão simples de Jesus, porque Deus faz as coisas simples, para que qualquer pessoa que não tenha estudado também tenha a mesma oportunidade de quem estudou.

 

Portanto, vocês que receberam Cristo como Salvador nestes momentos, podem se batizar, que Cristo lhes batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

As crianças de dez anos em diante, também podem receber Cristo e se batizarem na água no Nome do Senhor Jesus Cristo.

 

Para mim foi um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião.

 

Que Deus abençoe e guarde a todos os aqui presentes e os que estão em outras nações. Que todos continuem desfrutando uma noite feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador, no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

Deixo com vocês aqui ao Rev. Porfirio Tilleria para continuar. E continuaremos nos vendo eternamente no Reino de Cristo o nosso Salvador.

 

Essa é a meta: viver eternamente com Cristo no Seu Reino. E essa não somente é a nossa meta, é a meta de Deus por intermédio de Cristo o nosso Salvador.

 

Nascemos para receber a vida eterna por intermédio de Cristo o nosso Salvador. Estávamos nos genes do pensamento de Deus.

 

Que Deus lhes abençoe e guarde, até no próximo domingo, com a ajuda de Deus, via satélite e internet para vocês aqui e, ao vivo, para os que estarão onde estaremos no próximo domingo.

 

Que Deus lhes abençoe e guarde a todos.

 

PROSSEGUINDO À META”.