O Regresso ao Éden

TITULO

Data: 30/04/2017 Tempo: 00:00:00

Download

HTML VIDEO MP3 PDF EPUB



 

O REGRESSO AO ÉDEN

 

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 30 de Abril de 2017

Cayey - Porto Rico

 

 

Bom dia, amados amigos e irmãos aqui presentes, e aos Ministros e suas congregações que estão em diferentes países: nos países da América Latina, da América do Norte, do Canadá, da África e dos demais países.

 

Todos recebam minhas saudações e uma saudação muito especial para o Reverendo Miguel Bermúdez Marín lá em Acapulco, Guerreiro, República Mexicana, e para o Ministro de lá Abraão Liberato, no auditório “A Pirâmide de Deus”.

 

Nesta ocasião estaremos projetando cinco vídeos que resume o trabalho da Embaixada Mundial de Ativistas pela Paz durante os meses de Março e de Abril:

 

• Dia Mundial da Água,

 

• Dia Mundial da Vida Silvestre nos Estados Unidos,

 

• Foro do Holocausto e Direitos humanos no Museu de História de Bullock,

 

• Dia Mundial da Educação Ambiental, e

 

• Resumo dos Encontros dos Filhos da Mãe Terra.

 

Sigam adiante com o vídeo.

 

[Projeção dos vídeos-documentários]

 

Leiamos no Livro de Levítico 23, começando no versículo 15:

 

Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão.

16  Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR.

17  Das vossas habitações trareis dois pães de movimento; de duas dízimas de farinha serão, levedados se cozerão; primícias são ao SENHOR”.

 

E leiamos na Primeira Carta aos Coríntios, no capítulo 15, versículos 20 em diante, que diz:

 

“Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.

21  Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.                 

22  Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

23  Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.

24  Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.

25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26  Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.

27  Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.

28  E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos”.

 

E continuamos do versículo 35 em diante deste mesmo capítulo 15, onde diz:

 

Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?

36  Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.

37  E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.

38  Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.

39  Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.

40  E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.

41  Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.

42  Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.

43  Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

44  Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.

45  Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.

46  Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.

47  O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.

48  Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

49  E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

50  E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.

51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;

52  Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

53  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

54  E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

55  Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?

56  Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.

57  Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso SENHOR Jesus Cristo.

58  Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho no Senhor não é vão”.

 

O nosso trabalho no Senhor não é em vão, Ele recompensará a cada um conforme seja a sua obra.

 

O REGRESSO AO ÉDEN” é o nosso tema do estudo bíblico para esta ocasião, domingo, 30 de Abril de 2017, pela manhã, (embora, em alguns países já passaram do meio dia, como em Porto Rico, mas em outros ainda é de amanhã).

 

O REGRESSO AO ÉDEN nos fala do retorno à vida eterna, para que todos os escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu retornem à vida eterna, os quais por causa do problema que houve lá no Jardim do Éden, onde Eva e depois Adão pecaram, perderam os direitos de viver fisicamente e eternamente, e tudo caiu nas mãos do diabo, de Satanás. E, porquanto, não há vida eterna em seu reino, ninguém pode ter vida eterna no reino das trevas.

 

Portanto, quando a pessoa nasce na Terra, nasce no reino das trevas num corpo mortal, corruptível e temporário com um espírito do mundo, um espírito dessa dimensão mundana ou do mundo e, por isso, para ser restaurado ao princípio e à vida eterna, se necessita nascer de novo, nascer no Reino de vida eterna, que é o Reino de Deus, no qual há vida eterna para todos os que nascem nesse Reino.

 

Disso foi que Cristo falou a Nicodemos no capítulo 3 [São João], nos versículos 1-6, quando lhe disse: “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nasce de novo, não pode ver o reino de Deus”. E depois lhe explicou: “Quem não nasça da Água e do Espírito”. Nascer da Palavra e do Espírito Santo no Reino de Deus ao receber o batismo na água por meio dos Ministros correspondentes, quando se prega o Evangelho e, em seguida, se recebe o Espírito de Deus, se nasce numa nova vida: à vida eterna no Reino de Deus e, por conseguinte, se começa o seu regresso ao Éden.

 

No campo espiritual se nasce primeiro no Reino de Deus, se entra à vida eterna no Reino de Deus e, por conseguinte, já está no Éden com vida eterna no campo espiritual, porém, lhe falta o corpo eterno, corpo glorificado, semelhante ao corpo glorificado que Cristo tem, o qual é um corpo com vida eterna. E essa segunda parte corresponde à ressurreição dos mortos em Cristo em corpos glorificados, e à transformação dos que estivermos vivos no Corpo Místico de Cristo esperando a nossa transformação.

 

Recordem que a Igreja do Senhor Jesus Cristo está composta pelos crentes em Cristo nascidos de novo e, por conseguinte, eles são os que já estão com vida eterna espiritual no Reino de Deus, e receberão a vida eterna física ao serem transformados e levados com Cristo a Ceia das Bodas do Cordeiro. Tão simples assim.

 

Por isso, na Carta aos Filipenses, no capítulo 3, versículos 20 e 21, o apóstolo Paulo nos disse:

 

Mas a nossa cidade está nos céus”…

 

Assim como você ao nascer aqui na Terra no reino das trevas, que é o que governa fisicamente o planeta Terra (em que se nasce nesse reino para viver uma vida temporária), assim como você e eu obtivemos a cidadania terrena do país em que nascemos, agora, com o novo nascimento, obtemos a cidadania celestial, a cidadania do Reino de Deus, do Reino de Cristo.

 

Recordem que o Anjo ou o Arcanjo Miguel é Cristo. E nesse Reino se nasce de novo como um cidadão celestial do Reino Celestial de Deus. Aí é onde se obtém a vida eterna: ao se nascer da Água e do Espírito, ao se nascer da Palavra, do Evangelho e do Espírito Santo, onde se obtém o Espírito do Céu, o Espírito do Reino de Deus. Isso é o batismo do Espírito Santo, o qual produz esse novo nascimento, se nasce nesse Reino Celestial de Deus e, por conseguinte, se obtém a vida eterna, e se retornou espiritualmente à vida eterna, regressou ao Éden e, agora, falta-lhe a parte física.

 

Como antes de Cristo vir na forma física para realizar a Obra de Redenção, Ele estava primeiro na dimensão espiritual, na dimensão angelical. Ele é o Anjo do Pacto que libertou ao povo hebreu e que o guiou à terra prometida. Por isso, quando aparecia na forma de homem, de um anjo, era o próprio Jesus Cristo na forma angelical, chamado “Anjo do Pacto” ou “Anjo de Deus”.

 

Por isso, em São João, no capítulo 8, nos versículos 56-58, Ele disse: “Abraão desejou ver meu dia, o viu e se alegrou” e disse: “Antes que Abraão existisse, eu sou”. Ou seja, Cristo estava falando que é antes de Abraão. Mas como Ele é antes de Abraão? No Seu corpo angelical, chamado “Anjo do Pacto”, é antes de Abraão e é antes de toda a Criação. Por meio Dele foram criadas todas as coisas.

 

Continuemos lendo aqui [Filipenses 3:20-21]:

 

Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

21  Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas”.

 

Quando Cristo já ressuscitado apareceu aos Seus discípulos, tinha de subir ao Céu, disse: “Todo poder me é dado no Céu e na Terra”. [São Mateus 28:18] Por que? Porque Ele está sentado no Trono de Deus à direita de Deus e tudo o que Deus faz em todo o universo, em toda a Criação, Ele o faz por intermédio de Jesus Cristo.

 

É importante sabermos quem é Jesus Cristo, sabermos que Jesus Cristo é Deus encarnado. Por isso, Jesus Cristo dizia: “Eu e o Pai somos um”. [São João 10:30] É como uma pessoa, assim como você: você é alma, espírito e corpo, mas é uma só pessoa e assim é Deus: Pai, Filho e Espírito Santo, é uma só pessoa, é Deus com o Seu corpo angelical e Deus com o Seu corpo físico que já está glorificado, chamado “Senhor Jesus Cristo”.

 

É importante sabermos que Jesus Cristo é Deus que se fez carne e habitou entre os seres humanos para realizar a redenção do ser humano, e redimir a todos os que eternamente estavam em Deus, que são os que estão escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, desde antes da fundação do mundo.

 

Vejam na Primeira Carta de São Paulo a Timóteo, no capítulo 3, versículos 14 em diante, nos diz:

 

Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa;

15  Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.

16  E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória”.

 

Deus foi manifestado em carne, na pessoa de Jesus Cristo. Isto é o que João nos diz também no Evangelho Segundo São João, no capítulo 1, no versículo 14. Disse:

 

E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade”.

 

O Verbo que estava com Deus e era Deus Se fez carne e habitou entre os seres humanos para realizar a redenção do ser humano, para morrer pelos pecadores, o único que não tinha pecado e, assim, dar vida eterna a todos aqueles que O recebem como seu único e suficiente Salvador.

 

Em São João no capítulo 1, versículos 1 em diante, diz:

 

NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

2  Ele estava no princípio com Deus.

3  Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

4  Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

5  E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.

6  Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.

7  Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.

8  Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.

9  Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.

10  Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.

11  Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.

12  Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome;

13  Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”.

 

Aí temos o Verbo, Jesus Cristo no Seu corpo angelical, o qual Se fez carne e habitou entre os seres humanos.

 

O corpo angelical de Deus é chamado “Anjo de Deus”, porque o Espírito Santo é um corpo, o Espírito Santo é um corpo angelical que pode aparecer na forma de fogo, de coluna de fogo ou na forma de um homem, de um Anjo e o corpo físico de Deus é o corpo de Jesus Cristo, o qual já está glorificado desde que ressuscitou.

 

É importante sabermos quem é o Senhor Jesus Cristo. Em São João, no capítulo 8 no versículo 47, o Senhor Jesus Cristo disse:

 

Quem é de Deus escuta as palavras de Deus”.

 

E para aqueles que não queriam escutá-Lo, disse:

 

Por isso, vós não as escutais, porque não sois de Deus”.

 

Ou seja, há filhos de Deus e há filhos que não são de Deus. E nesse mesmo capítulo 8, [São João] que estou lendo, nos versículos 56 em diante, diz:

 

Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e o viu, e alegrou-se.

57  Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão?

58  Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou”.

 

E no capítulo 10, [São João] nos versículos 24 em diante, diz:

 

Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-nos abertamente.

25  Respondeu-lhes Jesus: Já vos tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim.

26  Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vos tenho dito.

27  As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;

28  E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.

29  Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.

30  Eu e o Pai somos um”.

 

Aí podemos ver que há ovelhas de Deus, que foram dadas a Cristo e há outros que não são de Deus, e Cristo disse aqui no capítulo 14, [São João] versículos 6 em diante:

 

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.

 

Ninguém vai ao Pai senão por meio de Cristo o nosso Salvador e quando se diz “ninguém”, é ninguém. Por isso, Ele disse: “Eu sou o caminho”. O caminho a Deus é Jesus Cristo.

 

“Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.

8  Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.

9  Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?

10  Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.

11  Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras”.

 

É como alguém quando chega até você e lhe diz: “Eu vi fulano de tal” ou você pode lhe dizer: “Você me viu”, porém, ele não te viu, porque você é alma vivente; o que a pessoa viu foi o corpo físico onde você habita. E, por conseguinte, isso é o que Cristo disse, porque o corpo físico de Deus é Jesus Cristo, e o corpo angelical de Deus é Jesus Cristo. E aí em Jesus Cristo nós temos: Pai, Filho e Espírito Santo. Tão simples assim.

 

Como em você: ao vê-lo nós estamos conscientes de que ao vermos o seu corpo estamos vendo também ou estamos conscientes de que aí está você como alma vivente, e também seu corpo espiritual está nesse véu de carne que você tem e que eu tenho.

 

E, porquanto, viemos pela permissiva vontade de Deus em corpos físicos, mortais, que correspondem ao reino do mundo, ao reino do inimigo, que conquistou tudo o que Adão e Eva perderam, encontramos que a nossa vida nestes corpos (no tempo em que tínhamos de vir) é temporário, para fazermos contato com a vida eterna e nascermos no Reino eterno de Deus, que é o Reino de Cristo; nascermos primeiro na esfera espiritual, obtendo o corpo angelical da dimensão de Deus, da dimensão angelical, que é a sexta dimensão e, assim, retornamos ao Éden com vida eterna e, depois, esperamos a transformação dos nossos corpos, onde receberemos um corpo eterno, imortal, glorificado e jovem para toda a eternidade, como o corpo glorificado que Jesus Cristo o nosso Salvador tem.

 

Essa é a segunda parte da redenção: a adoção fisicamente dos filhos de Deus, com corpos eternos e jovens para toda a eternidade.

 

E quando tivermos o corpo novo e estivermos nas Bodas do Cordeiro com Cristo (durante os três anos e meio que durará as Bodas do Cordeiro), logo depois, juntos com Cristo retornaremos a Terra com corpos eternos, imortais e glorificados, para o estabelecimento do Reino do Messias, do Reino de Deus na Terra, o qual será um Reino judeu prometido a Davi. Isso será a restauração do Reino de Deus na Terra, a restauração do Reino de Davi e a restauração do Trono de Davi, o qual será um reino mundial que cobrirá toda a Terra. Isso será conforme as promessas de Deus a Davi.

 

Portanto, um descendente do rei Davi se assentará no Trono de Davi, reinará sobre Israel e sobre todas as nações e nesse Reino é que haverá paz para Israel, e paz para e em todas as nações. Esse será o Reino que trará a paz à humanidade, porque o rei será o Príncipe de Paz, o Messias descendente do rei Davi.

 

Tudo isso está prometido e nesse Reino todos os crentes em Cristo estarão no Palácio com o Rei de reis e Senhor de senhores.

 

Portanto, o regresso dos crentes em Cristo ao Éden é um Programa Divino para vivermos eternamente no Reino de Deus. Estaremos desfrutando do Reino Milenar, que será a restauração dos crentes em Cristo na parte física ao Éden, e a de todas as nações que entrem nesse Reino Milenar.

 

Os crentes em Cristo entrarão já com a vida eterna física. Embora, entrarão as pessoas das nações, os povos que não pertençam ao Corpo Místico de Cristo, e que sejam salvos durante a grande tribulação (ou seja, que não pereçam na grande tribulação).

 

Haverá mortais no Reino do Messias. Disse que a criança morrerá aos cem anos, e o ancião será maldito aos cem anos. [Isaías 65:20] Dependerá da sua atitude nesse Reino que há de vir. Ou seja, haverá um lapso de tempo para a vida das pessoas que não estarão transformadas e que não terão corpos eternos. Será um Reino que durará por mil anos e, depois, virá o Juízo Final. E, depois, o planeta Terra com os que saíram para a vida eterna entrarão plenamente na eternidade total. Será o Reino de Deus governando o planeta Terra e já não haverá mais problemas no meio da humanidade. Tudo isso está planejado Por Deus, pensado Por Deus desde antes da fundação do mundo.

 

Toda pessoa que esteja escrita no Livro da Vida do Cordeiro no Céu, escutará a Voz de Cristo por meio do Espírito Santo no meio da Sua Igreja, na pregação do Evangelho de Cristo, com o qual serão chamados os escolhidos, os que estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro no Céu. Esses são aqueles, dos quais Cristo disse: “Quem é de Deus, ouve a Voz de Deus”.

 

Portanto, o coração de cada pessoa escutará a Voz de Deus e quem é de Deus receberá a Voz de Deus, receberá a Cristo como Salvador, obterá a salvação e a vida eterna ao ser limpo com o Sangue de Cristo, nascerá à vida eterna e com vida eterna no Reino de Deus, conforme o Programa Divino e entrará no Reino de Deus, como Cristo disse a Nicodemos.

 

Assim, se houver alguma pessoa aqui que ainda não recebeu Cristo como Salvador, poderá fazê-lo nestes momentos, e estaremos orando por você. E os que estão em outros países também podem vir aos Pés de Cristo o nosso Salvador, para que fiquem incluídos na oração que estaremos fazendo por todos os que estarão recebendo a Cristo como único e suficiente Salvador. Para o qual, podem passar até aqui na frente para receberem Cristo como único e suficiente Salvador.

                              

As crianças de dez anos em diante também podem receber Cristo como Salvador, recordando o que Cristo disse: “Deixai os meninos virem a mim, e não o impeças, porque dos tais é o reino dos céus”. [São Mates 19:14]

 

Vamos ficar em pé para orarmos pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião, recordando que o mais importante para o ser humano é a vida eterna. Esta vida terrena é temporária, mas é importante também, porque nos dá a oportunidade de fazermos contato com a vida eterna através de Cristo o nosso Salvador, conscientes de que o caminho à vida eterna é Cristo, o qual disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; e ninguém vem ao Pai, senão por mim”.

 

Cristo é o Sumo Sacerdote segundo a Ordem de Melquisedeque, que intercede por toda pessoa que O recebe como Salvador. Não há nada mais do que um só Intercessor, e seu Nome é “Senhor Jesus Cristo”. Ele é o Sumo Sacerdote Melquisedeque, da Ordem Sacerdotal Celestial e Ele é também o Rei de reis e Senhor de senhores.

 

Vamos orar pelas pessoas que vieram aos Pés de Cristo aqui e em diferentes países. Com nossos rostos inclinados e nossos olhos fechados:

 

Pai celestial, eu venho a Ti no Nome do Senhor Jesus Cristo com as pessoas que estão recebendo Cristo como único e suficiente Salvador. Rogo-Te que as recebas e dês vida eterna a cada um delas. Rogo-Te no Nome do Senhor Jesus Cristo. Amém.

 

E agora repitam comigo esta oração:

 

Senhor Jesus Cristo, venho a Ti dando testemunho de que creio no Teu Nome, Nome que está sobre todo nome, Nome de salvação, o único nome no qual podemos ser salvos.

 

Creio na Tua morte na Cruz do Calvário como o Sacrifício da Expiação pelos nossos pecados. Reconheço que sou pecador e necessito um Salvador. Dou testemunho público da Tua fé em mim, e Te recebo como meu único e suficiente Salvador.

 

Rogo-Te que perdoes meus pecados, que me limpes de todo pecado com Teu Sangue, que me batizes com o Espírito Santo e Fogo, logo pós ser batizado na água no Teu Nome, e que produzas o novo nascimento em mim. Rogo-Te no Teu Nome Eterno e glorioso: Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

 

E, agora, podem ser batizados todos os que vieram aos Pés de Cristo nestes momentos; e que Cristo os batize com o Espírito Santo e Fogo, e produza o novo nascimento em vocês.

 

Deixo ao Ministro correspondente em cada país, para que indique como devem fazer para se batizarem na água no Nome do Senhor e deixo aqui ao Reverendo José Benjamim Pérez para que indique aos que vieram aos Pés de Cristo nesta ocasião, como fazer para se batizarem na água no Nome do Senhor Jesus Cristo.

 

Que Deus abençoe e guarde a todos e recordem o nosso tema de escola bíblica: “O REGRESSO AO ÉDEN” e, por conseguinte, o regresso à vida eterna.

 

Que Deus os abençoe e continuem desfrutando uma tarde feliz, repleta das bênçãos de Cristo o nosso Salvador.

 

Deixo conosco ao Reverendo José Benjamim Pérez, e em cada país ao Ministro correspondente.

 

Deus abençoe e guarde a todos.

 

O REGRESSO AO ÉDEN”.